40 episodes

Podcast sobre cultura de doação, produzido pelo Instituto MOL em parceria com o Movimento Bem Maior. Toda semana, os empreendedores sociais Artur Louback e Roberta Faria apresentam personagens importantes do cenário da filantropia no Brasil, jogam luz sobre números e fatos relacionados ao tema e sugerem opções criativas e inovadoras de fazer boas ações. Toda terça-feira, um novo episódio no ar.

Aqui se faz, AQUI SE DOA‪!‬ MOL

    • Business

Podcast sobre cultura de doação, produzido pelo Instituto MOL em parceria com o Movimento Bem Maior. Toda semana, os empreendedores sociais Artur Louback e Roberta Faria apresentam personagens importantes do cenário da filantropia no Brasil, jogam luz sobre números e fatos relacionados ao tema e sugerem opções criativas e inovadoras de fazer boas ações. Toda terça-feira, um novo episódio no ar.

    #40 O que aprendemos sobre cultura de doação em 40 episódios?

    #40 O que aprendemos sobre cultura de doação em 40 episódios?

    O clima de nostalgia invadiu o estúdio! A primeira temporada do podcast Aqui Se Faz, Aqui Se Doa! está chegando ao fim! Depois de quarenta semanas conversando sobre cultura de doação, Artur Louback e Roberta Faria fazem uma retrospectiva dos episódios mais ouvidos e convidam Duda Schneider e Rafa Carvalho, nossas colunistas, para responder uma rodada relâmpago estendida.

    O podcast faz uma pausa, mas a segunda temporada já está confirmada! Voltamos em novembro com mais papos sobre os mais diferentes aspectos que envolvem esse ato de solidariedade que é doar.

    Como bem finalizou o Artur: "Então diga que valeu! O nosso amor valeu demais!" Valeu demais pela companhia até aqui! Nos encontramos em breve! E se a saudade apertar muito, aproveita para escutar de novo o seu episódio favorito, compartilha e marca a gente! Vamos adorar saber :)

    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 27 min
    #39 A nova Pesquisa Doação Brasil

    #39 A nova Pesquisa Doação Brasil

    A Pesquisa Doação Brasil 2020 está no ar! Você já pode consultá-la aqui.

    Considerado o mais importante estudo sobre doações feitas por indivíduos no Brasil, a Pesquisa foi coordenada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social e realizada no início de 2021, refletindo as ações e o comportamento dos doadores ao longo de 2020. A última edição tinha sido conduzida em 2015 e era ela que vivíamos citando. Agora, temos dados novos e fresquinhos de um levantamento bem completo do perfil do doador brasileiro, que ajuda muito o terceiro setor a se planejar e também aponta caminhos de melhoria nesse cenário.

    Quem contou tudo foi Paula Fabiani, diretora-presidente do IDIS. Um bate-papo repleto de dados e análises com a Roberta Faria e o Rodrigo Pipponzi que, finalmente, dividiram o microfone por aqui.

    Para quem ouvir todos os dados e resolver fazer sua parte da cultura de doação, nossas colunistas Duda Schneider e Rafaela Carvalho trazem dicas valiosas! A Duda, que toda semana indica algum produto que só de colocar no seu carrinho de compras já ajuda uma organização ou projeto — os produtos sociais — sugeriu o Movimento Faça Parte Matercard. Lançado em 2020 para atuar no combate à fome e amparar comunidades carentes, o objetivo era arrecadar 2 milhões de refeições; ao final foram arrecadadas 5 milhões. A ação se estendeu para 2021: para fazer parte basta usar Mastercard Débito nas transferências via Whatsapp — a cada transação, 2 centavos são doados, até atingir o limite de 150 mil de refeições que serão entregues para as organizações Ação da Cidadania e Visão Mundial. Já a Rafa deu uma dica pra quem não tem dinheiro e quer apoiar a cultura de doação: divulgar sua ONG preferida! Corre lá no nosso instagram e deixe nos comentários do post dessa semana a ONG do seu coração!


    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 31 min
    #38 A filantropia no mundo dos games

    #38 A filantropia no mundo dos games

    Depois de quase 50 anos do lançamento do 1º videogame, o mercado de jogos mudou muito e as competições eletrônicas (ou e-sports) contam com atletas profissionais. Os canais de distribuição de vídeos fizeram outra profissão relacionada ao universo gamer surgir: os streamers. Com uma capacidade enorme de se comunicar com um público grande e jovem enquanto mostram seus jogos, participam de partidas e ensinam o passo a passo, eles também angariam doações — que não são baixas. Quem são esses novos players do mundo da doação? Como a filantropia entrou nesse espaço de lazer frequentado por jovens e com comunidades engajadas?

