100 episódios

Os principais fatos do Brasil e do mundo apresentados e analisados pelo maior jornal do país.

Estadão Notícias Estadão

    • Notícias
    • 4.4, 354 avaliações

Os principais fatos do Brasil e do mundo apresentados e analisados pelo maior jornal do país.

    O marketing de Bolsonaro pela cloroquina

    O marketing de Bolsonaro pela cloroquina

    Desde o início da pandemia, Jair Bolsonaro adotou a cloroquina como tábua de salvação para o problema. Isso se intensificou com o teste positivo para Covid-19 do presidente. Promover o medicamento tem sido a tônica de suas comunicações públicas. Por causa do seu entusiasmo pelo remédio, laboratórios autorizados a produzir a substância têm visto seus lucros subirem estratosfericamente. Uma delas, francesa, tem como acionista o presidente americano, Donald Trump. Em contrapartida, entidades médicas estão preocupadas com a propaganda de um medicamento que não tem sua eficácia comprovada, e mais, pode ter efeitos colaterais graves.

    Afinal, qual o interesse de Bolsonaro em promover a cloroquina?  Qual o perigo de propagar um medicamento sem eficácia contra a Covid-19? Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com o repórter do Estadão, em Brasília, Patrik Camporez, e como o infectologista e presidente do Departamento Científico de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria, Renato Kfouri.

    • 23 min
    CONTEÚDO PATROCINADO: Investimentos Alternativos

    CONTEÚDO PATROCINADO: Investimentos Alternativos

    A ideia de que haverá um “novo normal” na sociedade já é uma realidade no mundo dos investimentos. Nesse novo ambiente, os chamados investimentos alternativos ganham espaço em um portfólio que precisa ser cada vez mais diversificado.

    O Mercado Bitcoin é uma plataforma de negociação de criptomoedas e que vem agregando produtos alternativos, como tokens de precatórios e de cotas de consórcio. 

    Com mediação do jornalista Renato Jakitas, Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin e Fabrício Tota, diretor do Mercado Bitcoin debatem sobre os Investimentos Alternativos. Você acompanha aqui no Podcast.

    • 13 min
    Trocas e frituras: Quem se segura no governo Bolsonaro?

    Trocas e frituras: Quem se segura no governo Bolsonaro?

    Desde o inicio de seu governo, Jair Bolsonaro tem promovido uma troca constante de ministros, inclusive, em algumas pastas importantes para o país, como Saúde e Educação, que passam longos períodos sem titular. Os motivos das mudanças estão desde incompatibilidade de pensamentos até uma guerra ideológica travada entre militares e olavistas dentro do governo. Essas substituições tem trazido algumas situações sensíveis para o governo, como a que ocorreu com Carlos Decotelli, indicado por Bolsonaro para pasta da Educação, e que foi tirado apenas 5 dias depois, por mentir em seu currículo. Soma-se a isso, a influência dos seus novos amigos do Centrão, que também querem sua parte no governo.

    Afinal, por que o governo tem dificuldades de manter ministros no cargo? Quanto a guerra ideológica dentro do governo influencia essas trocas? Nomes cotados para assumir pastas veem com receio a possibilidade de integrar o governo?  Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com o professor e cientista político do Insper, Leandro Consentino.

    • 21 min
    Tecnologia #123: #Start Eldorado: os desafios dos bancos digitais

    Tecnologia #123: #Start Eldorado: os desafios dos bancos digitais

    O Start Eldorado traz mais uma conversa sobre o momento digital dos bancos, os desafios da jornada para entender e bem atender o novo cliente e o momento pós-crise. O apresentador Daniel Gonzales recebe o vice-presidente de Operações do NuBank, Vitor Olivier, que compartilha as experiências do dia a dia da instituição, nativa digital, e os principais desafios do mercado financeiro. O Start vai ao ar às 21h, às quartas-feiras, na Eldorado FM (107,3 - SP) e canais digitais.

    • 22 min
    #66 Na quarentena: A reabertura dos bares e restaurantes e o escapismo do “pós-pandemia”

    #66 Na quarentena: A reabertura dos bares e restaurantes e o escapismo do “pós-pandemia”

    No episódio de hoje, um papo sobre a reabertura dos bares e restaurantes da cidade de São Paulo e o cenário gastronômico em meio à pandemia com a colunista do Estadão Patrícia Ferraz. No segundo bloco, Emanuel Bomfim conversa com o jornalista e professor Clóvis de Barros Filho sobre nossa briga com o presente e o foco constante no futuro “pós-pandemia.

    • 30 min
    Parler: Por que bolsonaristas estão migrando para plataforma?

    Parler: Por que bolsonaristas estão migrando para plataforma?

    “Um lugar para chamar de seu”. Nunca uma frase fez tanto sentido para os aliados do presidente Jair Bolsonaro, que se sentem perseguidos pelas redes sociais como Twitter e facebook. As plataformas vêm desativando contas e removendo postagens por considerar que são ofensivas e comandadas por um grupo com o intuito de disseminar informações falsas. Foi então que surgiu o Parler, que, aos moldes do Twitter, tem sido a casa de figuras da direita no mundo, como senadores americanos até o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos. A rede social promete proteger o direito das pessoas escreverem o que quiser sem a ameaça de remoção do material.

    Afinal, como funciona essa plataforma que já é chamada de rede social da direita? De fato, ela pode evitar que conteúdos sejam removidos? Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com o diretor executivo do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro, Fabro Steibel.

    • 20 min

Opiniões de clientes

4.4 de 5
354 avaliações

354 avaliações

sergio morganti ,

Bom, porém tendencioso

Deve ouvir-se à esse podcast filtrando comentários extremamente tendenciosos de comentaristas.

Mrbajg ,

Audio acelerado

O áudio acelerado prejudica a compreensão. Desisti de ouvir.

minnarodrigues ,

Sobre professores

É tendenciosa como a forma que se refere aos alunos da rede pública. Já percebi mais de uma vez. Precisa ler sobre Educação Popular. Boa repostagem mas precisa cuidados com as palavras escolhidas. Vale também dizer que muitos professores não acreditam na educação a distância. Por isso não se trata de julgamento-los despreparados. A rede particular vende um produto e tanto faz se vai ser educação delivery. A rede pública acredita na necessidade de interação com os alunos e entende que a educação a distância é mais uma forma de exclusão.

Top podcasts em Notícias

Ouvintes também assinaram