11 afleveringen

Pra quem tem sede de Rock e é louco por Cerveja!

Cerveja é sinal de celebração e este fator fica ainda mais evidenciado, quando somado a isso temos uma dose de Rock’n Roll, eis que o resultado é um programa diferenciado, pioneiro no país, que tem a missão de levar ao ouvinte/internauta, informação, entretenimento e a cultura do Mundo Cervejeiro.

Ao contrário do que se pensa, o conteúdo veiculado no programa, é o mote do Cervejeiro Artesanal, onde se prega: “Beba menos e beba melhor”. A cada programa um entrevistado expõe sua visão sobre o mercado, estilos de cerveja, harmonização e novidades

Programa Rock Beer Programa Rock Beer

    • Entertainmentnieuws

Pra quem tem sede de Rock e é louco por Cerveja!

Cerveja é sinal de celebração e este fator fica ainda mais evidenciado, quando somado a isso temos uma dose de Rock’n Roll, eis que o resultado é um programa diferenciado, pioneiro no país, que tem a missão de levar ao ouvinte/internauta, informação, entretenimento e a cultura do Mundo Cervejeiro.

Ao contrário do que se pensa, o conteúdo veiculado no programa, é o mote do Cervejeiro Artesanal, onde se prega: “Beba menos e beba melhor”. A cada programa um entrevistado expõe sua visão sobre o mercado, estilos de cerveja, harmonização e novidades

    Entrevista com Luiz Caropreso

    Entrevista com Luiz Caropreso

    Neste papo descontraído com o mestre Caropreso, nosso colunista semanal, aprendemos um pouco mais sobre um adjunto cervejeiro que está sendo cada vez mais usado,os extratos.
    Com o uso dos extratos naturais não existe mais aquela espera para se fazer uma cerveja com aquela fruta que só dá uma vez por ano. Os extratos naturais conservam os mesmos aromas e sabores, como se fossem a própria fruta ou uma castanha, chocolate, madeira...Enfim, hoje existe uma enormidade de opções e todos os dias são criadas mais.

    Conhecemos um pouco sobre a trajetória do mestre, até chegar a ser professor do curso de formação de sommeliers, que era capitaneado pela Grande Cilene Saorin. Esse curso usava todo o material didático da Dammers, e era ministrado em algumas unidades do Senac. Ele começou na terceira turma, dando aulas junto ao chef Ronaldo Rossi.

    Ele também escreve um livro com 41 receitas de pratos feitos com cerveja, que abrangem entradas, pratos principais e sobremesas.



    Em sua coluna, conta um pouco sobre a história da Pilsen, o estilo de cerveja mais consumido no mundo. Um dos fatos interessantes é que no ano de 1838 a população da cidade de Pilsen, na República Tcheca, revoltada com um lote de cervejas ruins, despejava tudo nas ruas. Assunto cerveja, nessa cidade, é levado muito a sério e depois desta revolta, no ano seguinte, o governo da cidade montou uma cervejaria, foi chamado para assumir a produção o mestre cervejeiro Josef Groll, que criou a primeira cerveja Pilsner, a Urquell!! Famosa até os dias de hoje, e ouso dizer que é a melhor Pilsner do mundo! Outro fato interessante é que a República Tcheca é a campeã no consumo de cervejas do mundo.

    Outro fato narrado foi que a indústria do vidro se beneficia diretamente das cervejas, e as do tipo Lagers, Pilners, se incluem nesse tipo, são filtradas e adquirem uma linda coloração dourada escura, muito diferente das cervejas Ales, que ainda conservavam a sua natural turbidez. Isso faz com que a indústria vidreira comece a aperfeiçoar os copos cervejeiros. Até então as cervejas eram servidas em canecas, normalmente de ferro, madeira ou cerâmica.



