64 episódios

Cada episódio um Boss diferente, uma história nova e o que aconteceu para a ideia sair do papel para se tornar um grande sucesso.

Like a Boss Alura

    • Negócios
    • 4.2 • 607 avaliações

Cada episódio um Boss diferente, uma história nova e o que aconteceu para a ideia sair do papel para se tornar um grande sucesso.

    Gilberto Mautner, co-fundador da Locaweb. A construção da internet no Brasil.

    Gilberto Mautner, co-fundador da Locaweb. A construção da internet no Brasil.

    Antes da fundação da Locaweb, o Gilberto passou uma temporada em Palo Alto (São Francisco – USA) para depois, escrever parte do nascimento da internet no Brasil.

    Pioneira, a empresa foi fundada por Gilberto, Claudio, Ricardo e Michel Gora, como um negócio de anúncios de confecções, a Intermoda. A Locaweb está na vanguarda da digitalização de milhões de negócios brasileiros, nesses mais de 20 anos de história. Em 2020, realizou um IPO muito bem sucedido e entrou numa forte transformação.

    Da hospedagem para uma grande plataforma de negócios digitais

    Com uma estratégia forte de produto, que atende mais de 400 mil clientes, uma gestão profissional com novos executivos e um DNA empreendedor dos fundadores, a Locaweb está numa jornada de sucesso em aquisições (M&A), onde concluiu aquisições de cases como FBits, Cluster2Go (Nextios), AllIn, KingHost, Delivery Direto, Tray, Vindi, Melhor Envio, Social Miner, Ideris, Etus, Samurai, Credsfera, entre outras.

    Sob a gestão do Fernando Cirne, a holding já adquiriu 16 empresas entre SaaS, marketplaces, plataformas de e-commerce, fintechs e é uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil.

    O site da Intermodal ainda está no ar, clica para ver.



    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o podcast nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer



     

    Produção e conteúdo:* Alura Cursos online de Tecnologia – https://www.alura.com.br/* Vindi – https://www.vindi.com.br/Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

    • 42 min
    Lara Lemann, sócia da Maya Capital. Investindo em startups, criando o futuro.

    Lara Lemann, sócia da Maya Capital. Investindo em startups, criando o futuro.

    Lara Lemann é sócia e co-fundadora da Maya Capital, um fundo de venture capital que já investiu em mais de 25 startups.

    Antes de criar o fundo com sua sócia Monica Saggioro, Lara investiu com “anjo” em negócios como o dr.Consulta, para depois criar um o veículo, que apoia startups como NotCo, Terra Magna, Gupy, Kovi, Alice entre outras.

    Formada em ciências políticas em Columbia (NY), a investidora teve uma passagem pela Ambev e iniciou sua carreira no Ministério da Educação, em Brasília.

    Apoiando startups em jornadas iniciais (early stage), a Maya é um dos fundos da nova geração, que acreditam na inovação e no nascimento de tecnologia no Brasil e no mundo.

    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o Like a Boss nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer



    Produção e conteúdo:* Alura Cursos online de Tecnologia – https://www.alura.com.br/* Vindi – https://www.vindi.com.br/Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

    • 29 min
    Mariano Gomide, co-CEO da VTEX. Uma brasileira global.

    Mariano Gomide, co-CEO da VTEX. Uma brasileira global.

    Mariano Gomide é co-CEO da VTEX, posição essa, que divide com seu co-fundador Geraldo Thomaz.

    Fundada em 2000, a empresa é um dos maiores nomes do e-commerce brasileiro e está numa jornada de muito sucesso, globalmente. Com clientes como Samsung, Coca Cola, Avon e Sony, a empresa esteve na vanguarda de projetos online no Brasil e capitaneia como ninguém, uma estratégia SaaS global de crescimento, de muito respeito.

    Incluída algumas vezes no Magic Quadrant for Digital Commerce da Gartner, a VTEX é o maior nome do e-commerce brasileiro e os fundadores são inspiração para diversos empreendedores.

    Nessa história, Mariano conta como uma consultoria de projetos, se transformou num dos maiores SaaS brasileiros.

    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o Like a Boss nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer



    Produção e conteúdo:* Alura Cursos online de Tecnologia – https://www.alura.com.br/* Vindi – https://www.vindi.com.br/Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

    • 40 min
    Israel Salmen, CEO da Méliuz. A hora do cashback.

    Israel Salmen, CEO da Méliuz. A hora do cashback.

