39 Folgen

Cada um de nós tem que ser ao mesmo tempo instrutor e seguidor, isto é, tem que aprender, não dos livros, nem de outra pessoa, porém, pela compreensão de seu próprio processo pensante. 

E, para compreendê-lo profundamente, para descobrir a verdade, temos que rejeitar toda a espécie de autoridade porque, quando estamos examinando alguma coisa, não pode haver opiniões a seu respeito, baseadas na concordância ou na discordância.

Estamos tratando de fatos, e não de opiniões, que só levam a debates, sem nenhum sentido. Temos que compreender como é que pensamos, e qual é a natureza do pensar.

Gestão de si Gestão de si

    • Philosophie

Cada um de nós tem que ser ao mesmo tempo instrutor e seguidor, isto é, tem que aprender, não dos livros, nem de outra pessoa, porém, pela compreensão de seu próprio processo pensante. 

E, para compreendê-lo profundamente, para descobrir a verdade, temos que rejeitar toda a espécie de autoridade porque, quando estamos examinando alguma coisa, não pode haver opiniões a seu respeito, baseadas na concordância ou na discordância.

Estamos tratando de fatos, e não de opiniões, que só levam a debates, sem nenhum sentido. Temos que compreender como é que pensamos, e qual é a natureza do pensar.

    Sobre o correto pensar ( J. Krishnamurti )

    Sobre o correto pensar ( J. Krishnamurti )

    Sem se conhecer a si mesmo, a simples acumulação de ideias, a aceitação de crenças e teorias não tem nenhum sentido. Sem se conhecer a si mesmo, você sempre será pego na incerteza, dependendo do humor, das circunstâncias. Sem se conhecer a si mesmo completamente, você não pode pensar corretamente Com certeza isto é bem óbvio.

    Se eu não sei quais são os meus motivos, minhas intenções, meus pensamentos e sentimentos particulares, como é que posso concordar ou discordar de outra pessoa ? Como posso avaliar ou estabelecer minha relação com outra pessoa ? Como posso descobrir qualquer coisa da vida se não conheço a mim mesmo? E conhecer a mim mesmo é uma tarefa enorme, que requer constante observação, uma vigilância meditativa.

    • 50 s
    Para aprender a mente deve estar silenciosa ( J. Krishnamurti )

    Para aprender a mente deve estar silenciosa ( J. Krishnamurti )

    Quando nos achamos num estado mental receptivo, as coisas podem ser compreendidas facilmente; estamos escutando quando estamos dando real atenção a uma coisa. Mas, infelizmente, costumamos ouvir através de uma cortina de resistência. nos protegendo com nossos preconceitos, religiosos, espirituais, psicológicos ou científicos, com nossas preocupações, desejos e temores de todos os dias. Tudo isso constitui uma cortina, por de atrás da qual escutamos as coisas. Por tanto, de fato, só estamos dando atenção às nossas próprias vozes e não ao que se está dizendo.

    • 14 Min.
    Eu não sou seu guru ( J. Krishnamurti )

    Eu não sou seu guru ( J. Krishnamurti )

    Estas conferências apontam para compreender como nós somos, apenas como nós somos, nos momentos vivos da nossa vida diária — não como deveríamos ser, segundo a definição dos valores culturais, ideais religiosos e futuros projetados por nós próprios. Tais descobertas nos pedem para ser compreendidas, e não que aceitemos este texto como verdade.

    • 8 Min.
    A real revolução ( J. Krishnamurti )

    A real revolução ( J. Krishnamurti )

    Estamos nos defrontando com uma tremenda crise; uma crise que os políticos jamais podem solucionar porque eles são incapazes de lidar com o que está acontecendo, estão programados para pensar de um determinado modo nem, os cientistas podem compreender ou solucionar a crise, nem o mundo dos negócios, o mundo do dinheiro.

    O momento crítico, a decisão perceptiva, o desafio, não está na política, na religião, no mundo científico - está na nossa consciência. 

    (...) O homem está sempre procurando pela liberdade, mas liberdade meramente externa, em relação a estrutura social. Portanto ele está em revolta contra a sociedade mas não contra a estrutura psicológica interna que criou a sociedade. 

    (...) O problema não é mudar a sociedade, em absoluto. E nós sempre disparamos, em falar sobre mudar a sociedade, uma boa sociedade, uma grande sociedade, e tudo mais. Eu acho que o problema real é: pode haver uma mutação real na mente humana ? Essa é a questão real. Quando isso acontecer, a sociedade cuidará de si própria.
    J.Krishnamurti- A real revolução

    • 1 Min.
    A educação e o significado da vida - A cultura e o problema humano ( J. Krishnamurti )

    A educação e o significado da vida - A cultura e o problema humano ( J. Krishnamurti )

    Eu me pergunto se alguma vez nós perguntamos o que significa educação. Por que vamos à escola, por que aprendemos várias disciplinas, por que fazemos exames e competimos uns com os outros pelas melhores notas? O que significa essa chamada educação, e qual a sua finalidade? Esta é realmente uma pergunta muito importante, não apenas para os alunos, mas também para os pais, para os professores e para todos que amam esta terra. Por que passamos pela luta para ser educado? É apenas para passar em alguns exames e conseguir um emprego? Ou é função da educação nos preparar, quando jovens, para entender todo o processo da vida? Ter um emprego e ganhar a vida é necessário - mas isso é tudo ? Estamos sendo apenas para isso ?

    • 16 Min.
    A revolta que nasce da compreensão ( J. Krishnamurti )

    A revolta que nasce da compreensão ( J. Krishnamurti )

    A revolta que parte de dentro da sociedade, com o objetivo de melhorá-la um pouco, de colocar em execução certas reformas, isso é como uma revolta de presos que querem melhorar de vida entre os muros da prisão; e uma revolta desta natureza não é revolta, porém, simples motim.

    • 3 Min.

Top‑Podcasts in Philosophie