    A nossa trilha para este programa foi:

    Hanggai – O nome da música é impronunciável. (Esta é uma banda da Mongólia que mistura Heavy Metal com a música folclórica típica, com aquelas vocalizações Guturais);



    Blind Faith – Cant Find My Way Home (Foi uma banda britânica criada em 1968. Considerado um dos primeiros supergrupos do rock, era composto por músicos integrantes de bandas pré-existentes, todos já famosos individualmente: Eric Clapton (vocais e guitarra), Ginger Baker (bateria), Steve Winwood (vocal e teclado) e Ric Grech (baixo e violino).

    Clapton e Baker tinham saído do Cream, Winwood do Traffic e Grech do Family. Gravaram apenas um disco, antes de separarem-se em 1969.

    Terra Celta – Ressaca (é uma banda brasileira de folk rock, fundada em 2005. O grupo faz música Irlandesa e celta com letras em português (inicialmente em inglês), geralmente humorísticas, e costuma subir ao palco vestido a caráter, ou seja, com trajes típicos celtas. Além de tocar músicas irlandesas, eles também pesquisam sobre o assunto, frequentando shows e festivais de música celta na Europa);

    Led Zeppelin – Kashmir (é considerada uma das canções mais bem sucedidas do Led Zeppelin, do álbum Physical Graffiti, e todos os quatro membros do grupo concordaram que essa foi uma de suas melhores realizações musicais);

    Quidam – No Quarter (Cover do Led Zeppelin, com uma roupagem totalmente nova, com muita flauta no lugar dos solos de guitarra. Eles são poloneses de origem e fazem um rock progressivo de primeira).

    Quidam – No Quarter (Cover do Led Zeppelin com uma roupagem totalmente nova, com muita flauta no lugar dos solos de guitarra. Eles são poloneses de

    • 1 u. 17 min.
    Segunda parte da cobertura da Brasil Brau, maior feira de negócios cervejeiros do Brasil

    Segunda parte da cobertura da Brasil Brau, maior feira de negócios cervejeiros do Brasil

    3 grandes entrevistas: Maltaria Agraria, Realle Importadora e Editora Krater

    Na entrevista com a Vitória, conhecemos um pouco da história da Agraria, uma cooperativa, que foi criada em 1951, e que em 1981 surge com a maltaria que começa produzindo malte Pilsen. Hoje já produz 350 mil toneladas por ano e já aumentou as variedades de maltes produzidos, como os especiais Viena, Munich e Pale Ale. As outras variedades, que não são produzidas por eles são importadas. Eles possuem parcerias com outros produtores, como a Maltaria Weyermann, considerada a maior maltaria do mundo de maltes especiais, com a Maltaria Dingemans da Bélgica e com a Malteria Crisp da Inglaterra. Além disso, trabalham com lúpulos, fermentos cervejeiros e adjuntos. Eles criaram uma microcervejaria experimental para teste de receitas novas. Esse brew lab pode ser usado pelos clientes, os insumos são fornecidos pela Agraria, só no caso de alguma fruta que comporia a receita, essa tem que ser trazida pelo cliente. O custo desta produção teste é só a hospedagem e transporte até Entre Rios, cidade onde se situa a Agraria, alimentação e insumos básicos é tudo por conta da Agraria e o melhor de tudo, o cliente leva todos os 250 litros de cerveja… que mamata, heim!? Outra novidade foi que eles estão estudando a possibilidade de produzir malte de trigo.

    Na coluna do mestre Caropreso continuamos com as escolas cervejeiras. Hoje, vamos falar um pouco sobre a escola inglesa, que engloba três países, Inglaterra, Irlanda e Escócia.
    Fazer cerveja no Reino Unido é uma tradição milenar que vem de antes de cristo. Com a construção da Muralha de Adriano, datada do ano de 128 da era cristã. Esta protegeu melhor as cidades das invasões bárbaras e propiciou o crescimento da agricultura, e consequentemente a produção de melhores cervejas. Por ter um clima muito ruim, muito chuvoso, os grãos de cevada eram secados nos fornos das casas. Mestre dá uma explicação rápida de como fazer a malteação da cevada. Esse processo acontece na germinação da cevada, que é interrompida, deixando o grão repleto de açúcares que seriam usados para germinar a semente. Por não conhecer outras formas de interromper a germinação, os ingleses faziam isso colocando a cevada nos fornos e invariavelmente torravam as sementes, por isso as cervejas primitivas inglesas eram escuras, as Porters!

