22 episódios

Podcast dedicado a informar sobre todos os aspectos de dor orofacial, disfunção temporomandibular, bruxismo e áreas correlatas.

Por dentro da Dor Orofacial Juliana Stuginski Barbosa

    • Saúde e fitness
    • 5,0 • 29 avaliações

Podcast dedicado a informar sobre todos os aspectos de dor orofacial, disfunção temporomandibular, bruxismo e áreas correlatas.

    O consultório: um bate papo sobre necessidades em comunicação, gestão e marketing.

    O consultório: um bate papo sobre necessidades em comunicação, gestão e marketing.

    Convidei dois grandes amigos, dentistas, especialistas em DTM e Dor Orofacial para conversarem sobre o consultório e as necessidades que precisamos aprimorar nas áreas de comunicação, gestão e marketing: Rodrigo Wendel e Rodrigo Teixeira.
    Rodrigo Wendel é especialista e mestre em DTM e Dor Orofacial, coordena cursos de especialização, atualização e imersão na área e atua em consultório em Brasília. Seu site é https://rodrigowendel.com.br
    Rodrigo Teixeira é também especialista, mestre e doutor em DTM e Dor Orofacial, professor e palestrante na área e também atua em consultório dedicado e montado exclusivamente para o atendimento de pacientes nesta área em Belo Horizonte. Seu site é https://drrodrigoteixeira.com.br
    Ambos são sócios fundadores da Sociedade Brasileira de DTM e Dor Orofacial, a SBDOF, e foram diretores financeiros da instituição.
    Como material de base de discussão, nós três fizemos uma pesquisa em Maio de 2020 com especialistas em DTM e Dor Orofacial e conseguimos 213 respostas ao nosso formulário online, o que para quem é entendido de amostra de pesquisa correspondeu a cerca de 5% de margem de erro e 95% de confiança. Nesta pesquisa em média os especialistas apresentaram 8,5 anos de formação dentro da especialidade, 81% tinham outra especialidade além desta e 79% trabalhavam exclusivamente no setor privado. Um dado que chama a atenção é que do tempo dedicado ao consultório, a maioria das pessoas trabalhavam menos de 50% do tempo com a especialidade, sendo os proventos vindos da DTM correspondentes a cerca de 43% dos honorários do especialista e 63% dos respondentes não estavam satisfeitos com sua remuneração. As razões levantadas por eles foram as mais diversas, como o paciente não saber o que é DTM (o que prá mim, particularmente nem é uma dificuldade), dificuldade econômica ou mesmo a capacidade de negociar. 
    Perguntamos também se o dentista era também o responsável pela gestão de seu consultório é a resposta foi sim para 176 pessoas, ou seja, a grande maioria. Mas também 143 pessoas disseram que nunca fizeram um curso sobre isso, sendo que 43% controlam a gestão financeira por uma planilha e 11% nem controlava! O uso de software foi relatado por 21% das pessoas.
    Com estes dados em mente, nós discutimos o diagnóstico da situação e para onde devemos olhar para nos aprimorar!
    Dê um play e ouça esta conversa que está muito bacana!
    Conheça o blog do Por Dentro da Dor Orofacial: www.julianadentista.com

    • 1h 23 min
    Dor referida e o dilema do trigger point.

    Dor referida e o dilema do trigger point.

    O episódio de hoje está especial,  internacional e confesso que fiquei ansiosa para que saísse logo e todos pudessem ouvir.

    Eu e a minha amiga, a querida Profa. Daniela Godoi Gonçalves entrevistamos o professor Fernando Exposto sobre dor referida, dor muscular, presença de trigger points e até, para felicidade da Daniela, exploramos a relação com cefaleia.

    A história do episódio é a seguinte: eu já conhecia os trabalhos do Prof. Fernando Exposto. Ele está na Dinamarca, trabalhando na equipe de dor Orofacial de Aarhus que é liderada pelo Prof. Peter Svensson e onde os meus amigos professores Yuri Costa e Dyna Mara Ferreira passaram uma temporada no último ano. Lembrem-se que no primeiro episódio desta temporada gravei com a Dyna e ela conta a experiência na clínica lá. Então, em uma das minhas idas a bauru, na estrada, aproveitei para colocar os podcasts em dia e ouvi o episódio com o Fernando no podcast da Academia Americana de Dor Orofacial. Na hora pensei: quem dera se todos tivessem acesso a esta entrevista...

