59 episódios

Bate papo com o grupo de pesquisa em Cultura e História da Alimentação (CHA) do Instituto Federal de Brasília (IFB - Campus Riacho Fundo).
Siga nosso Instagram para saber das novidades: @horacha_ifb Facebook: @ahoradocha
Artigos, livros e produções acadêmicas do grupo: www.culturaealimentacao.com.br

A HORA DO CHA - Conversas sobre cultura e história da alimentação A hora do CHA

    • Artes
    • 5,0 • 7 avaliações

Bate papo com o grupo de pesquisa em Cultura e História da Alimentação (CHA) do Instituto Federal de Brasília (IFB - Campus Riacho Fundo).
Siga nosso Instagram para saber das novidades: @horacha_ifb Facebook: @ahoradocha
Artigos, livros e produções acadêmicas do grupo: www.culturaealimentacao.com.br

    #41 - Dicas - Cozinha Brasileira e Afrobrasilidades com Lourence Alves

    #41 - Dicas - Cozinha Brasileira e Afrobrasilidades com Lourence Alves

    Nosso último bloco pergunta aos entrevistados dicas de uma comida para ler, ver e comer. No comida para ler, ver e comer, Lourence indicou o livro "High on the Hog" de Jessica B. Harris, que inspirou a série do Netflix (@netflix @netfllixbrasil), "Da África aos EUA: Uma Jornada Gastronômica)", indicada no comida para ver. No comida para comer, Lourence falou sobre o restaurante Altar Cozinha Ancestral (@altarcozinhaancestral) da chef Carmem Virginia (@carmemvirginia).

    Participantes: @tatiroloto @lo_nacozinha

    Música: Padê (Álbum musical de Juçara Marçal e Kiko Dinucci)

    • 6 min
    #41 - Cozinha Brasileira e Afrobrasilidades com Lourence Alves

    #41 - Cozinha Brasileira e Afrobrasilidades com Lourence Alves

    Nossa convidada de hoje é a pesquisadora e professora Lourence Alves. Conversamos sobre a sua diversificada formação (Turismo, História, Gastronomia e Nutrição), sobre a construção de sua pesquisa de doutorado no Néctar (UERJ) - Onje: saberes e práticas da cozinha de santo (2019) -, as especificidades dos caminhos metodológicos trilhados e a centralidade da alimentação nas religiões de matriz africana. Também conversamos, a partir de Beatriz Nascimento, sobre a urgência da história da cozinha brasileira não ser escrita por mãos brancas. Entre muitas dicas e referências, Lourence falou também sobre o conceito de afrobrasilidades, os limites do termo PANC, os silenciamentos das culturas afrobrasileiras na História do Brasil hegemônica, a necessidade de valorizar os biomas sem silenciar os povos originários e a importância da mulher negra na história da alimentação no Brasil. Por fim, conversamos sobre a formação em Gastronomia, discutindo caminhos e desafios para a construção de um currículo e de uma formação não eurocentrada. No comida para ler, ver e comer, Lourence indicou o livro "High on the Hog" de Jessica B. Harris, que inspirou a série do Netflix (@netflix @netflixbrasil), "Da África aos EUA: Uma Jornada Gastronômica)", indicada no comida para ver. No comida para comer, Lourence falou sobre o restaurante Altar Cozinha Ancestral (@altarcozinhaancestral) da chef Carmem Virginia (@carmemvirginia).
    Participantes: @tatiroloto @lo_nacozinha
    Música: Padê (Álbum musical de Juçara Marçal e Kiko Dinucci)

    • 1h 11 min
    #40 - Dicas - Comida para ler, ver e comer - História da Alimentação, quintais, comida mineira e patrimônios alimentares com José Newton Meneses

    #40 - Dicas - Comida para ler, ver e comer - História da Alimentação, quintais, comida mineira e patrimônios alimentares com José Newton Meneses

    Para iniciar o 3o ano do nosso podcast, estamos com a mesa farta de questões para reflexão. Convidamos o pesquisador e professor José Newton Meneses para uma conversa sobre a sua vasta experiência com as pesquisas na área de história, partindo da importância dos quintais e a diversidade da comida mineira. Falamos, ainda, sobre a sua experiência de coordenar a pesquisa do dossiê do Iphan sobre o modo de fazer o queijo em Minas Gerais e também sobre a rede DIAITA (Património Alimentar na Lusofonia), que realizará o VII Colóquio em outubro de 2021. Em primeira mão, recebemos a notícia sobre a criação de um novo grupo de pesquisa, o TUTU - História da alimentação e das práticas de cozinha no Brasil. Também comentamos sobre alguns livros recentes no campo da História da alimentação: Nossa comida tem história (2020) organizado por José Newton Meneses e História & Alimentação: Brasil séculos XVI - XXI (2020) organizado por Sidiana Macêdo e Leila Algranti.

    Participantes:

    @tatirotolo @thiagoefaria @menesesjosenewton

    Música:

    Fazenda (Nelson Ângelo, gravada por Milton Nascimento em 1976 no LP Geraes).