    Para desvendar esse universo, nós convidamos o Tiago Xisto, publicitário e CEO da Vivo Keyd, uma das mais tradicionais equipes de e-sports do Brasil, criada em 2010. Ouvimos também o Leonardo Kuhn, um jovem streamer que sempre fazia lives para arrecadar doações e ajudar sua família e seu irmão mais novo, portador de esquizofrenia e, uma noite, foi surpreendido por uma doação inusitada.

    A mobilização do universo gamer em torno de causa demonstra que a cultura de doação pode estar em todos os lugares e alcançar todas as pessoas! Inclusive aquelas que dizem "mas eu não tenho dinheiro". Toda semana, a Rafa Carvalho traz aquela diquinha para quem está super a fim de doar, mas não necessariamente as moedas do bolso. A estratégia é atrair mais gente para a sua causa transmitindo partidas dos jogos que gosta: você se diverte, entretém as pessoas e ainda consegue arrecadar grana para a instituição do seu coração. O jogo nem precisa ser eletrônico — dá para transmitir aquela incrível partida de tabuleiro. Pode ser muito legal estabelecer metas com as pessoas, além de buscar ganchos interessantes (como aquele seu amigo que acabou de abrir uma vaquinha ou ONG que está precisando urgentemente de doações) e ter um roteiro com algumas informações: o que te motivou a pedir doações para essa causa, até quando a pessoa pode doar, o que vai ser feito com o dinheiro. Hoje, com o PIX, fica até mais fácil :)

    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 32 min
    #37 Voluntários e causas: deu match!

    #37 Voluntários e causas: deu match!

    Já ouviu a palavra do voluntariado hoje? É a melhor indicação que você pode dar para quem sempre fala que "queria ver como a doação chega na ponta" ou “queria muito ajudar, mas não tenho dinheiro para isso”. Toda semana, nossa colunista Rafaela Carvalho dá uma dica de doação sem dinheiro e esse episódio é todinho para quem está sem um tostão no bolso, mas tem uma causa do coração. Ou para quem até tem dinheiro, mas queria sentir que faz a diferença colocando a mão na massa. 

    Quem nos contou tudo sobre doar tempo, energia e conhecimento, foi o empreendedor Daniel Morais Assunção, fundador e diretor executivo do Atados, plataforma que faz o match entre ONGs e voluntários, e também do Abraço Cultural, escola de idiomas e cultura em que refugiados são professores. Ele coleciona diversos prêmios, inclusive, o Prêmio Empreendedor Social da Schwab Foundation e da Rede Folha de 2014. Ouvimos também a experiência de Allan Fernandes, que começou em grupos religiosos, e depois seguiu atuando desde a causa infantil, brincando com crianças em creches, passando pelo auxílio à pessoas em situação de rua e por visitas à pacientes em hospitais. A Juliana Fleury, CEO voluntária da ASEC, a Associação pela Saúde Emocional de Crianças, também contou a sua experiência.

    Outra forma de fazer a diferença, além de ser voluntário, é consumir produtos sociais — aqueles em que parte do que você paga é revertido para uma causa ou organização social. A Duda Schneider, que toda semana traz sugestões, dessa vez nos contou da Lojinha do Nubank. A iniciativa é nova e chegou com a coleção Pride: uma linha limitada de cadernos e porta-cartões com as bandeiras do movimento LGBTQIA+. O lucro é doado para a ONG TODXS, que empodera a comunidade LGBTQIA+ e busca transformar o Brasil em um país mais inclusivo e sem discriminação.

    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 30 min
    #36 Como doar para o jornalismo?

    #36 Como doar para o jornalismo?

    Notícias se tornaram onipresentes no nosso cotidiano. Com a multiplicação de telas e de redes sociais, somos bombardeados por informações a todo o momento. Contudo, não é só a quantidade de notícias que importa e sim a qualidade delas: a gente já falou aqui de fake news e como elas afetam as doações — é importante estar sempre atento para não acabar caindo em alguma informação falsa. Além dos veículos de imprensa mais tradicionais, é interessante olhar para iniciativas de jornalismo independente: são portais que têm o seu conteúdo aberto, sem paywall, e que muitas vezes se sustentam através de doações. Por não possuírem amarras com anunciantes, conseguem dar enfoques ausente nos grandes veículos e se encaixam com o conteúdo que seu público gosta e entende ser necessário consumir. 

    Para conversar sobre esse novo jeito de fazer jornalismo, convidamos a jornalista Verena Paranhos, gerente de produtos e comunidades da AzMina, portal de comunicação feminista criado em 2015 por um coletivo de jornalistas feministas para fomentar a informação e tecnologia pela igualdade de gênero. Ela nasceu de uma campanha de financiamento coletivo, e o projeto foi crescendo para campanhas, como a Carnaval sem Assédio, livros, cursos, prêmios e a fundação de seu próprio instituto. Ouvimos também o Moriti Neto, fundador e editor do O Joio e o Trigo, um projeto sobre comer como ato político criado em 2017 que conta com portal, podcast e newsletter.

