193 episódios

Charles H. Spurgeon apresenta e comenta, de forma devocional e prática, promessas divinas para enriquecer nossa fé, durante cada dia do ano. Spurgeon insiste no fato de que o leitor deve tomar cada promessa das Escrituras como um compromisso assumido por Deus, um compromisso cujo gozo pode ser desfrutado de maneira pessoal, desde que o crente tome cada uma delas como uma promessa dirigida a ele mesmo e receba o dom representado pela promessa.

Cadastre seu e-mail para receber os próximos devocionais: http://voltemosaoevangelho.com/devocional-diario-promessas-preciosas

Devocional Diário Promessas Preciosas Ministério Fiel

    • Cristianismo
    • 4.9, 7 avaliações

Charles H. Spurgeon apresenta e comenta, de forma devocional e prática, promessas divinas para enriquecer nossa fé, durante cada dia do ano. Spurgeon insiste no fato de que o leitor deve tomar cada promessa das Escrituras como um compromisso assumido por Deus, um compromisso cujo gozo pode ser desfrutado de maneira pessoal, desde que o crente tome cada uma delas como uma promessa dirigida a ele mesmo e receba o dom representado pela promessa.

Cadastre seu e-mail para receber os próximos devocionais: http://voltemosaoevangelho.com/devocional-diario-promessas-preciosas

    11 de julho - Nunca Separados de Deus

    11 de julho - Nunca Separados de Deus

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: Todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto? (João 11.26)

    Sim, Senhor, nós cremos nesta verdade - jamais morreremos. Nossas almas podem ficar separadas nossos corpos: esse é um tipo de morte; mas nossa alma nunca ficará separada de Deus: essa é a verdadeira morte, a morte prometida ao pecado, a penalidade fatal que é a pior coisa a acontecer. Com muita certeza, podemos crer nesta verdade, pois quem nos poderá separar do amor de Deus em Cristo Jesus, nosso Senhor? Somos membros do Corpo de Cristo; Ele perderá alguma parte de seu corpo? Estamos desposados com Jesus; porventura, Ele será destituído de sua esposa e ficará viúvo? Não é possível. Existe em nós uma vida que não pode ser divorciada de Deus. O Espírito Santo habita em nós; como, então, morreremos? Jesus mesmo é a nossa vida; e, visto que Ele continuará vivo para sempre, nós nunca morreremos. Em Cristo já morremos para o pecado: e a pena capital não pode ser aplicada pela segunda vez. Agora, nós vivemos, e vivemos para sempre. A recompensa da justiça é a vida eterna, e temos nada menos do que a própria justiça de Deus; por conseguinte, podemos reivindicar a recompensa mais sublime.

    Viver e crer. Nós cremos que viveremos e desfrutaremos da vida eterna. Por isso, avançamos com plena certeza de que nossa vida está segura em nosso Cabeça.

    • 2 min
    10 de julho - Ame a Igreja

    10 de julho - Ame a Igreja

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: Levantar-te-ás e terás piedade de Sião; é tempo de te compadeceres dela, e já é vinda a sua hora; porque os teus servos amam até as pedras de Sião e se condoem do seu pó. (Salmos 102.13-14)

    Sim, nossas orações em favor da igreja serão ouvidas. O tempo determinado dEle se compadecer está chegando. Nós amamos a reunião de oração, a Escola Dominical e todos os cultos na casa do Senhor. Em nossos corações, estamos unidos a todo o povo de Deus e podemos, realmente, dizer:

    Nenhuma ovelha de teu rebanho
    Eu mesmo deixaria de alimentar.
    Diante da face de nenhum inimigo
    Eu teria medo de tua causa defender.

    Se este é nosso sentimento geral, logo desfrutaremos de tempos de refrigério da presença do Senhor. Nossa igrejas ficarão cheias, os crentes serão despertados e os pecadores, convertidos. Isto somente pode acontecer pela misericórdia do Senhor; mas acontecerá, e somos exortados a esperar tal coisa. O tempo, o tempo dEle se compadecer, se aproxima. Ocupemo-nos, amemos cada pedra de nossa Sião, mesmo que agora ela esteja em ruínas. Valorizemos as mais simples verdades, a menor ordenança, o mais simples crente, embora alguns indivíduos os desprezem, considerando-os apenas como poeira. Quando nos compadecermos de Sião, Deus estará prestes a se compadecer dela. Quando temos prazer na obra do Senhor, o próprio Senhor encontrará prazer nela.

    • 2 min
    9 de julho - Fiel e Útil

    9 de julho - Fiel e Útil

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que habitem comigo; o que anda em reto caminho, esse me servirá. (Salmos 101.6)

    Se Davi falou desta maneira, podemos estar certos de que o Filho de Davi pensava da mesma maneira. Jesus procura homens fiéis e fixa seus olhos sobre eles, para observá-los, torná-los manifestos, encorajá-los e recompensá-los. Nenhum crente de coração sincero deve pensar que está sendo esquecido. O próprio Rei tem seus olhos sobre esse crente.

    Há dois resultados desta observação feita pelo Rei. Primeiramente, lemos: "Para que habitem comigo". O Senhor Jesus traz os fiéis à sua casa, coloca-os em seu palácio, torna-os seus companheiros, deleita-se na comunhão com eles. Temos de ser fiéis ao nosso Senhor; Ele, por sua vez, se manifestará a nós. Quando nossa fidelidade implicar em grande custo para nós, ela será bem recompensada. Quanto mais furiosamente os homens nos rejeitarem, tanto mais alegremente o Senhor nos acolherá.

