238 episódios

No PodCast de Áudio de Natan Rufino você encontrará mensagens sobre assuntos diversificados. Sempre com abundante base bíblica o irmão Natan se esforça por apresentar uma perspectiva firme e confiável das Escrituras a respeito do assunto abordado. Natan Rufino é casado com Ana Gaia e pai do Theo. Exerce um ministério de ensino da Palavra de Deus desde 1991 após ter sido milagrosamente curado de esquizofrenia. Após um período hospitalizado e quase um ano de remédios controlados, a revelação da Palavra de Deus trouxe-lhe finalmente a cura. Ana participa dos grupos de música na igreja em que o casal congrega, prega a palavra em reuniões, seminários e conferências onde é solicitada. Além de suas atividades na igreja local, o casal também viaja pelo Brasil ministrando seminários em diversas denominações e ensinando a Palavra de Deus na unção do Espírito Santo. Se você tem sido abençoado de alguma forma por meio deste casal e gostaria de expressar sua gratidão, será um prazer ouvir sua história. Envie-nos um e-mail para contato@natanrufino.com.br. Se você gostaria de apoiar este trabalho com suas ofertas saiba que nos sentiremos honrados em recebê-las; além disso, nos esforçaremos para produzir mais livros e mais materiais para a glória de Deus e edificação do Corpo de Cristo. Para mais informações: | facebook.com/natanrufino | instagram.com/natanrufino | telegram.me/natanrufino | twitter.com/natanrufino | natanrufino.com.br | contato@natanrufino.com.br | +5583 9967.6732 |

Natan Rufino | Áudio Natan Rufino

    • Religião e espiritualidade
    • 4,4 • 26 avaliações

No PodCast de Áudio de Natan Rufino você encontrará mensagens sobre assuntos diversificados. Sempre com abundante base bíblica o irmão Natan se esforça por apresentar uma perspectiva firme e confiável das Escrituras a respeito do assunto abordado. Natan Rufino é casado com Ana Gaia e pai do Theo. Exerce um ministério de ensino da Palavra de Deus desde 1991 após ter sido milagrosamente curado de esquizofrenia. Após um período hospitalizado e quase um ano de remédios controlados, a revelação da Palavra de Deus trouxe-lhe finalmente a cura. Ana participa dos grupos de música na igreja em que o casal congrega, prega a palavra em reuniões, seminários e conferências onde é solicitada. Além de suas atividades na igreja local, o casal também viaja pelo Brasil ministrando seminários em diversas denominações e ensinando a Palavra de Deus na unção do Espírito Santo. Se você tem sido abençoado de alguma forma por meio deste casal e gostaria de expressar sua gratidão, será um prazer ouvir sua história. Envie-nos um e-mail para contato@natanrufino.com.br. Se você gostaria de apoiar este trabalho com suas ofertas saiba que nos sentiremos honrados em recebê-las; além disso, nos esforçaremos para produzir mais livros e mais materiais para a glória de Deus e edificação do Corpo de Cristo. Para mais informações: | facebook.com/natanrufino | instagram.com/natanrufino | telegram.me/natanrufino | twitter.com/natanrufino | natanrufino.com.br | contato@natanrufino.com.br | +5583 9967.6732 |

    O Anticristo: Origem, Carreira e Obsessão

    O Anticristo: Origem, Carreira e Obsessão

    A Bíblia tem muito a dizer sobre a origem, a vida, a carreira e a obsessão do Anticristo durante sua futura passagem por este mundo. Assim como o Cristo veio ao mundo através da linhagem direta de Abraão, Isaque e Jacó, o Anticristo, por sua vez, virá da linhagem mestiça dos inimigos da nação de Israel. Ismael e Esaú, que foram filhos preteridos por seus pais, fizeram aliança um com o outro, e desta união surgiu o povo mestiço conhecido de forma genérica no mundo como "árabes". De uns tempos para cá, por várias razões difíceis de explicar, parte deste mesmo povo tem sido também reconhecido pela alcunha mais moderna de "palestinos". A invenção da religião por eles professada é comumente atribuída ao filho de um dos descentes dos dozes príncipes gerados por Ismael. A profecia bíblica previa que estes povos, gerados por Ismael, teriam características semelhantes a um jumento selvagem que dá marradas e mordidas aleatórias a todos que porventura se aproximem. Pretenciosos e petulantes, a profecia sobre esta multidão declarou que, eles, "habitariam fronteiriços aos seus irmãos". O Anticristo não virá da Europa, não será um judeu e não será um homossexual. As Escrituras repetidamente apontam para a região do Oriente Médio como o local de onde ele surgirá e assumirá uma posição de liderança. Apocalipse 12.3 parece indicar que na região ao norte de Israel ele receberá poder, um trono e grande autoridade. Provavelmente daí, no momento que lhe parecer propício, ele quebrará um futuro acordo com Israel e entrará na terra gloriosa, invadirá o lugar santo e pisará por quarenta e dois meses a cidade de Jerusalém.