    Cheguei em Bauru e logo mandei um whastapp a Daniela, contando sobre o episódio e indicando para ela ouvir. Mas, nem precisou, ela também tinha ouvido e estava empolgada com o conteúdo. Nem preciso dizer que naquele momento surgiu a ideia de gravar e restava fazer o convite ao Fernando.

    Neste ponto tenho já que agradecer (e faço isso várias vezes no episódio) a Dyna Mara que intermediou o convite! Obrigada!!🙂

    Sem mais delongas, vamos às apresentações:


    Professor Doutor Fernando Exposto instrutor clínico e pos Doc do Departamento de Odontologia e Saúde Oral da Universidade de Aarhus na Dinamarca, onde fez seu doutorado, e mestrado na Universidade de Copenhagen também na Dinamarca. Sua linha de pesquisa envolve cefaleias e dores musculares. Além disso, cursou residência em Dor Orofacial na Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos.

    Professora Doutora Daniela Godoi Gonçalves é professora da Faculdade de Odontologia de Araraquara - UNESP, onde ministra aulas nas Disciplinas de e Disfunção Temporomandibular, Dor Orofacial e Oclusão. Entre outras coisas, atualmente é a presidente do Grupo de Neurociências da Associação Internacional de Pesquisa Odontológica, a IADR.


    Links para material relacionado ao episódio no site www.julianadentista.com

    • 53 min
    Processos degenerativos na ATM: e agora?

    Processos degenerativos na ATM: e agora?

    O episódio de hoje  é um pouco diferente. Vou contar uma história antes para vocês entenderem:

    Existe um grupo de estudos ligado ao blog Por Dentro da Dor Orofacial, o GEDOF. Este grupo é composto por especialistas que já atuam na área. A professora Liete Zwir me ajuda em todos encontros. Brinco que é a nossa fada sensata, aquela pessoa que tudo ouve, faz comentários pertinentes e ao final conclui com maestria sobre todos os assuntos.

    Nos dois últimos encontros deste grupo, nos aprofundamos no estudo dos processos ligados aos problemas degenerativos da ATM e as terapias empregadas. Foram horas de estudos.

    E durante os encontros, um nome foi unanimidade como destaque no assunto, sobretudo durante a pandemia onde expos seu conhecimento através de aulas online e também de um instagram bombado, que eu acompanho de perto porque não boba nem nada. O nome? Professor Ricardo Tesch.

    E aí surgiu a sugestão da Profa. Liete: que tal gravarmos uma entrevista com professor Ricardo?

    Gravamos. O conteúdo completo está aqui.

    Eu sugiro que você ouça mais de uma vez. Pq você vai querer anotar tudo para estudar depois.

    O motivo: só quem entende os processos, consegue ser assertivo na terapia. #ficaadica

    Colocarei na postagem do blog referente a este episódio, os links para os artigos citados.

    Por fim, dedico este episódio ao pessoal do #GEDOF, de quem estou morrendo de saudades de nossas reuniões presenciais.

    Profa. Liete Zwir   é pesquisadora da universidade Federal de São Paulo, a UNIFESP, onde fez especialização, mestrado e doutorado e é também especialista em Odontopediatria. Sua a'rea de pesquisa e estudo envolve problemas como artrite reumatóide e artrite idioopática juvenil.

    Prof. Ricardo de Souza tesch é Professor Adjunto da Faculdade de Medicina de Petrópolis, onde é o Coordenador do Curso de Especialização em DTM e Dor Orofacial. Pesquisador com interesse especial nas áreas de Ortodontia e Ortopedia Facial, DTM e Dor Orofacial, Cefaléias, Genética e Medicina Regenerativa, esta última com ênfase no emprego de Terapias Celulares para Regeneração de Cartilagem e Osso.

    Todas as informações foram extraídas do currículo lattes dos professores!