    Em seguida, o Senhor afirma sobre o crente fiel: "Esse me servirá". Jesus utilizará para sua glória aqueles que desprezam os ardis da sagacidade e são fiéis a Ele mesmo, à sua Palavra e à sua cruz. Esses estarão no séquito do rei Jesus; serão os honrados sevos de Sua Majestade. Comunhão com Ele e utilidade são a recompensa dos fiéis. Senhor, torna-me fiel, para que eu habite contigo e Te sirva.

    • 2 min
    8 de julho - O Acampar-se de um Anjo

    8 de julho - O Acampar-se de um Anjo

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem e os livra. (Salmos 34.7)

    Não podemos ver os anjos, mas o suficiente é que eles podem nos ver. Existe um grande Anjo da Aliança, a quem, não havendo visto, amamos. Seus olhos estão sobre nós, tanto durante o dia quanto à noite. Ele possui muitas hostes de anjos sob sua autoridade e faz que esses anjos sejam vigias de seus santos e os guardem de todo o mal. Se o diabo nos faz o mal, esses anjos nos prestam serviços.

    Observe que o Senhor dos anjos não permanece vindo e retornando, a fim de realizar-nos visitas rápidas; Ele e seus exércitos acampam-se ao nosso redor. Os quartéis do exército da salvação se encontram onde vivem aqueles que creem no Deus vivo. Esse acampamento de anjos está ao redor dos crentes, de modo que eles não podem ser atacados por qualquer grupamento do inimigo, a menos que este transponha as trincheiras do Senhor dos anjos. Temos uma proteção fixa ao nosso lado, uma vigilância permanente. Vigiados pelos mensageiros de Deus, não seremos tomados de surpresa por investidas inesperadas ou destruídos por forças avassaladoras. Livramento é a promessa deste versículo, livramento realizado pelo grande Capitão de nossa salvação. Obteremos esse livramento constantemente, até que nossa guerra acabe e troquemos o campo de batalha por nosso lar de descanso.

    • 2 min
    7 de julho - O Coral dos Montes

    7 de julho - O Coral dos Montes

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: Cantai, ó céus, alegra-te, ó terra, e vós, montes, rompei em cânticos, porque o SENHOR consolou o seu povo e dos seus aflitos se compadece. (Isaías 49.13)

    As consolações ministradas pelo Senhor produzem tanto refrigério, que não somente os próprios santos devem cantar sobre elas, mas também os céus e a terra podem entoar uma canção. Algo é necessário para se fazer um monte cantar; contudo, o profeta convoca quase um coral de montes. O Líbano, o Síriom e os altos montes de Basã e Moabe, Jeová os colocaria todos a cantar, por causa de sua graça manifestada para com seu próprio monte, Sião. Não podemos também fazer que montes de dificuldade, provação, incerteza e trabalho árduo se tornem ocasiões de louvor ao nosso Deus? "Ó ... montes, rompei em cânticos."

    Esta promessa de que Deus terá compaixão de seu povo aflito possui todo um repique de sinos vinculado a ela. Eis a música dos sinos: "Cantai ... alegra-te ... rompei em cânticos". O Senhor deseja que seu povo seja feliz por causa de seu amor infalível. Ele não quer que fiquemos tristes, em dúvidas; Ele nos pede uma adoração proveniente de um coração que crê. Ele não falhará para nós. Porque deveríamos murmurar ou ficar aborrecidos como pessoas que imaginam que Deus falhará. Oh! que tenhamos harpas bem afinadas e vozes semelhantes à dos querubins diante do trono de Deus!

    • 2 min
    6 de julho - Seu Amor, Seu Dom, Seu Filho

    6 de julho - Seu Amor, Seu Dom, Seu Filho

    Saiba mais: https://fiel.in/promessaspreciosas

    Versículo do dia: Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)

    De todas as estrelas do céu, a Polar é a mais útil para os marinheiros. Este versículo é uma estrela Polar, pois ele tem conduzido mais almas à salvação do que qualquer outra passagem das Escrituras. Ele é para as Escrituras o que a Ursa Maior é para as constelações.

    Várias palavras brilham com especial resplendor neste versículo. Nele encontramos o amor de Deus, descrito com a expressão "de tal maneira", que caracteriza sua grandeza imensurável. Em seguida, encontramos o dom de Deus, em toda a sua amplidão e gratuidade. Esse dom é o Filho de Deus, aquele dom único e inestimável de um amor que nunca se manifestou em toda a sua plenitude, até que o Filho unigênito foi enviado do céu para viver e morrer em favor dos homens. Esses três assuntos estão repletos de luz.

    Em seguida, encontramos a simples exigência de crer que, de maneira graciosa, nos indica o caminho da salvação para o homem culpado. Isto é reforçado por uma descrição ampla - "todo o que nele crê". Muitos têm encontrado na expressão "todo o que" um lugar que outra palavra mais limitadora lhes impediria de encontrar. Por fim, temos neste versículo aquela grande promessa - os crentes em Jesus não perecerão, e sim desfrutarão da vida eterna. Isto é animador para todo aquele que sente estar prestes a perecer e não pode salvar a si mesmo. Cremos no Senhor Jesus; portanto, temos a vida eterna.

    • 2 min

Opiniões de clientes

4.9 de 5
7 avaliações

7 avaliações

Top podcasts em Cristianismo

Ouvintes também assinaram