1h 30 min

Quando a arte envelhece mal: apagar, explicar ou alterar? Braincast

    • Negócios

Em meio ao caos da pandemia, protestos antirracismo ganharam as ruas do mundo em 2020, após o assassinato de George Floyd, vítima da violência policial nos Estados Unidos. Além de estopim dos atos, o caso levantou discussões de representações culturais que envelheceram mal.

Desde o clássico "E o Vento Levou", passando por séries como "Scrubs", "Community", "30 Rock", "The Office", Mad Men", incluindo até a derrubada de estátuas em diversas cidades. Sem esquecer, claro, de músicas machistas e do antigo debate sobre a literatura de Monteiro Lobato aqui no Brasil

No Braincast 366, Carlos Merigo, Oga Mendonça, Alexandre Maron e Túlio Custódio debatem a melhor maneira de lidar com obras consideradas racistas e preconceituosas. Qual a abordagem correta: apagar, alterar ou contextualizar?

Em meio ao caos da pandemia, protestos antirracismo ganharam as ruas do mundo em 2020, após o assassinato de George Floyd, vítima da violência policial nos Estados Unidos. Além de estopim dos atos, o caso levantou discussões de representações culturais que envelheceram mal.

Desde o clássico "E o Vento Levou", passando por séries como "Scrubs", "Community", "30 Rock", "The Office", Mad Men", incluindo até a derrubada de estátuas em diversas cidades. Sem esquecer, claro, de músicas machistas e do antigo debate sobre a literatura de Monteiro Lobato aqui no Brasil

No Braincast 366, Carlos Merigo, Oga Mendonça, Alexandre Maron e Túlio Custódio debatem a melhor maneira de lidar com obras consideradas racistas e preconceituosas. Qual a abordagem correta: apagar, alterar ou contextualizar?

1h 30 min

Top podcasts em Negócios

Mais de B9