    Os links para artigos deste episódio estão no blog: www.julianadentista.com

    • 1h 25 min
    Discutindo a relação: Ortodontia - DTM - Bruxismo

    Discutindo a relação: Ortodontia - DTM - Bruxismo

    Os convidados de hoje formam um dos casais mais simpáticos que conheço. Dentistas, professores, esportistas, elegantes, viajantes, pais e ainda tem tempo e competência de produzir ciência da melhor qualidade dentro de suas respectivas áreas e também em algumas vezes juntos. Talvez a maior DR entre eles seja sobre Ortodontia, DTM e Bruxismo!
    Ela, Profa Dra Ana Cláudia de Castro Ferreira Conti é especialista em Ortodontia, graduada e, com mestrado e doutorado pela USP e atualmente professora do programa de pós-graduação em Odontologia, com área de concentração Ortodontia na Universidade Norte do Paraná em Londrina e atua também como professora de graduação na área de Ortodontia no Centro Universitário Sagrado Coração Unisagrado em Bauru.
    Ele, Prof. Dr Paulo César Rodrigues Conti foi meu orientador no doutorado... tudo bem, talvez seja o menos importante fato do currículo dele! Afinal de contas ele é um dos maiores professores e especialistas em DTM e Dor orofacial no mundo, nos representando lá fora. Eu tenho o maior orgulho em ainda trabalhar com ele. Atualmente é Professor Titular da Faculdade de Odontologia de Bauru, da Universidade de São Paulo, editor assistente do Journal of Oral Rehabilitation, ex presidente fundador da Sociedade Brasileira de DTM e Dor Orofacial (SBDOF) e vice presidente do Grupo de Interesse Especial  de Dor Orofacial e Cefaleia da Associação Internacional de Estudo da Dor (IASP), além de outros cargos e títulos que acumula.
    Os artigos citados neste episódio tem links na postagem referente a este no blog Por Dentro da Dor Orofacial, em www.julianadentista.com
    Fale comigo:
    ⁃    Email: juliana.dentista@gmail.com
    ⁃    Instagram: www.instagram.com/dtmdororofacial
    ⁃    Twitter: www.twitter.com/dororofacial
    ⁃    Lista de transmissão no Whatsapp: http://bit.ly/julianadentista
    -    Telegram: https://t.me/dororofacial
    Foto da capa:  Aung Soe Min on Unsplash

    • 59 min
    Atualidades sobre Toxina Botulínica em bruxismo e dor orofacial

    Atualidades sobre Toxina Botulínica em bruxismo e dor orofacial

    Toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria Clostridium botulinum e o subtipo A é o que usamos na clínica nos dias de hoje. Amplamente utilizada na área estética, há alguns anos já houve um aumento expressivo nas terapias com toxina botulínica na área de dor orofacial, sobretudo disfunção temporomandibular e também para bruxismo. Há alguns anos também, as pesquisas iniciais mostravam um efeito terapêutico porém com eficácia abaixo ou semelhante às técnicas já empregadas na área... nada muito animador. Será que algo mudou nos últimos tempos?
    Para conversar sobre isso eu convidei dois colegas queridos do bauru Orofacial Pain group: Giancarlo Canales e Rodrigo Poluha. Juntos eles lançaram um ebook, cujo link deixarei na descrição deste episódio, denominado Toxina Botulínica: aplicações além da estética.
    Prof. Dr. Giancarlo de la Torre Canales é peruano (hoje não teremos problemas em identificar quem é quem pela voz somente!), e mora no Brasil já há algum tempo. Fez mestrado e doutorado na UNICAMP, com a linha de pesquisa envolvendo toxina botulínica, e atualmente está como pós doutorando na FOB-USP junto com o professor Paulo Conti, desenvolvendo pesquisas envolvendo o uso da toxina botulínica.
    Prof. Dr. Rodrigo Lorenzi Poluha é paranaense, fez mestrado na Universidade Estadual de Maringá e doutorado na FOB-USP.
    Também vou falar com orgulho que foram meus alunos nos cursos do Bauru Orofacial Pain Group, sob coordenação, claro, do Prof. Paulo Conti.
    Link para ebook “Toxina Botulínica: aplicações além da estética”: https://txbalemdaestetica.wixsite.com/txbaade
    Link para artigos produzidos pelos convidados sobre o tema:
    - De la Torre Canales G, Alvarez-Pinzon N, Muñoz-Lora VRM, Vieira Peroni L, Farias Gomes A, Sánchez-Ayala A, Haiter-Neto F, Manfredini D, Rizzatti-Barbosa CM. Efficacy and Safety of Botulinum Toxin Type A on Persistent Myofascial Pain: A Randomized Clinical Trial. Toxins (Basel). 2020 Jun 15;12(6):395. doi: 10.3390/toxins12060395 PMID: 32549196; PMCID: PMC7354430. - https://www.mdpi.com/resolver?pii=toxins12060395
    - De la Torre Canales G, Bonjardim LR, Poluha RL, Carvalho Soares FF, Guarda-Nardini L, Conti PR, Manfredini D. Correlation Between Physical and Psychosocial Findings in a Population of Temporomandibular Disorder Patients. Int J Prosthodont. 2020 Mar/Apr;33(2):155-159. doi: 10.11607/ijp.5847. PMID: 32069339. - https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32069339/
    - De la Torre Canales G, Poluha RL, Lora VM, Araújo Oliveira Ferreira DM, Stuginski-Barbosa J, Bonjardim LR, Cury AADB, Conti PCR. Botulinum toxin type A applications for masticatory myofascial pain and trigeminal neuralgia: what is the evidence regarding adverse effects? Clin Oral Investig. 2019 Sep;23(9):3411-3421. doi: 10.1007/s00784-019-03026-4. Epub 2019 Jul 24. PMID: 31342244.- https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31342244/
    - De la Torre Canales G, Câmara-Souza MB, do Amaral CF, Garcia RC, Manfredini D. Is there enough evidence to use botulinum toxin injections for bruxism management? A systematic literature review. Clin Oral Investig. 2017 Apr;21(3):727-734. doi: 10.1007/s00784-017-2092-4. Epub 2017 Mar 2. PMID: 28255752. - https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28255752/
    - Botulinum toxin-A injections as therapy for chronic painful post-traumatic trigeminal neuropathy: case report. - https://doi.org/10.14295/bds.2020.v23i1.1800
    Fale comigo: @dtmdorofacial

