32 min

EP 04 | Inimigo do Estado Cientistas na Linha de Frente

    • Sociedade e cultura

Era um dia qualquer em janeiro de 2012 quando o analista ambiental do Ibama José Augusto Morelli saiu para fazer uma patrulha de barco em Angra dos Reis no Estado do Rio de Janeiro. Ele não imaginava que naquela manhã ensolarada a sua vida profissional mudaria para sempre.

Durante a patrulha, Morelli encontrou Jair Bolsonaro, na época um deputado federal, pescando em um local proibido. O agente do Ibama pediu para Bolsonaro se retirar porque ele estava pescando em uma Estação Ecológica destinada exclusivamente à pesquisa científica. Mas Bolsonaro se recusou a sair e acabou recebendo uma multa de 10 mil reais.

“Desde então eu nunca participei de nada relevante no Ibama. Nada,” conta Morelli à repórter Mariana Simões. “Eu nunca fui chamado nem pra discutir a cor que deve pintar o meio fio.” Morelli alega foi perseguido por ter multado Bolsonaro e que chegou a perder dois cargos de chefia e sofrer boicotes em série dentro do Ibama.

No episódio de hoje, funcionários do Ibama alegam viver sob um regime de medo e contam que aqueles que prezam pela ciência e a proteção do meio ambiente enfrentam remoções e assédios constantes do governo Bolsonaro. O Ibama foi apelidado pelo presidente de “indústria de multas” e tem sido alvo de cortes orçamentários. Muitos acreditam que o governo está desmontando o Ibama aos poucos. Quem sofre mais com tudo isso são as belezas naturais brasileiras, cada vez mais à mercê do crime organizado.

||
Quem está por trás deste episódio:
Direção, roteiro, reportagem e locução - Mariana Simões /
Montagem, mixagem, masterização e música tema - Ricardo Terto /
Coordenação e edição - Natalia Viana /
Apoio - Instituto Serrapilheira /
Consultora de Roteiro - Gisele Regatão /
Divulgação - Marina Dias, Ravi Spreizner, Tainah Ramos /
Ilustração - Catarina Bessell /
Este podcast também usou trechos de áudios da Jovem Pan/

Era um dia qualquer em janeiro de 2012 quando o analista ambiental do Ibama José Augusto Morelli saiu para fazer uma patrulha de barco em Angra dos Reis no Estado do Rio de Janeiro. Ele não imaginava que naquela manhã ensolarada a sua vida profissional mudaria para sempre.

Durante a patrulha, Morelli encontrou Jair Bolsonaro, na época um deputado federal, pescando em um local proibido. O agente do Ibama pediu para Bolsonaro se retirar porque ele estava pescando em uma Estação Ecológica destinada exclusivamente à pesquisa científica. Mas Bolsonaro se recusou a sair e acabou recebendo uma multa de 10 mil reais.

“Desde então eu nunca participei de nada relevante no Ibama. Nada,” conta Morelli à repórter Mariana Simões. “Eu nunca fui chamado nem pra discutir a cor que deve pintar o meio fio.” Morelli alega foi perseguido por ter multado Bolsonaro e que chegou a perder dois cargos de chefia e sofrer boicotes em série dentro do Ibama.

No episódio de hoje, funcionários do Ibama alegam viver sob um regime de medo e contam que aqueles que prezam pela ciência e a proteção do meio ambiente enfrentam remoções e assédios constantes do governo Bolsonaro. O Ibama foi apelidado pelo presidente de “indústria de multas” e tem sido alvo de cortes orçamentários. Muitos acreditam que o governo está desmontando o Ibama aos poucos. Quem sofre mais com tudo isso são as belezas naturais brasileiras, cada vez mais à mercê do crime organizado.

||
Quem está por trás deste episódio:
Direção, roteiro, reportagem e locução - Mariana Simões /
Montagem, mixagem, masterização e música tema - Ricardo Terto /
Coordenação e edição - Natalia Viana /
Apoio - Instituto Serrapilheira /
Consultora de Roteiro - Gisele Regatão /
Divulgação - Marina Dias, Ravi Spreizner, Tainah Ramos /
Ilustração - Catarina Bessell /
Este podcast também usou trechos de áudios da Jovem Pan/

32 min

Top podcasts em Sociedade e cultura