    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title:hover > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider, .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-border-divider::before{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider.elementskit-style-long{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-star{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 > .elementor-widget-container{margin:0px 0px 40px 0px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container{max-width:1600px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container > .elementor-column > .elementor-widget-wrap{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#FFFFFF;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .ele

    • 14 min
    Escatologia: Segunda Aula

    Escatologia: Segunda Aula

    Esta é a segunda parte do seminário de escatologia que aconteceu na Igreja do Evangelho Quadrangular em Guaiçara, interior de São Paulo. Nesta ocasião discutimos sobre a importância da distinção entre a Igreja, os judeus e os gentios para a compreensão acertada das Escrituras na área da Escatologia.







    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title:hover > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider, .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-border-divider::before{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider.elementskit-style-long{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-star{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 > .elementor-widget-container{margin:0px 0px 40px 0px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container{max-width:1600px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container > .elementor-column > .elementor-widget-wrap{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#FFFFFF;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;overflow:visible;}.elementor-bc-flex-widget .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column .elementor-widget-wrap{align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column.elementor-element[data-element_type="column"] > .elementor-widget-wrap.elementor-element-populated{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column > .elementor-widget-wrap{justify-content:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c509b3e .elementkit-tab-wraper.vertical .elementkit-tab-nav{flex-basis:52%;margin-right:20px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c509b3e .

    • 56 min
    Escatologia: Primeira Aula

    Escatologia: Primeira Aula

    Esta é a primeira parte de um seminário realizado na Igreja Quadrangular do Evangelho Pleno na cidade de Guaiçara, interior de São Paulo. Trata-se de uma abordagem rudimentar que gira em torno dos conceitos do futurismo, pré-milenismo e pré-tribulacionismo.







    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title:hover > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider, .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-border-divider::before{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider.elementskit-style-long{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-star{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 > .elementor-widget-container{margin:0px 0px 40px 0px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container{max-width:1600px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container > .elementor-column > .elementor-widget-wrap{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#FFFFFF;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;overflow:visible;}.elementor-bc-flex-widget .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column .elementor-widget-wrap{align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column.elementor-element[data-element_type="column"] > .elementor-widget-wrap.elementor-element-populated{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column > .elementor-widget-wrap{justify-content:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d > .elementor-element-populated > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c509b3e .elementkit-tab-wraper.vertical .elementkit-tab-nav{flex-basis:52%;margin-right:20px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c509b3e .elementkit-tab-wraper .elementkit-nav-link.

    • 1h 3 min
    A Mentira Pós-Tribulacionista sobre Margaret MacDonald

    A Mentira Pós-Tribulacionista sobre Margaret MacDonald

    Já ouviu aquela história de que o arrebatamento pré-tribulacional teria sido "inventado" por volta de 1830? Já ouviu também a versão que sugere que tudo partiu de uma profecia de uma menina de 15 anos de idade chamada Margaret MacDonald? Pois é! O mais engraçado, porém, é que as pessoas que gostam de propagar isso não sabem que a menina era PÓS-TRIBULACIONISTA! Na verdade, essa mentira começou a ser propagada através da interpretação equivocada de um senhor chamado Dave MacPherson que leu um dos livros de Robert Norton que continha a tal da "revelação". MacPherson, por conta própria, fez a ligação entre a doutrina milenar pré-tribulacionista e o pré-conflagracionismo sugerido por Robert Norton. Margaret MacDonald, além de pós-tribulacionista, também acreditava em um arrebatamento parcial, ou seja, somente os merecedores seriam arrebatamentos. Robert Norton dizia que a revelação de MacDonald (que posteriormente se tornaria sua esposa) alertava que somente os crentes espirituais veriam "um sinal secreto no céu", e então, apenas estes, seriam arrebatados no FINAL da tribulação. Pós-tribulacionistas que amam citar MacDonald, por não terem feito o dever de casa, provavelmente não saibam que ela, na verdade, era pós-tribulacionista e defensora do arrebatamento parcial. Saiba mais sobre o assunto no livro: Arrebatamento Antes da Tribulação.