    • 1h 31 min
    Hoje é dia de “Tricô Bruxista” - conversa sobre Bruxismo na Vigília

    Hoje é dia de “Tricô Bruxista” - conversa sobre Bruxismo na Vigília

    Roberto Garanhani e Adriana Lira... um paranaense catarinense, uma pernambucana mineira, dois amigos queridos que juntos comigo formam o grupo mais ativo no meu whatsapp, o Tricô Bruxista. E foi lá que surgiu a ideia de gravar este segundo episódio da nova temporada do podcast e, justamente, do nosso assunto favorito depois dos memes e das piadas de whatsapp, bruxismo na vigília.
    Sim, bruxismo, esta atividade dos músculos da mastigação que, no caso da vigília, acontece quando estamos acordados e se caracteriza por apertar, encostar os dentes ou mesmo manter os músculos contraídos, manter a mandíbula numa mesma posição, sem os dentes encostados.
    Um pouco mais sobre os meus convidados de hoje:
    Adriana Lira é daquelas pessoas que a gente imagina que o dia tem 48 horas! Professora de graduação e pós graduação da Unicsul, ainda está presente nas especializações em Odontopediatria no IOA-ITC e na Fundecto-USP, no curso Orto na Ped de São Paulo e Belo Horizonte, no CEBDOF, projeto que lida com DTM e Dor Orofacial na infância e Adolescência, coordenadora de comunicação da SBDOF e ainda minha partner nos cursos Dia do Bruxismo e Ciência em DTM! Ufa! Instagram: @odontopediatriaemevidencia
    Roberto Garanhani é professor de prótese dentária e oclusão na Zenith em Florianópolis. Tem também um badalado curso de Placas Oclusais com o qual viaja o Brasil todo com agenda lotada! É idealizador de um projeto muito bacana que ele chamou de Placa Social (@placasocial no Instagram) que tenta democratizar o uso da placa, facilitando a confecção e fazendo com que chegue até o serviço público. Além de tudo isso, é a mente pensante por trás de um dos perfis das redes sociais mais curtidos dentro da odontologia, o @oclupro (junção de suas paixões, oclusao e prótese).
    Foto da capa:  Ursula Castillo on Unsplash
    Fale comigo:
    ⁃    Email: juliana.dentista@gmail.com
    ⁃    Instagram: www.instagram.com/dtmdororofacial
    ⁃    Twitter: www.twitter.com/dororofacial
    ⁃    Lista de transmissão no Whatsapp: http://bit.ly/julianadentista

    • 1h 29 min

Opiniões de clientes

5,0 de 5
29 avaliações

29 avaliações

Oscar Amacleto ,

Conteúdo de qualidade

Informações relevantes, atualizadas e com muita ciência

Pppoottt ,

Prof Dra Juliana sempre inovando

Parabéns pelos podcasts, todos de excelente qualidade. Com isso pode levar informação de maior qualidade para profissionais e pacientes. Todos profissionais que lida com DTM-dor orofacial deveria seguir.

Cá Tavars ,

Excelente

Podcast muito bom, com informações atualizadas.

Top podcasts em Saúde e fitness