110 episódios

Empreendedores que fazem a diferença no Brasil e no mundo compartilham histórias incríveis, liderança, sonhos, desafios e superações reais vividos ao longo da sua trajetória pessoal. Cada episódio vem repleto de dicas e recursos para inspirar e motivar você a empreender cada vez mais e melhor!

Octanage é para quem quer:
. Aprender & Empreender;
. Compartilhar conhecimento e experiências reais;
. Conectar diretamente com empreendedores dos mais variados setores do Brasil e do Mundo;
. Sair da mesmice e fazer a diferença;
. Transformar a realidade ao seu redor;
. Ser e entregar o melhor de si;
. Desenvolver o seu pleno potencial;
. entender como funcionam startups;
. entender modelos de negócio dos mais variados segmentos;
. seguir inovando nos seus projetos;
. aplicar as técnicas mais recentes de inovação no seu negócio;
. receber mentoria para transformar o seu negócio.

Assine ao Octanage gratuitamente e faça parte do TIME Octanage: Transpiração, Inspiração, Motivação para Empreender.

Website: Octanage.com
Facebook: Facebook.com/Octanage
Instagram: Instagram.com/OctanagePodcast
Twitter: Twitter.com/Octanage

André Piazza: linkedin.com/in/andrepiazza
Vinícius Fachinetto: linkedin.com/in/vfachinetto

Octanage André Piazza e Vinícius Fachinetto

    • Empreendedorismo
    • 5.0, 10 avaliações

Empreendedores que fazem a diferença no Brasil e no mundo compartilham histórias incríveis, liderança, sonhos, desafios e superações reais vividos ao longo da sua trajetória pessoal. Cada episódio vem repleto de dicas e recursos para inspirar e motivar você a empreender cada vez mais e melhor!

Octanage é para quem quer:
. Aprender & Empreender;
. Compartilhar conhecimento e experiências reais;
. Conectar diretamente com empreendedores dos mais variados setores do Brasil e do Mundo;
. Sair da mesmice e fazer a diferença;
. Transformar a realidade ao seu redor;
. Ser e entregar o melhor de si;
. Desenvolver o seu pleno potencial;
. entender como funcionam startups;
. entender modelos de negócio dos mais variados segmentos;
. seguir inovando nos seus projetos;
. aplicar as técnicas mais recentes de inovação no seu negócio;
. receber mentoria para transformar o seu negócio.

Assine ao Octanage gratuitamente e faça parte do TIME Octanage: Transpiração, Inspiração, Motivação para Empreender.

Website: Octanage.com
Facebook: Facebook.com/Octanage
Instagram: Instagram.com/OctanagePodcast
Twitter: Twitter.com/Octanage

André Piazza: linkedin.com/in/andrepiazza
Vinícius Fachinetto: linkedin.com/in/vfachinetto

    Tomada de Decisão - Pilar #4 da Transformação Digital | LAB018

    Tomada de Decisão - Pilar #4 da Transformação Digital | LAB018

    Dados, dados e mais dados. Um dos resultados mais palpáveis da revolução digital: começamos a gerar, armazenar, distribuir e interagir com uma quantidade enorme de dados numa base diária. Estima-se que em média gerem-se 2 megabytes de dados por segundo para cada pessoa do planeta; totalizando 40 trilhões de gigabytes de dados disponíveis. Para se ter uma ideia, isso é a capacidade de armazenamento disponível em 5 trilhões de DVDs = mais de 700 DVDs para cada habitante do planeta.
    A revolução digital chegou em cada função dentro de uma startup e em cada departamento de uma empresa. Os processos são gradativamente digitalizados, como vimos no episódio passado LAB017 sobre Eficiência e Automação, gerando dados que podem - devem, como eu proponho - participar na parte mais importante do processo de gestão: a tomada de decisão.
    Antes de compartilhar uma receita para fazer essa transformação no seu empreendimento, aproveito para recordar alguns aspectos importantes da tomada de decisão no contexto empresarial.
    Como definir uma boa decisão de negócio
    Em geral, boas decisões para o negócio são tomadas de forma objetiva, baseadas em fatos (não em opiniões) e de forma consistente, alinhadas com a equipe, com os objetivos, e com os valores da empresa. Cada um desses elementos precisam ser mantidos e podem até ser aprimorados através de um projeto de transformação digital para preservar a capacidade dos gestores e das equipes de tomarem decisões acertadas e ágeis para o seu negócio.
    As 6 Etapas para a Tomada de Decisão na Era Digital
    Coleta de Dados (processos; Tudo que pode ser medido pode ser melhorado)
    Montar os indicadores (baseados nos objetivos)
    Visualização e Dashboards (indicadores, KPIs; Tableau e Google Data Studio)
    Análise dos Indicadores (onde estava, onde estou, para onde vou / meta)
    Alinhamento dos Gestores e da Equipe (resolver divergências de entendimento na equipe; a diferença entre ser data-driven e data-informed)
    Plano de Ação (o que de fato transforma o negócio, e os gestores já sabem fazer)