    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title:hover > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider, .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-border-divider::before{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider.elementskit-style-long{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-star{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 > .elementor-widget-container{margin:0px 0px 40px 0px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container{max-width:1600px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container > .elementor-column > .elementor-widget-wrap{align-content:center;align-items:center;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#FFFFFF;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-background-overlay{opacity:0.5;transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;overflow:visible;}.elementor-bc-flex-widget .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-7c6a6e3d.elementor-column .elementor-widget-wrap{align-items:center

    • 6 min
    A Predestinação em Efésios 1.5 e Romanos 8.29

    A Predestinação em Efésios 1.5 e Romanos 8.29

    Muitos pensam que os versículos mencionados no título deste artigo ensinam que "Deus teria predestinado desde a eternidade passada" quem seriam aqueles que confessariam a Jesus como Senhor, e, assim, entrariam na família de Deus, sendo "adotados por ele".







    Nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontadeEfésios 1.5







    Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.Romanos 8.29







    No entanto, pelo contexto e segundo a teologia de Paulo, tudo indica que ele nunca teve a intenção de falar sobre "predestinação para a salvação" nestas passagens. Paulo é o único escritor do Novo Testamento que faz uso da expressão "adoção de filhos", e, obviamente, ninguém melhor do que ele mesmo para explicar o que ele tinha em mente quando falava isso. Paulo não pretendia simplesmente dizer que "não fomos gerados por Deus, mas apenas adotados". A Escritura é clara em afirmar que somos filhos de Deus gerados pela sua divina semente. O sentido pretendido por Paulo para "adoção" se resume a duas possibilidades, significando em algumas situações "direitos plenos", como em Gálatas 4.5, ou significando "glorificação plena", como em Romanos 8.23. De fato, a plenitude dos direitos daquele que é reconhecido como filho de Deus envolve a futura glorificação do seu corpo mortal e corruptível.







    Nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, AGUARDANDO A ADOÇÃO DE FILHOS, a saber, a redenção do nosso corpo.Romanos 8.23







    Efésios 1.5 e Romanos 8.29 estão simplesmente dizendo que Deus predestinou todo aquele que está em Cristo para vir a ter a mesma realidade que o Senhor Jesus alcançou após a ressurreição dos mortos. Ele está falando sobre o destino previamente estabelecido por Deus de todo aquele que vier a crer e confessar Jesus como Senhor. A predestinação nos textos de Paulo trata sobre o destino glorioso de todo o crente, como ele explica detalhadamente ao longo de todo o capítulo 8 da sua epístola aos romanos.





    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-section-title:hover > span{color:#000000;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider, .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-border-divider::before{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-divider.elementskit-style-long{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 .elementskit-section-title-wraper .elementskit-border-star{height:4px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-3d030af8 > .elementor-widget-container{margin:0px 0px 40px 0px;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-690805a > .elementor-container{max-width:1600px;}.elementor-22196 .elementor-element.

    • 40 min
    A Louca Dupla Predestinação Calvinista

    A Louca Dupla Predestinação Calvinista

    A ideia de uma arbitrariedade divina que estabelece que alguns homens serão criados para terem comunhão com Deus e outros serão criados para simplesmente serem lançados no inferno, é chamada no meio religioso cristão de "dupla predestinação". Alguns irmãos calvinistas se assustam quando afirmamos que o calvinismo realmente defende a tal da "dupla predestinação". Os calvinistas que corretamente se envergonham desta ideia, tentam se distanciar deste pensamento alegando que apenas um grupo "extremado" de calvinistas a quem eles chamam de "hipercalvinistas" defende isso. Porém, se isso fosse verdade, o que não é, nem mesmo Calvino poderia ser chamado de calvinista. A verdade é que Calvino defendia a "dupla predestinação" porque o antigo padre Agostinho, a quem ele seguia doutrinariamente, também acreditava nisso. Se você nunca teve o desprazer de conferir nas "Institutas da Religião Calvinista" o que João Calvino tinha a dizer sobre isso, essa é a sua chance de conhecer apenas alguns trechos onde ele diz claramente que acredita e o porquê acredita nessa tolice.





