46 episodes

Podcast produzido pelo Coletivo Catarse, um programa descontraído como uma mesa de bar, mas nada happy - o negócio é sério! É gravado às terças-feiras, no Estúdio Monstro, na sede do Coletivo, e vai ao ar em uma rede que se inicia às quartas-feiras em rádios comunitárias, webradios, sites parceiros e plataformas de podcasts! A raiz do Heavy Hour é o heavy metal, mas as músicas que compõem os 3 blocos de programa variam de acordo com o tema abordado e também com o que os próprios convidados escolhem previamente. Muita política atual, muita música e vários clássicos e petardos! Ouça!

Heavy Hour Coletivo Catarse

    • Politics

Podcast produzido pelo Coletivo Catarse, um programa descontraído como uma mesa de bar, mas nada happy - o negócio é sério! É gravado às terças-feiras, no Estúdio Monstro, na sede do Coletivo, e vai ao ar em uma rede que se inicia às quartas-feiras em rádios comunitárias, webradios, sites parceiros e plataformas de podcasts! A raiz do Heavy Hour é o heavy metal, mas as músicas que compõem os 3 blocos de programa variam de acordo com o tema abordado e também com o que os próprios convidados escolhem previamente. Muita política atual, muita música e vários clássicos e petardos! Ouça!

    Heavy Hour #119 - Com tudo isso, por que seguimos?

    Heavy Hour #119 - Com tudo isso, por que seguimos?

    Porque é preciso falar de poesia e de luta, porque é preciso filosofar e se emocionar, porque a gente nunca sabe quanto tempo demora pra voltar pra casa depois de um Heavy Hour e, principalmente, porque a cada vez que um negro cai, milhares se levantam. Este é um programa que nasceu para ser dois: Lilian Rocha, Marcelo Martins Silva e José Falero nos trazem toda força de suas artes e pensamentos na primeira parte dessa série que pretende tratar de literatura e política, daquele jeito que você já se acostumou, em mais um HH pra lá de especial!

    Inspirados em Zé do Caroço, na versão avassaladora de Seu Jorge, no canto preciso e arrebatador de Bia Ferreira e no romantismo inglês de Dido, entre outros petardos musicais (Liniker, Francisco El Hombre e Não Recomendados), nossos convidades fazem um bate papo em que a denúncia ao racismo e a celebração da arte e da vida se misturam e se transformam em palavras e ações. E na semana que vem tem mais!

    Para nos ajudar a seguir com essa programação, entra lá na nossa campanha no apoia.se  e veja como participar dessa transformação!

    • 1 hr 24 min
    Heavy Hour #118 - Megamineração na pampa

    Heavy Hour #118 - Megamineração na pampa

    O Heavy Hour se volta para o sul da fronteira mineral em expansão. Conversamos sobre o Projeto Fosfato Três estradas - que, a partir de Lavras do Sul, pode abrir as porteiras do estado para a megamineração. Ao som de Milongas Ancestrais, falamos com Fernando Aristimunho sobre a luta dos povos e comunidades tradicionais do Pampa contra o empreendimento. Do professor e pesquisador Sérgio Barcellos, ouvimos os gritos da  terra, de rios que podem chorar lama e de um licenciamento denunciado como violador de direitos humanos.

    Convidamos, ainda, a todos a acessar a reportagem em série sobre o tema:

    - Licenciamento ambiental do Projeto Fosfato continua sendo alvo de questionamentos

    http://coletivocatarse.com.br/2020/11/12/licenciamento-ambiental-do-projeto-fosfato-continua-sendo-alvo-de-questionamentos/

    - Impactos e Atingidos: um cálculo em disputa

    http://coletivocatarse.com.br/2020/11/16/impactos-e-atingidos-um-calculo-em-disputa/

    - Interesses em conflito na fronteira mineral em expansão

    http://coletivocatarse.com.br/2020/11/17/interesses-em-conflito-na-fronteira-mineral-em-expansao/



    E a conhecer a campanha de apoia-se do Coletivo Catarse: https://apoia.se/coletivocatarse.

    • 1 hr 24 min
    Heavy Hour #117 - Chapa de centro em eleição é bomba semiótica

    Heavy Hour #117 - Chapa de centro em eleição é bomba semiótica

    Em plena guerra híbrida da geopolítica nossa de cada dia, a equipe do Heavy Hour recebe mais uma vez o Professor Wilson Ferreira, que, tal um cabo armeiro, nos ajuda a desmontar as bombas semióticas que dominam o espectro político desde a sede do Império até as eleições municipais em nosso país. Salles chama Maia de Nhonho, Bozoquina toma guaraná Jesus e teme desmunhecar, Biden é eleito e promete salvar a civilização ocidental das garras do extremismo de direita, enquanto se abraça nos bilhões da indústria armamentista, a vacina chinesa vai pro beleléu do Butantã, e a frente democrática de centro é lançada no Fantástico, com Moro e Huck sinalizando o fim dos extremismos em nosso país, enquanto uma parte da esquerda discute a neutralidade de gênero e sonha, embaixo das cobertas, com as praças chilenas e a redenção boliviana. Embalados pelo rock que contesta e desnuda os mecanismos, um pedido especial de nosso especial convidade, o HH segue anunciando a campanha do Apoia.se do Coletivo Catarse e faz também um jabá esperto pro livro Bombas Semióticas na Guerra Híbrida Brasileira (2013 a 2016) - Por que aquilo deu nisso?, um apanhado de artigos do Blog Cinegnose, do Professor Wilson. Bora desarmar mais essa bomba e escutar o Heavy Hour da semana!