    Coleta de Dados

    Ponto de vista de processos; 
    Tudo que pode ser medido pode ser melhorado; 
    pontos de coleta no processo

    Montar Indicadores e Métricas

    alinhados com os objetivos da equipe e do negócio
    montar os indicadores: eficiência, produtividade, tempo, resultado. Em vendas: receita, margem, lucro, atingimento de quota, valor médio por ordem; SaaS: custo de aquisição do cliente (CAC); receita média recorrente (MMR); clientes perdidos (churn); valor do cliente ao longo da vida (LTV)
    estabelecer: onde estava (série histórica), onde estou, para onde vou / meta
    Para facilitar a análise que vai acontecer, distinguir rapidamente entre o que está bem e o que está mal; metas atingidas ou em aberto

    Visualização e Dashboards

    Gráficos, mapas de calor, tabelas e sparklines; bullets e interpretações
    Excel / Google Sheets
    Tableau e Google Data Studio

    Análise do Dashboard

    Gap entre onde estava / onde estou
    Gap entre onde estou / meta
    Celebrar os atingimentos
    Focar a discussão nas metas ainda em aberto

    Alinhamento dos Gestores e da Equipe

    Um lado 100% humano e que não pode ser excluído de um projeto de transformação digital: resolver divergências de entendimento na equipe. Alimente continuamente a sua equipe com informações para que cada pessoa saiba orientar o seu trabalho de acordo com os objetivos e a situação atual do seu setor
    a diferença entre ser guiado pelos dados (data-driven) ou informado pelos dados (data-informed)

    Planos de Ação

    o que de fato transforma o negócio, e os gestores já sabem fazer: tomar decisões
    plano com ações, responsáveis, datas, e rever o andamento das ações anteriores
     
    E o processo reinicia! Mais ações, mais dados, mais análise, e novas decisões a serem tomadas para levar o negócio ao sucesso utiliz

    • 19 min
    Eficiência e Automação - Pilar #3 da Transformação Digital | LAB017

    Eficiência e Automação - Pilar #3 da Transformação Digital | LAB017

    O Que São Eficiência e Automação?
    A eficiência está diretamente ligada à operação: a parte central, das atividades e recursos usados para produzir e entregar produtos e serviços. É o núcleo do negócio, englobando seus principais processos.
    Neste episódio exploramos como a transformação digital impacta esse núcleo:
    o entendimento desses processos-chave
    A identificação de oportunidades nesses processos relacionadas à ganhar eficiência e agilidade (eficiência = otimizar utilização de recursos; agilidade = capacidade de implementar mudanças)
    Exemplos e Benefícios da Automação
    Quando, Por quê, e Como Automatizar?
    A automação de processos é o uso da tecnologia para executar tarefas ou processos recorrentes em um negócio em que o esforço manual pode ser substituído. Isso é feito para obter minimização de custos, maior eficiência e processos simplificados.
    Alguns Exemplos de Automação
    Pessoas em geral:
    Notificações por email e push nos aplicativos
    Pesquisas de satisfação

    Para equipes:
    Integração de sistemas que não se falavam
    Relatórios
    Fluxo / workflow de aprovações

    Consultores e Profissionais Independentes: Agendamento de clientes, confirmação e pagamentos
    RH: Recrutamento e Seleção
    Compras: Processo de compras
    IT:
    Migração de dados
    Backup e restauração

    Vendas:
    Call center
    Ordens de venda

    Suporte ao Cliente:
    Rastreamento de pedidos
    Chatbots que levam à solução de problemas online (Zoom, por exemplo, não oferece suporte humano para usuários do plano gratuito, apenas documentação online)

    Contabilidade e Finanças: Folha de pagamento
    Lançamentos de produtos
    Marketing:
    Geração de Leads
    Postagem em redes sociais