    Chamamos PREDESTINAÇÃO o eterno decreto de Deus pelo qual houve por bem DETERMINAR O QUE ACERCA DE CADA HOMEM QUIS QUE ACONTECESSE. Pois ele não quis criar a todos em igual condição; ao contrário, preordenou a uns a vida eterna; a outros, a condenação eterna. Portanto, como cada um FOI CRIADO PARA UM ou outro DESSES DOIS DESTINOS, assim dizemos que um FOI PREDESTINADO ou para a vida, ou PARA A MORTE”. (Institutas, volume 3, capítulo 21, seção 5)







    “a Escritura mostra claramente: que designou de uma vez para sempre, em seu eterno e imutável desígnio, àqueles que ele quer que se salvem, e também AQUELES QUE [DEUS] QUER QUE SE PERCAM”.(Institutas, 3.21.7)







    “os réprobos SÃO SUSCITADOS PARA ESTE FIM, ou, seja, para que através deles a glória de Deus resplandeça. (…) Portanto, se não podemos assinalar outra razão por que Deus usa de misericórdia para com os seus, a NÃO SER PORQUE ASSIM LHE APRAZ, tampouco disporemos de outra razão por que REJEITA E EXCLUI AOS DEMAIS, senão pelo uso deste mesmo beneplácito”.(Institutas, 3.22.11)







    Venham todos os filhos de Adão; contendam e alterquem com seu Criador por que ANTES MESMO DE SEREM GERADOS FORAM PREDESTINADOS À PERPÉTUA MISÉRIA por sua eterna providência”.(Institutas, 3.23.3)







    “Sem dúvida confesso que FOI PELA VONTADE DE DEUS que todos os filhos de Adão NESTA MISERÁVEL CONDIÇÃO em que ora se acham enredilhados. E isto é o que eu dizia inicialmente: por fim, tem-se sempre de volver ao mero arbítrio da vontade divina, cuja causa está escondida nele mesmo”.(Institutas, 3.23.4)







    “Pois NÃO É PROVÁVEL que o homem TENHA BUSCADO SUA PERDIÇÃO pela MERA PERMISSÃO DE DEUS, E NÃO POR SUA ORDENAÇÃO. Como se realmente Deus não haja estabelecido em qual condição quisesse estar a principal de suas criaturas”.(Institutas, 3.23.8)







    “O PRIMEIRO HOMEM, pois, CAIU PORQUE O SENHOR ASSIM JULGARA SER CONVENIENTE. Por que ele assim o julgou nos é oculto. Entretanto, é certo que ele não o julgou de outro modo, senão porque VIA DAÍ SER, com razão, ILUMINADA A GLÓRIA DO SEU NOME”.(Institutas, 3.23.8)







    .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5:not(.elementor-motion-effects-element-type-background), .elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-motion-effects-container > .elementor-motion-effects-layer{background-color:#f7f9fb;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5{transition:background 0.3s, border 0.3s, border-radius 0.3s, box-shadow 0.3s;padding:100px 0px 100px 0px;overflow:visible;}.elementor-22196 .elementor-element.elementor-element-76c909b5 > .elementor-background-overlay{transition:background 0.3s, border-radius 0.3s, opacity 0.3s;}.elementor-22196 .elementor-element.

    • 35 min

Opiniões de clientes

4,4 de 5
26 avaliações

26 avaliações

joao calvino ,

Pentecostal que fala mal de calvinista.Fraco demais 🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️

Fraco demais

Top podcasts em Religião e espiritualidade

Tiago Brunet
Padre Paulo Ricardo
Jesuscopy
HUB Mídia
HUB Podcast
Gabriel Binato