    Nossa Próxima convidada é Aline, da Importadora Realli, empresa que já tem cinco anos e que tem como filosofia trazer os melhores insumos, tanto europeus quanto americanos. Há uns dois anos que eles trazem os maltes da Bestmalz, maltaria da Alemanha, que virou o carro feche deles. Esta maltaria produz o Red X. Foram eles que trouxeram o Cryohops pela primeira vez para o Brasil. A grande novidade para a feira foram as leveduras líquidas americanas vivas. Eles têm um vasto catálogo de produtos, entre maltes, lúpulos, leveduras e adjuntos cervejeiros.

    Nossa próxima entrevista é com o Pedro, da editora Krater, editora que se propôs a trazer literatura cervejeira para o Brasil. Agora você não precisa pegar mais aquelas traduções toscas da internet, eles estão fazendo um trabalho primoroso com os livros.

    Neste primeiro lançamento, mestre Randy Mosher dá um grande panorama sobre estilos de cerveja, história da cerveja, pesquisa, características dos estilos, uso de ingredientes exóticos, enfim, um livro que vem para falar sobre cervejas criativas

    O próximo lançamento será o Hops (Lúpulo). E já existem alguns projetos de livros escritos por brasileiros, pois o nosso mercado tem características próprias que requerem uma outra análise. Um outro livro que está no"Forno” é sobre Direito aplicado no mercado cervejeiro e outro sobre harmonização e como cozinhar com cerveja.

    Nossa Trilha Sonora: Mago de Oz-Fiesta Pagana; Gentle Giant-On Refle

    • 1 u. 12 min.
    entrevista com a Juh Santos da Cervejaria Antuérpia

    entrevista com a Juh Santos da Cervejaria Antuérpia

    A sommelier Juh Santos nos  conta sua história no mundo da cerveja. Começa na Cervejaria Colorado, onde permanece por 4 anos. Na sequência, vai para Cervejaria Invicta em Ribeirão Preto, e tem uma passagem de um ano pela Cevada Pura, cervejaria de Piracicaba. Agora está na Cervejaria Antuérpia, cervejaria de Juiz de Fora, Minas Gerais.

    A Cervejaria Antuérpia ganhou a medalha de platina com a Nikita. A cerveja foi escolhida como a melhor do evento! A Nikita é uma Russian Imperial Stout com cereja e chocolate. Eles também ganharam medalha de outro com a Rock Me Baby Barley Wine Barrel Aged com coco queimado e baunilha.
    No quadro do nosso mestre Caropreso ele fala sobre escolas cervejeiras. Existem 4 escolas cervejeiras, onde se enquadram todos os estilos de cervejas.

    A escola Alemã, que engloba a Alemanha, Aústria e República Tcheca;

    A escola Inglesa, que engloba Inglaterra, Irlanda e Escócia;

    A escola Belga; que engloba a Bélgica, parte da Holanda e parte da França e
    A Escola Americana.
    O Brasil ainda não é uma escola, apesar de já possuir um estilo genuinamente brasileiro, a Catarina Sour.

    O enfoque é sobre a escola alemã, que produz as cervejas lagers, cervejas que precisam de baixas temperaturas para fermentação e maturação. Hildegard Von Bingen, uma monja autodidata, que estudou sobre o lúpulo e suas propriedades.
    Em um determinado momento o governo institui a lei da pureza da cerveja, criada em 1516 e que determinava que as cervejas fossem feitas só com água, malte e lúpulo.

    As cervejas produzidas na Alemanha têm como principal característica seus lúpulos, como por exemplo Hallertau e Saas.