    IOT (Internet das Coisas)
    Indústria
    Casas Inteligentes

    Robotização na Manufatura
    Quando Automatizar Processos?
    Baseado no entendimento do processo: repetitivo e consistente
    Alto volume de tarefas
    Envolve várias pessoas para atingir o resultado desejado
    Impacto: economias ou ganhos de receita, tempo de processo, confiabilidade no resultado, simplificação do processo, integração com outros processos e sistemas
    Conformidade e auditoria, em setores regulamentados
    Por Quê Automatizar?
    Para a equipe interna, é um passo muito visível e energizante porque as pessoas vêem melhoras direta no seu trabalho
    Clareza dos processos: Para automatizar, você tem que mapear e estruturar todo o fluxo de ações
    Controle e Segurança: Todos os passos são gravados, facilitando assim qualquer auditoria
    Padronização de processos;
    Satisfação do Cliente e Experiencia do Cliente - mencionados no episodio anterior LAB016
    Benefícios da Automação
    Produtividade
    Transparência
    Geração de medidas e Indicadores
    Redução de custos, atrasos e erros
    Simplificação de processos
    Como Automatizar
    Clareza de quais tarefas estão envolvidas, quem é responsável e quando cada tarefa precisa ser executada.
    Certifique-se de ter objetivos claramente definidos ao automatizar um processo de negócio.
    Avalie os resultados com uma abordagem em fases. Muitas organizações ficam decepcionadas quando os resultados não se materializam da noite para o dia.
    Invista tempo adequado no treinamento de funcionários e considere um período de ajuste.
    Pense no longo prazo otimizar o retorno do investimento (ROI)
    Ferramentas de Automação
    Zapier
    IFTTT
    Automate.io

    • 37 min
    Novas Formas de Receitas - Pilar #2 da Transformação Digital | LAB016

    Novas Formas de Receitas - Pilar #2 da Transformação Digital | LAB016

    • 36 min
    Experiência do Cliente (CX) - Pilar #1 da Transformação Digital | LAB015

    Experiência do Cliente (CX) - Pilar #1 da Transformação Digital | LAB015

    Essa será uma série de 5 episódios onde vamos falar dos 5 pilares da transformação digital, mencionados em um episódio gravado pelo André Piazza no P006 que são 
    Experiência do Cliente
    Novas Receitas e Vendas Digitais
    Eficiência e Automação
    Processo de Tomada de Decisão
    Novos Modelos de Negócios
    O que é CX
    CX (abreviação do inglês Customer eXperience) é a experiência do cliente, através de todos os canais de contato com uma empresa, produto ou serviço. Implica o envolvimento do/a cliente em múltiplos níveis: racional, emocional, sensorial, físico, e espiritual.
    Não é apenas um número. Tem repercussão direta na credibilidade da empresa, crescimento do faturamento, recomendações e fidelização do cliente.
    Hoje mais do que nunca, os clientes têm o poder nas mãos. Foi-se o tempo em que as empresas davam as cartas. Antigamente, a mídia era utilizada para criar a percepção de superioridade do produto ou serviço, usando o rádio e depois a TV. Com a revolução digital, podemos pesquisar sobre determinada empresa e serviço com recursos que estão na palma da mão. Descobrimos rapidamente sobre a experiência de outras pessoas com aquela marca. Comparamos produtos com igual facilidade. Por isso, os tempos atuais são conhecidos como a Era do Cliente.
    Como ter uma grande e positiva experiência do cliente?
    Tudo começa por mapear a jornada de compra do seu cliente, identificando os pontos de interação do cliente com a empresa nas suas mais variadas presenças:
    varejo
    pessoas
    produtos
    redes sociais
    marca
    Exemplo de Jornada do Cliente
    pesquisa no mecanismo de busca
    acesso ao website
    procura produto
    as informações de compra estão claras?
    comparar produtos dentro do mesmo website
    é fácil de executar pagamento e checkout?
    a entrega é rápida?
    consegue conferir se fez o pedido certo?
    e se veio errado, como é o suporte?
    fácil de cancelar ou devolver?
    como os erros de pedido são resolvidos?
    e o tempo de atendimento? é muito demorado?
    Se você não perguntar, nunca vai saber. Não tenha medo de perguntar e mais do que ouvir críticas, saiba tomar ação.
    CX para Apps
    Um dos meus aprendizados de maior impacto em termos de experiência de cliente foi quando passei a utilizar a Metodologia Jobs to Be Done: muito além da usabilidade, leva em conta os objetivos do usuário, medindo diretamente em eixos distintos o valor da importância de cada objetivo e a satisfação ao utilizar o app / ferramenta para atingí-lo. Esse tipo de análise permite não apenas entregar a funcionalidade certa, mas o nível nível de satisfação necessário para aquele objetivo. Uma outra forma de utilizar o gráfico é executar uma comparação com workarounds e alternativas utilizadas pelo usuário, utilizando métricas de velocidade, estabilidade, e atingimento de resultados para cada objetivo esperado pelos usuários. 
    Indicadores da Experiência do Cliente
    Outros indicadores usados com muita frequência nas mais variadas indústrias para medir a experiência do cliente:
    Customer Effort Score (CES): O grau de dificuldade em atingir um objetivo
    Net Promoter Score® (NPS): o quanto o usuário recomenda um produto ou marca baseado na sua experiência 
    Customer Satisfaction Score (CSAT): satisfação com produto ou serviço
    Time To Resolution (TTR): utilizado no Suporte e Atendimento ao Cliente para medir o tempo entre o usuário iniciar um chamado até ele ser resolvido
     
