73 episódios

O podcast 40 graus é uma produção semanal sobre os fatos mais relevantes da política e cotidiano. Toda sexta-feira, às 18h, uma nova edição.

Informação com muita opinião. Porque se estiver frio, a gente esquenta.

Podcast 40 Graus Podcast 40 Graus

    • Notícias
    • 5,0 • 2 avaliações

O podcast 40 graus é uma produção semanal sobre os fatos mais relevantes da política e cotidiano. Toda sexta-feira, às 18h, uma nova edição.

Informação com muita opinião. Porque se estiver frio, a gente esquenta.

    046: A eleição começou

    046: A eleição começou

    Hoje é o último dia para as convenções partidárias e o episódio #46 do Podcast 40 Graus foi gravado antes do fim deste prazo. Começa oficialmente a corrida eleitoral que vai definir o destino de milhões de brasileiros no ano de 2022. Nestas eleições, serão escolhidos deputados estaduais, deputados federais, governadores, senadores, e ainda quem será o próximo presidente da República. 

    Com todas as projeções indicando cenário adverso, o atual ocupante do Palácio do Planalto, presidente Jair Bolsonaro, tenta a todo custo se manter no cargo. Seu principal adversário é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera todas as pesquisas. Outros candidatos, como Ciro e Tebet, correm por fora. 

    Na Paraíba, dois fatos políticos se destacaram na semana: a visita do ex-presidente Lula e o anúncio da deputada estadual Pollyanna Dutra como senadora na chapa de reeleição do governador João Azevêdo. Ricardo Coutinho deixou de ser a única opção para o Senado no campo progressista. Contra Efraim Filho, Bruno Roberto e o Pastor Sérgio, a esquerda agora tem Pollyanna e Ricardo. Sendo o último inelegível, pode restar apenas Pollyanna. 

    O Podcast 40 Graus entra em recesso até o primeiro turno das eleições de 2022. Voltamos dia 7 de outubro.

    • 1h
    045: E as campanhas?

    045: E as campanhas?

    Para chegar vivo na disputa à reeleição, o presidente Jair Bolsonaro precisou fazer uma mudança drástica na rota de seu discurso. Em comparação ao Bolsonaro que venceu as eleições em 2018, o atual encontra-se praticamente desarmado. As pautas conservadoras, como o kit gay, não colam diante de um país que enfrenta uma crise sem precedentes, com alto índice de desemprego e inflação descontrolada. O interesse da população nas candidaturas está mais para quem vai resolver as questões econômicas e sociais do país, e por isso Lula, que comprovadamente já acertou, lidera as pesquisas. Além desse aspecto, outras bandeiras do Bolsonaro de 2018 caíram por terra, como combate à corrupção, rompimento com o Centrão e liberalismo econômico, pois ao longo de 4 anos ele ou fez tudo ao contrário, ou se aliou com quem desmonta seu antigo discurso.


    No episódio #45 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira vão além da política e trazem a experiência da atuação profissional no âmbito do marketing político para analisar como andam as campanhas eleitorais até aqui.


    Se na corrida presidencial Bolsonaro, Ciro e Lula já têm discurso definido, a disputa pela cadeira do Palácio da Redenção ainda engatinha, com pouco conceito e mais atenção dos candidatos aos arranjos políticos e alianças nos municípios. Para o Senado, Efraim, pastor Sérgio e Ricardo já demonstram qual caminho devem seguir. 

    • 1h 11 min
    044: O golpe taí

    044: O golpe taí

    O presidente Jair Bolsonaro voltou a ameaçar o Estado Democrático de Direito no Brasil. Sua persistente narrativa que busca contestar a segurança do sistema eleitoral e das urnas eletrônicas busca criar um clima de instabilidade social diante da iminente derrota nas eleições deste ano. Com o objetivo de ampliar a disseminação de suas teorias para além de seus costumeiros apoiadores, o presidente convocou embaixadores e representantes de 50 países em busca de apoio internacional. No evento, Bolsonaro mentiu, como previsto, mas não foi só isso, seguiu elevando o tom golpista e ameaçando inviabilizar o processo eleitoral. Será que teremos eleições?

    No episódio #44 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira analisam a escancarada ameaça de golpe feita por Jair Bolsonaro a poucos meses das eleições. 

    Ainda neste programa, fatos que foram destaque no Brasil e na Paraíba entram em discussão: Michel Temer diz que Dilma é "honestíssima", e a ex-presidente rebate ao afirmar que a história não absolve traidores; e o ex-deputado Eduardo Cunha recuperou seus direitos políticos.

    Na Paraíba, três petistas desistiram da vice na chapa do senador Veneziano Vital do Rêgo para o Governo do Estado, mas há moído interno no partido com brigas entre o grupo de Ricardo e outros poucos divergentes que restaram; o Republicanos acertou as pontas com o governador João Azevêdo e ficará na base de apoio à reeleição, o que ninguém sabe é quem será o senador de João. 