    Neste programa tivemos uma pequena entrevista com o Father Issac, Ceo da Cervejaria La Trappe. Cerveja produzida em uma Abadia trapista. Conhecemos o quanto eles estão preocupados com o meio ambiente.  Usam energia solar para abastecer a cervejaria e fazem tratamento das águas e outros resíduos produzidos pela cervejaria. Um dos pilares da ordem é a caridade, tanto que todo o lucro da cervejaria é destinado a esta prática, só tiram as despesas da produção. Eles têm um trabalho maravilhoso em Uganda, com hospitais e escolas.

    Descobri que o Father Issac é fã de Heavy Metal, pedi para escolher uma banda que gostasse, ele pediu que  eu selecionasse uma banda que tivesse uma mensagem cristã.

    Nossa trilha sonora foi uma pedrada!
    Myrath – Tales Of Sand. (Uma banda da Tunísia que faz um progmetal muito interessante, misturando muito da sua música folclórica com um som bem pesado);

    Amaseffer – Slave for Live (Banda de Israel que mistura muito da cultura judaica nas letras e no som. Interessante as partes que eles cantam em hebraico. Outra banda que merece ser ouvida. Eles já estão no segundo disco);

    Harpia – Naufrago ( banda de metal brasileira que surgiu nos anos 1980 e que tinha como principal inspiração, bandas como Judas, Dio, Maiden. Com vocais potentes de Jack Santiago. Esse disco é um marco no metal nacional)

    Udo – Give As Good As I Get ( Ex vocalista do Accept);

    Neil Morse – The Truth Will Set You Free (Banda de Progmetal com uma mensagem cristã. Ele saiu das fileiras do Spock`s Beard para carreira solo. Ele sempre convida músicos incríveis).

    • 1 u. 19 min.
    Cobertura da Brasil Brau. Maior feira de negócios cervejeiros do Brasil

    Cobertura da Brasil Brau. Maior feira de negócios cervejeiros do Brasil

    Neste programa especial cobrimos a principal feira de negócios cervejeiros do Brasil. Nesta primeira parte entrevistamos 3 expositores: Wellington Assis, representante do YeastLab, que pesquisa leveduras brasileiras para fabricação de cervejas com sabores genuinamente nacionais. Sua primeira descoberta foi uma levedura da casca da jaboticaba, que já está no mercado há 3 anos e recebeu o carinhoso nome de Brasilian Ale. Já existem mais seis espécies que estão em fase de teste final


    Na coluna semanal sobre a história da cerveja o mestre Caropreso fala sobre cervejas mais encorpadas e próprias para um clima mais frio. Relembrando que não devemos consumir cervejas em temperaturas muito baixas, pois as cervejas muito geladas “congelam”as papilas gustativas e tiram muito do sabor da cerveja.
    O mestre levanta a bola da discussão sobre o mercado que cresceu muito em número de cervejarias e o publico não acompanhou. Convoca o público consumidor de cervejas artesanais a pressionar o governo para diminuir as cargas tributárias, [para que os preços diminuam para público consumir um melhor produto com um valor mais justo


    Outra fantástica entrevista que fizemos foi com a Ann, representante dos produtores de lúpulo dos Estados Unidos. O Brasil já é o terceiro país em consumo de lúpulos americanos e chega a importar mais de 4 mil toneladas. Hoje nos Estados Unidos, são produzidos 65 tipos diferentes de lúpulos e a cada dois anos uma nova variedade é criada

    Nossa última entrevista deste especial foi com o Jose Maria Mora, representante do Programa de certificação de Cicerone de cerveja. Isso seria um grau acima do que é um sommelier. Existem quatro níveis de certificação. Só existem 18 pessoas no mundo que possuem o quarto nível de Cicerone no mundo. No Brasil existem umas 100 pessoas com o certificado nível 1 de Cicerone, e 18 pessoas com o nível 2, mas não temos ninguém com os níveis 3 e 4. A certificação nível 1 pode ser feita em português, os demais níveis só em inglês

