2 h 1m

Boia 151 Boia

    • Esportes

#151

Jovens acima dos 50 anos tem a obrigação de honrar a rebeldia.

Uma eventual reunião de 3 crianças antigas implora pela pergunta,

Quantos anos você tem hoje?

Júlio Adler e João Valente (Bruno Bocayuva tava brincando em outro jardim dessa vez) chamaram Rick Werneck para jogar futebol de botão e botar (opa!) o papo em dia.

Brotam tantos adjetivos para classificar o Amigo, vamos apenas dizer que batia fotografias com EKTACHROME de dentro do mar e os ângulos eram desafiadores. Desenha, escreve, compõe e lidera - Ricardo não deixa muita coisa pra fazer depois.
Na falta dos botões e da mesa, assuntamos sobre o inconsciente coletivo do Rick, uma espécie de Forest Gump tropicalista, presente nos momentos históricos que o amigo já ouviu falar, mas nunca teve coragem de perguntar.

Foi o clamor popular que convidou o Camarada que mais camaradas tem espalhados pelo mundo e o botafoguense não negou fogo (epa!) nem causos que podem (ou não...)envolver transporte de substâncias proibidas, cadeia, tubarões-brancos famintos e desertos australianos.

Brotam tantos adjetivos para classificar o Amigo, vamos apenas dizer que batia fotografias com EKTACHROME de dentro do mar e os ângulos eram desafiadores. Desenha, escreve, compõe e lidera - Ricardo não deixa muita coisa pra depois.

Sapecamos um Keith Hudson (aquele mesmo que esquecemos no último Boia!) com Flesh of my Skin pra bola rolar e, no apito final, baixou Tom Zé com Augusta, Angélica e Consolação.




---

Send in a voice message: https://anchor.fm/boia/message

#151

Jovens acima dos 50 anos tem a obrigação de honrar a rebeldia.

Uma eventual reunião de 3 crianças antigas implora pela pergunta,

Quantos anos você tem hoje?

Júlio Adler e João Valente (Bruno Bocayuva tava brincando em outro jardim dessa vez) chamaram Rick Werneck para jogar futebol de botão e botar (opa!) o papo em dia.

Brotam tantos adjetivos para classificar o Amigo, vamos apenas dizer que batia fotografias com EKTACHROME de dentro do mar e os ângulos eram desafiadores. Desenha, escreve, compõe e lidera - Ricardo não deixa muita coisa pra fazer depois.
Na falta dos botões e da mesa, assuntamos sobre o inconsciente coletivo do Rick, uma espécie de Forest Gump tropicalista, presente nos momentos históricos que o amigo já ouviu falar, mas nunca teve coragem de perguntar.

Foi o clamor popular que convidou o Camarada que mais camaradas tem espalhados pelo mundo e o botafoguense não negou fogo (epa!) nem causos que podem (ou não...)envolver transporte de substâncias proibidas, cadeia, tubarões-brancos famintos e desertos australianos.

Brotam tantos adjetivos para classificar o Amigo, vamos apenas dizer que batia fotografias com EKTACHROME de dentro do mar e os ângulos eram desafiadores. Desenha, escreve, compõe e lidera - Ricardo não deixa muita coisa pra depois.

Sapecamos um Keith Hudson (aquele mesmo que esquecemos no último Boia!) com Flesh of my Skin pra bola rolar e, no apito final, baixou Tom Zé com Augusta, Angélica e Consolação.




---

Send in a voice message: https://anchor.fm/boia/message

2 h 1m

Top podcasts em Esportes

UOL
Globoesporte
Globoesporte
ESPN Brasil
Estúdios Flow
Bola Nas Costas