    • 1h
    043: Arthur é quem manda

    043: Arthur é quem manda

    Arthur Lira ultrapassou os limites de aliado do presidente Jair Bolsonaro. Além de cumprir o serviço pedido ao reiteradamente quebrar o regimento da Casa para atropelar processos e prazos em função dos interesses do Planalto, Lira tem reunido em torno de si a força política que nenhum outro presidente da Câmara dos Deputados jamais teve. É tanto poder concentrado em um homem só que ele chega a flertar com ataques antidemocráticos ao defender o regime de semipresidencialismo em pleno ano eleitoral no sonho de se tornar um primeiro ministro.

    Seja Lula ou Bolsonaro o próximo presidente da República, o que se diz entre os parlamentares do Centrão é que a Câmara dos Deputados continuará sob o comando de Lira. No episódio #43 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira expõem as violações regimentais que vêm acontecendo no Congresso Nacional em virtude da pressão eleitoral e do crescimento do atual presidente da Câmara, Arthur Lira.

    Outros assuntos que foram destaque na semana também entram na mesa do debate: a PEC Kamikaze já está em vigor; o assassinato do militante petista por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro tem gerado conflitos sobre o conceito de crime por motivação política; e o estupro praticado por um médico contra uma paciente durante uma cirurgia de cesárea.

    Na Paraíba, o governador João Azevêdo promoveu um evento de campanha para mostrar força política, mas chapa definida que é bom, por enquanto nada. As pesquisas apontam para uma eleição bastante acirrada, com forte tendência de segundo turno. 

    • 1h 3 min
    042: Pacote de bondades

    042: Pacote de bondades

    São muitos os nomes para uma mesma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Esta nova medida do Governo Jair Bolsonaro tem sido vista como oportunista, eleitoreira e até desesperada. Chamem do que quiserem, de PEC do Desespero, PEC do Arrombamento do Teto de Gastos, PEC da Boca de Urna ou até PEC Emergencial. O que não dá para esconder é a forçação de barra do governo para tentar conter o desastre da política econômica de Bolsonaro diante de uma provável derrota eleitoral. 

    No episódio 42, o Podcast 40 Graus discute os possíveis efeitos políticos deste pacote de bondades do Governo Bolsonaro às vésperas da eleição presidencial. 

    Ainda neste programa, Anderson Pires e Felipe Gesteira abordam outros temas que esquentaram a política nacional ao longo da semana: adiamento da CPI do MEC; redução dos preços dos combustíveis; inflação acumulada em 11,89%; e ainda os ataques à campanha de Lula e ao juiz que mandou prender o ex-ministro Milton Ribeiro. 

    Na Paraíba, passou o São João, mas a fogueira na política ainda não apagou. Se a chapa do governador João Azevêdo segue indefinida, do outro lado, seja com Veneziano, seja com Pedro, não tem nada fechado. Enquanto os cabeças de chapa se articulam, Ricardo, na iminência da confirmação de sua inelegibilidade, procura um substituto.

    • 1h 2 min
    041: PEC da Boca de Urna

    041: PEC da Boca de Urna

    O Governo Bolsonaro se elegeu tendo entre suas bandeiras a promessa de "menos estado", tem como presidente da República um senhor que sempre combateu as políticas assistencialistas, passou os três primeiros anos coerentemente se ausentando da sua função de assistir os mais necessitados com políticas econômicas efetivas para enfrentar a pobreza. Agora, este mesmo governo que se propunha até então a atender aos neoliberais faz um freio de arrumação e muda completamente de rumo. O objetivo é claramente eleitoral e mostra o tamanho do desespero de Bolsonaro para conseguir se reeleger. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do estado de emergência, também chamada de PEC do Desespero ou PEC do Arrombamento do Teto, é a prova que o presidente topa tudo para tentar reverter o iminente desastre eleitoral com um arremedo político, chancelado pelo Congresso, em ano de eleição. 

    No episódio 41 do Podcast 40 Graus, Anderson Pires e Felipe Gesteira destrincham os diversos pontos da empreitada eleitoreira de Bolsonaro em forma de PEC, com seus possíveis resultados.

    Também entram no debate outros fatos que mexeram com a política ao longo da semana: o pedido de instalação da CPI do MEC e a suspeita de interferência do presidente Jair Bolsonaro na investigação da Polícia Federal; o escândalo dos casos de assédio sexual na Caixa Econômica Federal envolvendo um dos principais assessores de Bolsonaro; os números do anuário da segurança pública; e os dados referentes ao desemprego no Brasil.

    A política na Paraíba neste pós-São João também é destaque no programa. A eterna saga para saber quem será o vice na chapa do governador João Azevêdo continua, e Hugo Motta diz que ao Republicanos, só a vice interessa; o Governo da Paraíba encerra o ciclo de seu "Orçamento Participativo", aqui chamado de Orçamento Democrático Estadual; e as candidaturas de jornalistas, comunicadores e influencers, que ganharam um concorrente de peso nesta semana. 

    • 1h 6 min

Opiniões de clientes

5,0 de 5
2 avaliações

2 avaliações

Top podcasts em Notícias

G1
Petit Journal
Central 3 Podcasts
Rica Perrone
O Globo
CBN