    Na nossa trilha sonora foi um tanto romântica por conta do dia dos namorados

    Joe Bonamassa & Beth Hart – I will Take Care Of You

    Glenn Hughes – Night in White Satin

    Celso Blues Boy – Por um Monte de Cerveja

    Anatema – One Last Goodbye

    Supertramp – Dont Leave me Now

    • 1 u. 13 min.
    Entrevistamos o David Michelsohn, sócio proprietário da Cervejaria Jupiter

    Entrevistamos o David Michelsohn, sócio proprietário da Cervejaria Jupiter

    A cervejaria Júpiter é um grande exemplo de sucesso do modelo cigano de produção de cerveja.

    Neste papo com o David Michelsohn, sócio da cervejaria, ele dá valiosos toques para quem está começando neste negócio ou quer iniciar.

    Tivemos uma boa explanação de como está o mercado, as “receitas” inventivas das cervejarias para manter sempre abastecido o público ávido por novidades, criando cervejas sazonais ou receitas únicas.

    Na coluna do Mestre Caropreso, ele fala sobre os festivais de cerveja. Brasil Brau, Mondial de La Biere e Slow Brew Brasil. Dando ênfase no Mondial de la Biere, falando sobre as cervejas que ganharam medalhas e as cervejas que surpreenderam. Deu um destaque para o lançamento da Cervejaria Pratinha, que criou a cerveja instantânea, um sachê com 50ml, que misturado a água com gás, entrega uma cerveja bem aromática e saborosa, só perdendo um pouco o corpo.

    Outro fato importante abordado na coluna foi a invenção da geladeira em 1856, pelo australiano James Herrison, que criou o equipamento por encomenda de uma cervejaria que tinha dificuldade em produzir cervejas Lagers, que são aquelas que têm que ser produzidas em baixa temperatura.

    Outro tópico foi a criação da pasteurização por Louis Pasteur. Ele queria um método que conservasse melhor as cervejas e os vinhos

    Na parte musical, tocamos:

    Queensryche – I Dont Belive In Love

    Black Sabbath – Lonely Is The Word

    Blues Etílicos – Cerveja

    Journey – Of a Lifetime ( Música lançada no primeiro disco da banda) Um disco que vale muito a pena ter em sua coleção

    • 1 u. 18 min.
    Entrevista com Wellington Alves, um dos sócios da Cervejaria 5 Elementos

    Entrevista com Wellington Alves, um dos sócios da Cervejaria 5 Elementos

    A 5 elementos é uma cervejaria de Fortaleza, Ceará, com 5 sócios, por isso 5 elementos

    A 5 Elementos é uma cervejaria que vem com uma proposta bem  audaciosa. Fazer cervejas extremas, bem alcoólicas, bem encorpadas bem  diferente do que o clima da cidade, que pede cervejas leves e  refrescantes

    A 5 Elementos é a primeira microcervejaria do Ceará. Eles também  montaram um brew pub e foram as vendas de uma cerveja sazonal (Abyssal –  Uma Russian Imperial Stout) que direcionaram as receitas futuras da  cervejaria. Hoje 65% das vendas da cervejaria está fora do Estado, suas  maiores vendas são para São Paulo

    Nesta entrevista tentamos dar uma noção de como está o mercado de cervejas no Nordeste no geral

    Na coluna do Caropreso, ele fala sobre as cervejas Trapistas,  cervejas feitas por monges de uma certa ordem católica. Fala sobre todo o  trabalho social desenvolvido pela ordem e de como eles são preocupados  com o meio ambiente, inclusive como a cervejaria é auto sustentável,  usando energia solar, reaproveitando a água e de todos os projetos  desenvolvidos na Africa usando 100% do lucro para a caridade, eles só  tiram o dinheiro das despesas.

    Nossa trilha sonora foi:


    Van Halen – Panama
    Judas Priest – Night Crawler
    Ramones – Blitkrig Bop
    Matilha – Noites no Bar

    • 1 u. 2 min.

Top-podcasts in Entertainmentnieuws