    História & Alimentação: Brasil séculos XVI - XXI (2020)

    Mais informações: @livrohistoriaealimentacao

    Nossa comida tem história (2020)

    Download: https://www.livrariascriptum.com.br/projeto-300-anos-de-minas/

    DIAITA (Património Alimentar na Lusofonia)

    https://www.7diaitabh.com

    Dicas

    Ler:

    livro Revoluções da Comida (Rafael Tonon)

    @tononrafa

    Ver:

    documentário O mineiro e o queijo (Helvécio Ratton)

    Comer:

    Os muitos tutu(s) mineiros

    • 7 min
    #40 - HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO, QUINTAIS,COMIDA MINEIRA E PATRIMÔNIO ALIMENTAR COM JOSÉ NEWTON MENESES

    #40 - HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO, QUINTAIS,COMIDA MINEIRA E PATRIMÔNIO ALIMENTAR COM JOSÉ NEWTON MENESES

    Para iniciar o 3o ano do nosso podcast, estamos com a mesa farta de questões para reflexão. Convidamos o pesquisador e professor José Newton Meneses para uma conversa sobre a sua vasta experiência com as pesquisas na área de história, partindo da importância dos quintais e a diversidade da comida mineira. Falamos, ainda, sobre a sua experiência de coordenar a pesquisa do dossiê do Iphan sobre o modo de fazer o queijo em Minas Gerais e também sobre a rede DIAITA (Património Alimentar na Lusofonia), que realizará o VII Colóquio em outubro de 2021. Em primeira mão, recebemos a notícia sobre a criação de um novo grupo de pesquisa, o TUTU - História da alimentação e das práticas de cozinha no Brasil. Também comentamos sobre alguns livros recentes no campo da História da alimentação: Nossa comida tem história (2020) organizado por José Newton Meneses e História & Alimentação: Brasil séculos XVI - XXI (2020) organizado por Sidiana Macêdo e Leila Algranti.

    Participantes:

    @tatirotolo @thiagoefaria @menesesjosenewton

    Música:

    Fazenda (Nelson Ângelo, gravada por Milton Nascimento em 1976 no LP Geraes).

    História & Alimentação: Brasil séculos XVI - XXI (2020)

    Mais informações: @livrohistoriaealimentacao

    Nossa comida tem história (2020)

    Download: https://www.livrariascriptum.com.br/projeto-300-anos-de-minas/

    DIAITA (Património Alimentar na Lusofonia)

    https://www.7diaitabh.com

    Dicas

    Ler:

    livro Revoluções da Comida (Rafael Tonon)

    @tononrafa

    Ver:

    documentário O mineiro e o queijo (Helvécio Ratton)

    Comer:

    Os muitos tutu(s) mineiros

    • 1h 27 min
    #39 - Comida para ler - "O Gosto como Experiência: ensaio sobre filosofia e estética do alimento"

    #39 - Comida para ler - "O Gosto como Experiência: ensaio sobre filosofia e estética do alimento"

    Em mais um Comida para ler, a docente Tatiana Rotolo (@tatirotolo) faz uma análise do livro "O Gosto como Experiência: ensaio sobre filosofia e estética do alimento" (Ed. SESI-SP, 2013) de Nicola Perullo. 

    #filosofia #foodstudies #gastronomia #alimentação #ifb

    • 26 min
    Terra à Mesa #1 Fátima Cabral (CSA Pé na Terra)

    Terra à Mesa #1 Fátima Cabral (CSA Pé na Terra)

    Inauguramos neste episódio uma parceria entre a Hora do CHA e o Chá com Agroecologia, dois podcasts do IFB que buscam levar informação aos estudantes e à comunidade, extrapolando os meios de comunicação acadêmicos tradicionais. A Hora do Chá é um programa protagonizado por professores e professoras do Campus Riacho Fundo do IFB que apresenta a cultura e a história da alimentação. O Chá com Agroecologia é um programa protagonizado por estudantes e professores do Campus Planaltina do IFB que apresenta conteúdos vinculados à agroecologia. 

    Na convergência entre os dois programas formulamos o projeto "Da terra à mesa. Quem alimenta o Distrito Federal?". Neste projeto, convidamos vocês a passear pelos territórios da nossa cidade: comunidades que sustentam a agricultura, assentamentos rurais, comunidades quilombolas, mercados, feiras, restaurantes e outros estabelecimentos alimentícios. Conversaremos com agricultoras e agricultores, chef’s, feirantes, donos de restaurantes e casas de alimentação e outros sujeitos sobre temáticas relacionadas às relações estabelecidas com o Cerrado, à relação com as políticas públicas, a cultura e a história, aos dilemas da distribuição dos alimentos, dentre outras coisas.  

    Neste episódio, o primeiro do mês de março, fazemos também uma reverência às mulheres, figuras centrais nos processos que envolvem a alimentação, da terra à mesa. Começamos o Março de Lutas conversando com Fátima Cabral, agricultora da bacia do Pipiripau, Planaltina, no Distrito Federal. Ela é a presidente da Associação dos Produtores Agroecológicos do Alto São Bartolomeu (Aprospera) e também beneficiária do Programa Água Brasil. Também é fundadora da CSA Pé na Terra.

    Participantes: @tatirotolo @fatimacabral2020 @paulabalduinodemelo @csapenaterra @horacha_ifb @agroecologia_ifb @ifbrasilia @ifbriachofundo @ifbplanaltina

    #foodstudies #agroecologia #slowfood #slowfoodcerrado #slowfoodbrasil #comida #ecologia #csa #economiasolidaria #8demarço #ifb

    • 43 min

Opiniões de clientes

5,0 de 5
7 avaliações

7 avaliações

Top podcasts em Artes

Ouvintes também assinaram