    Wilson Roberto Vieira Ferreira, Bombas Semióticas na Guerra Híbrida Brasileira (2013 a 2016) - Por que aquilo deu nisso?, São Paulo: Publicações Cinegnose, 2020

    http://cinegnose.blogspot.com/2017/07/bombas-semioticas-brasileiras-2013-2016.html

    • 1 hr 24 min
    Heavy Hour #116 - Da Resistência Quilombola!

    Heavy Hour #116 - Da Resistência Quilombola!

    No programa 116 do HH, a nossa estrada vai direto ao coração do Quilombo Lemos, espaço de reconhecimento da ancestralidade negra e da luta pelos direitos básicos dos cidadãos desse país. Conversamos com Sandro Lemos, que traz a palavra da família Lemos, que se empodera, se reconhece e fortalece a história dos Quilombos Urbanos de Porto Alegre. Entre Kizombas, Festas de todas as raças, Kalunga e a sua Jamaica mítica e Negra Jaque, representante da Zona leste portoalegrense, o Heavy Hour também convida a conhecer a campanha de apoio ao trabalho do Coletivo Catarse no site www.coletivocatarse.com.br.

    E, para conhecimento da história que vive o Quilombo Lemos, sugerimos a leitura desta matéria de 2 anos atrás feita pelo Sul 21: https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/geral/2018/11/presidente-do-padre-cacique-sobre-quilombo-lemos-vao-sair-nem-que-seja-a-ultima-coisa-que-eu-faca/

    • 1 hr 24 min
    Heavy Hour #115 - Projeto necropolítico para educacão pública

    Heavy Hour #115 - Projeto necropolítico para educacão pública

    A necropolítica neoliberal se espalha por todos os meandros da sociedade. Na educação, dá as caras em sucessivos governos e, como já disse o Mestre Darcy Ribeiro, sua crise é um projeto. Para denunciar os abusos, conclamar as lutas e desvelar os mecanismos de controle que vivenciamos no dia a dia, o Heavy Hour conta com dois filósofos e artistas: Renato Levin Borges, professor da rede pública municipal de Porto Alegre e guitarrista/vocalista da Estive Raivoso, e Diorge, da Resistência Popular Sindical, baixista da banda Tarja Preta, direto de Santa Maria.

    A volta às aulas durante a pandemia, as aulas remotas, plataformas de ensino, salários parcelados, os negócios escusos de gestores que não conhecem as realidades do povo em suas cidades. Esses e outros assuntos foram abordados entre os tradicionais petardos musicais do HH, dessa vez inaugurando um novo processo: a participação dos apoiadores do Coletivo Catarse na escolha de músicas que tocam no programa - neste, inclusive, o setlist não foi um samba de uma nota só, parecendo bem eclético! Logo mais a gente vai contar com a participação do pessoal que nos ajuda a manter o trabalho na concretização de uma ideia de comunicação comunitária, construindo pautas e participando ativamente dos ideiais do Coletivo Catarse.

    Quer saber como pode apoiar e participar do nosso trabalho? Entra no link e escolha uma forma de apoio: https://apoia.se/coletivocatarse

    • 1 hr 24 min
    Heavy Hour #114 - Especial Histórias Nunca Contadas! Episódio III: Julia Barth

    Heavy Hour #114 - Especial Histórias Nunca Contadas! Episódio III: Julia Barth

    O terceiro e último programa desta série de lives conta com a participação de Julia Barth, baixista nas bandas 3D Punk Rock e Cine Baltimore, além de ser vocalista da icônica banda punk Os Replicantes, produtora do Festival Vênus em Fúria, ou seja, é uma artista que surfa com grande maestria em diversas cenas do underground.

    Além do bate papo, ouviveremos muita música boa do underground, é claro.

    Histórias Nunca Contadas é uma série de 3 programas em formato de live, que conta uma parte de como o cenário underground de rock/metal gaúcho se constituiu dos anos 90 ao inicio dos anos 2000 e se mantém até os dias de hoje.

    Setlist:
    3-D - Desorientada
    Alcalóides - Ouça Além
    Cine Baltimore - Todos Corações
    Os Replicantes - Feminicídio
    Shes Ok - No Ar
    DeFalla - Não me mande flores
    Delta 5 - Mind Your Own Business
    Space Rave - Never Mistake (in the underground)
    Os Replicantes - Maria Lacerda

    ___________________

    Está série de programas foi contemplada pelo EDITAL FAC DIGITAL – Universidade Feevale/SEDAC-RS

    Facebook: @RS.sedac, @feevale e @feevaletechpark

    Twitter: @sedac_rs e @Feevale

    Instagram: @sedac_rs, @feevale e @feevaletechpark

    Site: www.cultura.rs.gov.br, www.feevale.br e www.feevaletechpark.com.br

    • 1 hr 24 min

Top Podcasts In Politics