    O Israel Salmen é o CEO e co-fundador da Méliuz.

    A empresa, que nasceu como uma plataforma de cupom de descontos, evoluiu bastante e atualmente, é o maior player de cashback do Brasil.

    Fundada em 2011, a Méliuz é uma das techs brasileiras na B3, a bolsa brasileira. Com o ticker de CASH3, a Méliuz saiu de Belo Horizonte (mais especificamente do San Pedro Valley), abriu IPO em novembro de 2020 e já tem presença em dezenas de países, depois de adquirir a empresa Picodi, por R$120 milhões.

    Antes do IPO, Israel e o Ofli Guimarães, os dois co-fundadores da empresa, captaram R$30 milhões em investimentos, número pequeno, para os patamares atuais das empresas de tecnologia no Brasil.

    Com uma estrutura enxuta, uma área de engenharia de software em Manaus e uma cultura forte, a Méliuz é uma empresa singular.

    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o podcast nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer





    Transcrição do episódio

    Este episódio foi transcrito e editado com apoio da Conta Simples, conta digital PJ e melhor plataforma brasileira focada em cartões corporativos.

    Como começa a história da empresa e que problema vocês estavam atacando lá no início?

    Israel Salmen Méliuz: O Méliuz nasceu em 2011 e foi fruto de várias experiências frustradas que eu e o meu sócio, o Ofli, tivemos ao longo de nossas vidas utilizando programas de fidelidade. Nós juntamos milhares de pontos e não conseguimos trocar por quase nada. Na prática, só conseguimos trocar por alguma besteira, como uma batedeira, sendo que, na verdade, a gente queria trocar por um iPhone ou por algo de maior valor e que fosse realmente bom para nós. Tinha um outro problema, os pontos expiravam, e a frustração era ainda maior. O Méliuz surgiu daí, nós nunca nos pronunciamos como um programa de fidelidade, e foi dessa dor que o Méliuz surgiu, simplificamos esse modelo de fidelidade e transformamos toda essa burocracia envolvendo troca de pontos por produtos em modelo de cashback. Nós vendemos para as nossas lojas parceiras, recebemos uma comissão a cada venda efetuada, parte dessa comissão fica com o Méliuz, e a outra parte, como cashback para o usuário que realizou a compra.

    O Méliuz foi criado em 2011, mas quando o cashback de fato entrou no mercado e as empresas começaram também a aderir a esse modelo?

    Israel Salmen Méliuz: Fomos tão pioneiros nesse sentido que nem usamos o termo cashback, porque fizemos um estudo e constatamos que tal pala...

    • 35 min
    Lachlan de Crespigny, co-CEO da Revelo. Pessoas antes da tecnologia.

    Lachlan de Crespigny, co-CEO da Revelo. Pessoas antes da tecnologia.

    Lachlan de Crespigny é o co-fundador e co-CEO da Revelo.

    Num ambiente tão concorrido e dinâmico, que é o de contratação de pessoas de tecnologia, a Revelo é um dos principais nomes do mercado, capitaneando esse tema, como um parceiro estratégico das empresas e dos profissionais de diferentes skills.

    A Revelo foi co-fundada pelo “Lach”, depois dele ser um estagiário na Gympass e de uma passagem pelo BCG. O empreendedor conheceu o outro co-fundador Lucas Mendes, num MBA em Stanford e criaram a empresa, em 2014. Com mais de 3 mil empresas clientes, mais de R$90 milhões de investimentos recebidos e mais de 1 milhão de candidatos, a Revelo é uma das empresas mais legais da nova geração de startups no Brasil.

    O “Lach”, como é conhecido na comunidade tech no Brasil, é australiano e tem uma visão bem importante sobre os desafios de inovação e tecnologia no país.



    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o Like a Boss nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer





    Transcrição do episódio

    Este episódio foi transcrito e editado com apoio da Conta Simples, conta digital PJ e melhor plataforma brasileira focada em cartões corporativos.

    Qual é a dor que você sentia no mercado e o que você fez para resolver o problema?

