59 min

Colonialismo à portuguesa: A experiência (parte 2) - Série Memória Coletiva Interruptor

    • Society & Culture

Quando o racismo é normalizado, qual o impacto na vida de milhares de africanos e afrodescendentes? Neste episódio, analisamos a experiência atual do pós-colonialismo em Portugal. Falamos das mortes de Alcindo Monteiro e de Bruno Candé, e da ineficácia de um sistema que castiga mais do que protege. E visitamos um dos casos de maior vergonha para o jornalismo nacional: o pseudo-arrastão de 2005. Ouvimos Carlos Pereira (humorista e repórter do 5 Para a Meia-Noite), Vítor Sanches (fundador do projeto e loja cultural Dentu Zona), Paula Cardoso (fundadora da plataforma Afrolink) e Helena Vicente (investigadora do Instituto de Ciências Sociais). Esta é a segunda de duas partes da série Memória Coletiva focadas no colonialismo português (ouve aqui a primeira). Contou com a edição e produção de Ricardo Correia; argumento, realização e voz de Rute Correia. Voz adicional de Tiago Crispim. Leituras e referências adicionais Funcionários da Verdade, Diana Andringa (Tinta da China, 2014), ISBN: 9789896712273 Era uma vez um arrastão, documentário de Diana Andringa, Jorge Costa, Pedro Rodrigues, Mamadou Ba, Joana Lucas, Bruno Moraes Cabral A vítima perfeita - Fábio Monteiro para o Observador (junho de 2014) Contra o esquecimento, os factos – Rui Tavares no jornal Público (junho de 2018) De Alcindo Monteiro a Bruno Candé. Crimes contra as "vidas negras" em Portugal - Marta Grosso e Ricardo Vieira para a Rádio Renascença (julho de 2020) O "sufoco" do racismo em Portugal - João Carlos para a Deutsche Welle (junho de 2020) Mamadou Ba: “Nos últimos 15 anos, mais de dez jovens negros morreram nas mãos da polícia.” - Fumaça (março de 2018) 3 Gráficos para compreender o colonialismo português - Interruptor (maio 2021) Um ecrã em mil tons de branco - Interruptor (abril 2021) Créditos Roger Plexico - Guliver's Travel Park, Thames Town, Aniva Rock Lighthouse e Chateau de Noisy (CC BY-NC-SA) Vasco Completo - Trauma (CC BY-NC-SA) Excertos dos noticiários da noite do dia 10 de junho de 2005, arquivos SIC e TVI

Quando o racismo é normalizado, qual o impacto na vida de milhares de africanos e afrodescendentes? Neste episódio, analisamos a experiência atual do pós-colonialismo em Portugal. Falamos das mortes de Alcindo Monteiro e de Bruno Candé, e da ineficácia de um sistema que castiga mais do que protege. E visitamos um dos casos de maior vergonha para o jornalismo nacional: o pseudo-arrastão de 2005. Ouvimos Carlos Pereira (humorista e repórter do 5 Para a Meia-Noite), Vítor Sanches (fundador do projeto e loja cultural Dentu Zona), Paula Cardoso (fundadora da plataforma Afrolink) e Helena Vicente (investigadora do Instituto de Ciências Sociais). Esta é a segunda de duas partes da série Memória Coletiva focadas no colonialismo português (ouve aqui a primeira). Contou com a edição e produção de Ricardo Correia; argumento, realização e voz de Rute Correia. Voz adicional de Tiago Crispim. Leituras e referências adicionais Funcionários da Verdade, Diana Andringa (Tinta da China, 2014), ISBN: 9789896712273 Era uma vez um arrastão, documentário de Diana Andringa, Jorge Costa, Pedro Rodrigues, Mamadou Ba, Joana Lucas, Bruno Moraes Cabral A vítima perfeita - Fábio Monteiro para o Observador (junho de 2014) Contra o esquecimento, os factos – Rui Tavares no jornal Público (junho de 2018) De Alcindo Monteiro a Bruno Candé. Crimes contra as "vidas negras" em Portugal - Marta Grosso e Ricardo Vieira para a Rádio Renascença (julho de 2020) O "sufoco" do racismo em Portugal - João Carlos para a Deutsche Welle (junho de 2020) Mamadou Ba: “Nos últimos 15 anos, mais de dez jovens negros morreram nas mãos da polícia.” - Fumaça (março de 2018) 3 Gráficos para compreender o colonialismo português - Interruptor (maio 2021) Um ecrã em mil tons de branco - Interruptor (abril 2021) Créditos Roger Plexico - Guliver's Travel Park, Thames Town, Aniva Rock Lighthouse e Chateau de Noisy (CC BY-NC-SA) Vasco Completo - Trauma (CC BY-NC-SA) Excertos dos noticiários da noite do dia 10 de junho de 2005, arquivos SIC e TVI

59 min

Top Podcasts In Society & Culture