     
     

    • 29 min
    Por Mais Inclusividade no Empreendedorismo | LAB014

    Por Mais Inclusividade no Empreendedorismo | LAB014

    Na última semana assistimos chocados ao assassinato de George Floyd, e revoltados com o fato dessa situação estar longe de ser um caso isolado, configurando mais como rotina de violência e preconceito para comunidades inteiras ao redor do mundo.
    Neste episódio LAB014 gostaríamos de ressaltar a Inclusividade como valor dentro do empreendedorismo, repassar alguns dos nossos aprendizados aqui no Octanage e compartilhar dados sobre o Empreendedorismo Negro no Brasil. Por fim, gostaríamos de colocar algumas perspectivas para a conscientização das dificuldades ao se empreender sem privilégios.
    Inclusividade na Abordagem do Empreendedorismo
    Um dos valores do Octanage é a Inclusividade ("Todas as Formas de Empreender, sem Viéses nem Mitos"). Nosso entendimento ao iniciar o podcast em 2017 era o de que as narrativas sobre o tema estavam confinadas a modelos distantes, como o Vale do Silício, ou a figuras com credenciais questionáveis e sem a experiência prática, o que na época era conhecido como empreendedorismo de palco.
    Diversidade no Empreendedorismo 
    Ao longo dos anos, a forma como desenvolvemos esse valor da inclusividade foi o de uma cobertura ampla dos temas relacionados ao empreendedorismo.
    Nosso conteúdo hoje cobre mais de 100 categorias, e em Juho de 2020, é reconhecido pelo Google como #1 para a palavra-chave "temas do empreendedorismo".
    Estudo do Empreendedorismo Negro no Brasil
    Na segunda metade de 2019 foi realizada uma pesquisa com mais de 1200 empreendedores e empreendedoras em todo o país, organizado pela PretaHub, uma das diversas aceleradoras negras que operam no país. O resultado desse estudo cria um perfil do empreendedorismo negro no Brasil, e das dificuldades que enfrentam.
    Entrevista com Adriana Barbosa, CEO da PretaHub, responsável pelo estudo
    Dificuldades para Empreender quando Não se Tem Privilégios
    Um das maiores dificuldades citadas pelos nossos entrevistados, e assunto já recorrente no ecossistema de startups, é a dificuldade de captar investimentos e obter financiamentos dentro da comunidade de Venture Capitalists (VCs).
    Uma das soluções encontradas ao redor do mundo foi a criação de aceleradoras voltados a públicos específicos, como mulheres, negros, latinos, ou minorias.
    A ideia por trás desse tipo de iniciativa é de ajudar aos empreendedores a superar as barreiras de captação de recursos para a atividade empreendedora, oportunizando relacionamentos, estratégias de investimento e colaboração. Ao longo dos anos, à medida que esses relacionamentos se aprofundam e ganham corpo, forma-se a base de suporte de um ecossistema cujas decisões são baseadas em um novo modelo de venture capital.
    Episódios do Octanage citados nesse episódio

    Herbert MotaDa Periferia para o Mundo: Movimento, Logo Existo com Hebert Mota | Kal911 (E075)


    Edson Mackeenzy - O MackO DNA do Maior Mentor de Startups do Brasil com Edson Mackeenzy (E064)


    Fabrício GoulartShark Tank Brasil: Usando Bananas para Inovar na Gastronomia com Fabricio Goulart | Feitosa Gourmet (E046)


    Taciana MelloA Força e o Impacto do Empreendedorismo Feminino no Brasil e no Mundo com Taciana Mello | The Girls on the Road (E029)


    Leonardo GrossHealthTech + Inteligência Artificial: Criando um Estilo de Vida Saudável com Leonardo Gross | Suisse Life Science (E018)

     