    Um país com liberdade de imprensa é um país mais consciente. E para que a consciência possa estar também no nosso consumo, toda semana a nossa querida colunista Duda Schneider traz uma dica de produto social: um produto de impacto positivo para o mundo, que você compra e doa. Dessa vez, ela nos contou como apoiar o Jornal Plural — um jornal independente de Curitiba, financiado por assinatura mensal. Um dos fundadores da iniciativa, o cartunista Benett, também criou uma loja virtual com artes exclusivas e toda renda gerada vai para a manutenção do portal. A nossa outra colunista, Rafa Carvalho, que toda semana traz dicas para os doadores que dizem "mas eu não tenho dinheiro", sugeriu não uma, mas três dicas para quem está com a grana mais apertada: doe seu tempo e conhecimento para ajudar a diferenciar o que é fato e o que é mentira, não compartilhe o conteúdo falso (aposte no print com aviso enorme), e doe paciência e energia conversando com aquela pessoa que caiu em uma lorota com calma.

    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 35 min
    #35 Como contar boas histórias e inspirar doações

    #35 Como contar boas histórias e inspirar doações

    O ser humano sempre contou histórias. Seja para divertir, seja para educar, as histórias estão por aí nos livros, nas telas de cinema, nos podcasts e, claro, nas redes sociais. Com tanta gente falando, a competição por atenção ficou bem maior do que quando as histórias eram narradas em volta da fogueira. Mas a verdade é que a história é só a pontinha de um iceberg: para ter aquele fator uau, ela precisa ter um significado mais profundo, uma mensagem. E aí que está o pote de ouro das ONGs: elas tem histórias, porque trabalham com pessoas, e tem mensagens profundas, porque trabalham com causas. Mas como saber se aquela é a história certa?  E como reverter isso em doação? 

    Para nos mostrar o caminho das pedras para um bom storytelling, convidamos o Marcelo Martins: formado em Propaganda e Marketing pelo Mackenzie, fez carreira na indústria de cosméticos e perfumaria por 13 anos. Conheceu o Vicente Carvalho (que já esteve por aqui no episódio 9) e, em 2014, eles se tornaram sócios co-fundadores do Razões para Acreditar, o maior portal de conteúdo positivo do Brasil e da VOAA, plataforma de financiamento coletivo do Razões. Ouvimos também Daiana Campiolo, diarista e mãe do João Bernardo Terra, um rapazinho que emocionou uma série de pessoas e mudou a história da família inteira.

    Essa semana, a nossa colunista Duda Schneider, que sempre traz dicas de algo que você pode consumir e parte da renda é revertida para tornar o mundo um lugar melhor, nos contou uma novidade: o livro “O que eu aprendi até agora", primeiro produto social fruto da sociedade entre Razões para Acreditar e Editora MOL. São 50 postais ilustrados e destacáveis com conselhos inspiradores de pessoas que já viveram mais de 50 anos. Para cada unidade vendida, um livro infantil da MOL será doado para crianças beneficiadas pelo VOAA (vaquinha do Razões) e para ONGs apoiadas pela MOL. Quem adquirir na pré-venda, até 15/08/2021, ganha brinde e frete grátis para todo o Brasil. 

    Agora, se você é daqueles que diz "mas eu não tenho dinheiro", toda semana a nossa colunista Rafa Carvalho não te deixa na mão e traz também uma sugestão de doação sem colocar a mão no bolso. Essa semana, ela convida você para conhecer o Instituto História Viva — a ideia é simples: voluntários vão a lares de idosos escutar histórias de vida, depois essas narrativas são levadas para crianças em orfanatos e hospitais. Essas crianças fazem um desenho ou escrevem um texto sobre a história que ouviram, que são levadas de volta para os idosos. Para além do trabalho da ONG, você também pode doar ouvidos e atenção para escutar as histórias de vida que estão à sua volta

    Esse podcast é uma correalização do Instituto MOL e do Movimento Bem Maior, com o apoio do Infomoney. Gostou? Compartilhe e espalhe a cultura de doação por aí!

    ---

    Conheça o Instituto MOL:

    Site: institutomol.org.br

    Instagram: instagram.com/InstitutoMOL

    E-mail: contato@institutomol.org.br

    --

    Movimento Bem Maior:

    Site: movimentobemmaior.org.br

    Facebook: facebook.com/movimentobemmaior

    Instagram: instagram.com/portalbemmaior

    E-mail: contato@movimentobemmaior.org.br

    • 30 min

Top Podcasts In Business