    Lachlan Revelo: Foi uma fase em que eu e o Lucas Mendes estávamos estudando nos Estados Unidos, eu queria fazer qualquer tipo de trabalho relacionado a tecnologia dentro do Brasil. Eu passei meses mandando e-mails, e foi extremamente difícil conseguir isso. Acabei achando um trabalho através de minha esposa, que conhecia o fundador do Gympass. Eu pensei que foi bem mais difícil do que deveria ser e eu dizia ao Lucas que estava tendo um problema exatamente inverso no lado da contratação. Ele estava envolvido com uma empresa que estava tentando contratar desenvolvedores, e nos queixamos de que era muito difícil achar a pessoa certa. Ele viu que não fazia sentido haver um grande número de pessoas qualificadas e, mesmo assim, as empresas terem dificuldades de contratar. Esse foi o insight que nos fez encontrar essa dor.

    A Revelo começou com esse modelo que existe hoje ou ela foi mudando conforme o tempo?

    Lachlan Revelo: A gente criou o nosso modelo para caber melhor nas demandas do mercado, o modelo que nós começamos foi definido pelo fato de que tínhamos nenhum dinheiro e ninguém sabia de nós. Naquela época, o nome dominante desse mercado era a Catho, e, para sermos bem diferentes deles, criamos esse modelo personalizado, porque a Catho não era utilizada pelos desenvolvedores. Nesse caso,

    • 35 min
    Fernando Silva, sócio da Crescera. Da Série A ao IPO.

    Fernando Silva, sócio da Crescera. Da Série A ao IPO.

    Fernando Silva é investidor e sócio da Crescera, gestora anteriormente chamada de Bozano Investimentos.

    Matemático e pesquisador formado pela UFRJ, Fernando traçou carreira acadêmica sólida, inclusive com projetos premiados pelo IMPA e Unesco. Virou empreendedor, depois de um projeto que fez para o RIO 2004 e acabou entrando de cabeça no mercado financeiro.

    À frente do venture capital da Crescera e como gestor do fundo Criatec2, investiu em empresas como Convenia, Bling, Vindi (adquirida pela Locaweb) Nelogica, Konduto (adquirida pela Boa Vista), EzCommerce (adquirida pela Linx), entre outros cases. Com IPOs, saídas e investimentos bem sucedidos, a Crescera também é muito conhecida por investimentos em private equity, especialmente em educação e saúde.

    Cases como Afya (IPO), Passei Direto (adquirida pela UOL Edtech), Estapar, Hortifruti e Alura, fazem da gestora, uma das mais ativas e bem sucedidas no país. Tanto em rodadas Séries A quanto em IPOs.

    A Crescera Capital tem cerca de R$5 bilhões sob gestão.



    * Curiosidade: os estudos matemáticos do Fernando, quase o levaram para Hollywood, onde ele recebeu um convite para coordenar os efeitos visuais do filme Beowulf em 2005. Veja o convite oficial da Sony aqui.

    Grupo exclusivo ouvintes do Like a Boss: https://t.me/grupolikeaboss.

    Você também pode ouvir o Like a Boss nas plataformas:



    * Spotify

    * IOS (iPhone)

    * Amazon Music

    * Google Podcasts

    * Deezer





    Transcrição do episódio

    Este episódio foi transcrito e editado com apoio da Conta Simples, conta digital PJ e melhor plataforma brasileira focada em cartões corporativos.

    Fernando, você pode nos contar o que é a Crescera? É um fundo de venture capital, é um fundo de private equity? Como começa essa história e porque vocês existem?

    Fernando: A Crescera Capital nasceu em 2008, quando o Paulo Guedes fundou a BR Investimentos, que foi uma uma investidora de poverty equity focada em educação. Dentro da sala de reuniões da BR Investimentos, nasceram coisas como a Abril Educação, o que a tornou a maior empresa de educação do Brasil. A BR Educação vem crescendo desde 2018 e, em 2013, com o Júlio Bozano, um dos grandes empreendedores tradicionais do Brasil, com uma história de empreendedorismo de investimento e criação de empresas gigantes.

    O Júlio vendeu o banco Bozano para o Santander por volta do...

    • 41 min

Opiniões de clientes

4.2 de 5
607 avaliações

607 avaliações

Ragazzir ,

J

E o guga zzdSwazdxss ase ss tore

Douglasgodoi ,

Top

Podcast indispensável para todos os empreendedores que precisam, além de conhecer, se inspirar nas mais curiosas histórias. Papo leve e muito informativo motiva quem acredita no empreendedorismo. Vida longa ao Podcast e Só Alegria 😉🤜

cat von die ,

Woman boss

O programa tem uma levada muito boa. Sacadas inteligentes. Mas senti falta de uma líder. Por que ainda essa velada exclusão ?

Top podcasts em Negócios

Ouvintes também assinaram

Mais de Alura