    • 18 min
    SEO: Como Rankeamos em Primeiro Lugar no Google | LAB013

    SEO: Como Rankeamos em Primeiro Lugar no Google | LAB013

    Uma das grandes possibilidades para gestores e empreendedores interessados em dar passos na direção da Transformação Digital dos seus negócios é a de utilizar os recursos e ativos digitais que já possuem. Uma das formas de integrar esses ativos é utilizar técnicas de SEO, na qual aproveitamos o conteúdo pré-existente para gerar impacto direto no negócio como aumento de receita.
    Como Rankear em Primeiro no Google?
    Se você pesquisar por “temas empreendedorismo” no Google, vai encontrar a mais nova história de sucesso do próprio Octanage: nossa página de Temas do Empreendedorismo é #1 no ranking do Google para o termo de busca.
    Este atingimento teve um impacto direto nos nossos indicadores do website:
    Aumento do tráfego diário orgânico
    Dobrou tempo de permanência médio dos usuários no website
    Reduziu a taxa de rejeição (bounce rate) - que já era baixa - pela metade
    Elevou o Domain Authority (DA), medida da credibilidade do website, num curto espaço de tempo
    Como Funciona o Algoritmo do Google: como um mecanismo de busca monta o ranking
    Um mecanismo de busca funciona em 3 etapas:
    Rastreamento dos websites (crawling)
    Indexação dos resultados em uma base de dados contendo mais de 200 sinais para cada website 
    Rankeamento dos resultados baseado nos sinais coletados
    Dentre os sinais coletados os mais relevantes são:
    Relevância do conteúdo da página para a pesquisa do usuário
    Link externos (backlinks) e a autoridade dos domínios (DA) que apontam para a página
    Links internos
    Tempo de permanência do usuário no website e taxa de rejeição (bounce rate)
    Velocidade de carregamento da página
    O Básico de SEO
    Em primeiro lugar, a audiência: saber exatamente para quem você está criando conteúdo, e criar conteúdo para essa audiência
    Entender as palavras-chave usadas por essa audiência em relação ao seu negócio ou produto: o que as suas personas procuram? como essas palavras-chave se relacionam?
    Desenvolver conteúdo para cauda curta e também a cauda longa da busca: ocupando palavras-chave mais curtas e genéricas ("empreendedorismo" ou "temas empreendedorismo" no caso do Octanage), outros ocupando palavras-chave mais longas e específicias ("empreendedorismo feminino rio grande do norte", "transformação digital gestores lavanderias")  
    À medida que o conteúdo for sendo desenvolvido, incluir links internos (de forma a ajudar o mecanismo de busca a entender como o seu conteúdo se inter-relaciona)
    Assim que o conteúdo estiver pronto, granjear espaço em websites com alto DA (Domain Authority) - mais conhecido como backlinks. O entendimento é que se sites com alta credibilidade mencionam o seu conteúdo através de links, é porque o seu conteúdo também é relevante
    Trabalhar o meta do conteúdo: títulos, descrições claros
    Consistência de conteúdo ao redor das palavras-chave escolhidas, e frequência na criação de novo conteúdo
    Técnicas Modernas de SEO
    Além do básico que acabei de mencionar, o trabalho moderno de SEO inclui: 
    Escrever conteúdo mais longo, com 1500 palavras
    Escrever para humanos, que prenda o usuário: entretenha, informe, inspire. Palavras-chave são importante, mas a inteligência artificial do mecanismo de busca já consegue distinguir o impacto de um texto sobre um leitor humano versus um texto cheio de palavras-chave desconexas!
    Categorização do conteúdo dentro dos esquemas do Google (artigos, vídeos, respostas rápidas, etc)
    Octanage SEO: Projete a sua Autoridade no Google 
    Baseado nos resultados que obtivemos aqui no Octanage, resolvemos oferecer esse serviço para os nossos ouvintes e leitores em busca de resultados de SEO para o conteúdo do seu website.
    O que é: Otimização de SEO para websites com conteúdo
    Para quem é: empresas que tem conteúdo criado mas estão tendo dificuldade em rankear no Google há anos
    Inscreva-se: clique

    • 22 min

Opiniões de clientes

5.0 de 5
10 avaliações

10 avaliações

LeonardoGross ,

Para o empreendedor atualizado

Pessoas reais, estórias reais. Sem sensacionalismo.

pimana83 ,

Melhor podcast de empreendedorismo do Brasil

Gostei muito! As dicas me auxiliaram bastante! Excelente podcast, recomendo!!

bruvarante ,

Inspirador

Muito boas dicas!

Top podcasts em Empreendedorismo

Ouvintes também assinaram