299 episodes

Este é o podcast do canal do Youtube #ForadaPolíticaNãoháSalvação, produzido pelo cientista político Cláudio Couto. Os programas do YouTube estão disponíveis aqui na versão de áudio (e, no Spotify, também em vídeo).
O #FPNS é um podcast voltado à discussão da conjuntura política, em especial a brasileira, com base no conhecimento acadêmico produzido sobre a política, as políticas públicas, o direito público e outras áreas.
Novos episódios disponíveis aos sábados de manhã.

#AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #PolíticaBrasileira #CiênciaPolítica

Fora da Política Não há Salvação Cláudio Couto

    • News

Este é o podcast do canal do Youtube #ForadaPolíticaNãoháSalvação, produzido pelo cientista político Cláudio Couto. Os programas do YouTube estão disponíveis aqui na versão de áudio (e, no Spotify, também em vídeo).
O #FPNS é um podcast voltado à discussão da conjuntura política, em especial a brasileira, com base no conhecimento acadêmico produzido sobre a política, as políticas públicas, o direito público e outras áreas.
Novos episódios disponíveis aos sábados de manhã.

#AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #PolíticaBrasileira #CiênciaPolítica

    Elon Musk X Democracia | com Sérgio Amadeu | 222

    Elon Musk X Democracia | com Sérgio Amadeu | 222

    Os ataques promovidos contra o Supremo Tribual Federal – e particularmente dirigidos ao ministro Alexandre de Moraes – pelo dono do ex-Twitter, atual "X", Elon Musk, agitaram a cena política brasileira.

    O ex-presidente, Jair Bolsonaro, rapidamente produziu um vídeo em que tece elogios a Musk como um "mito da liberdade".

    A base bolsonarista se excitou e, além de fazer muito barulho nas redes sociais, deflagrou iniciativas para tentar transformar o factoide em motivo para iniciativas de pressão sobre a Corte Suprema no Congresso.

    Ato contínuo, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara, dominada pela extrema-direita, aprovou uma moção de "aplauso e louvor" ao bilionário.

    Noutros países também houve manifestações que aproveitaram o embalo para engrossar o coro de apoio aos extremistas brasileiros. O neofranquista Vox, partido da ultradireita espanhola, recebeu em Bruxelas uma comitiva de deputados bolsonaristas que foram até o Parlamento Europeu denunciar uma imaginária "ditadura" implantada pelo STF no Brasil.

    O que está por trás dessa mobilização toda, capitaneada pelo magnata sul-africano? De que forma a extrema-direita se articula no mundo da alta tecnologia?

    Para entender tal cenário, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe o sociólogo Sérgio Amadeu, professor da Universidade Federal do ABC (UFABC), profundo conhecedor da relação entre as tecnologias da informação e a política.

    Amadeu presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e há anos acompanha os processos políticos que se desenrolam nesse âmbito.



    As músicas deste episódio são "O Boy", de Jeremy Black, e "Next Steps", do half.cool.



    Leia o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital.



    Apoie o e ajude o canal e o podcast a se manter e a melhorar!



    Apoiadores contarão com agradecimentos nos créditos dos episódios (claro, desde que desejem) e terão acesso a brindes relacionados ao tema do canal: a política.

    Agradecemos aos apoiadores do #ForadaPolíticaNãoháSalvação, Leandro Gonzaga, Emanuel Foglietto, Júlio Gonçalves Rocha, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erica Cunha, Fátima Soares Franklin, José M. V. Freitas, Chrystian Ferreira, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erika Cunha, Beth de Brasília, Bruno Soares, Cláudia Fenerich, Rodolfo Nogueira da Cunha, Luís Henrique do Amaral Vinha, Bruno Tavares, bem como a todos e todas que têm apoiado por meio do botãozinho do "Valeu Demais". 💛🧡💛🧡💛🧡



    Há quatro formas possíveis de apoio.



    1. Valeu Demais: Fazendo uma doação pelo botão botão do coraçãozinho ❤️ do "Valeu" no YouTube. Você determina o valor.

    2. Clube dos Canais: Tornando-se membro do canal 🥇no Clube dos Canais do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCbSOn9WtyJubqodDk_nL1aw/join

    3. Benfeitoria: Fazendo uma assinatura simbólica 🗞️ do #FPNS no Benfeitoria.com: https://benfeitoria.com/projeto/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao

    4. PIX: Por meio de PIX 💰. Chave PIX: ✉️ contato@foradapoliticanaohasalvacao.info



    #Internet #RedesSociais #ExtremaDireita #Extremismo #Twitter #Democracia #Autoritarismo #Bolsonarismo

    #Política #AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #CiênciaPolítica


    ---

    Send in a voice message: https://podcasters.spotify.com/pod/show/fpns/message

    • 1 hr 7 min
    A máquina mortífera de Tarcísio e Derrite | com Samira Bueno | 221

    A máquina mortífera de Tarcísio e Derrite | com Samira Bueno | 221

    Desde que o bolsonarista Tarcísio de Freitas tomou posse como governador de São Paulo, os índices de letalidade da Polícia Militar paulista explodiram.

    Já na campanha eleitoral Tarcísio se posicionou contra o uso de câmeras corporais nos uniformes dos policiais. Essa é também a posição defendida por seu secretário de segurança, Guilherme Derrite, um deputado-federal e ex-capitão da tropa de elite da PM paulista, a Rota.

    Quando implantadas as câmeras reduziram em 70% a letalidade policial e também fizeram cair as mortes de policiais. Segundo o governador, esses dispositivos constrangem os agentes.

    Especialmente sangrentas foram as ações realizadas na Baixada Santista em retaliação à morte de policiais militares - Operação Escudo e Operação Verão, que resultaram em 92 óbitos. Trata-se da ação policial mais mortífera desde o Massacre do Carandiru, em 1992.

    Como se chegou a tal ponto? O que pretendem o governador paulista e seu secretário de segurança? Quais as consequências desse tipo de atuação policial?

    Para discutir tais temas, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe a socióloga Samira Bueno, diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Ela é doutora em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.



    As músicas deste episódio são "Thinking Back", de Max Surla, "Blood Kiss", do Hainbach, e "Funeral in Sinaloa", de Jimena Contreras.



    Leia o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital.



    Apoie o e ajude o canal e o podcast a se manter e a melhorar!



    Apoiadores contarão com agradecimentos nos créditos dos episódios (claro, desde que desejem) e terão acesso a brindes relacionados ao tema do canal: a política.

    Agradecemos aos apoiadores do #ForadaPolíticaNãoháSalvação, Leandro Gonzaga, Emanuel Foglietto, Júlio Gonçalves Rocha, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erica Cunha, Fátima Soares Franklin, José M. V. Freitas, Chrystian Ferreira, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erika Cunha, Beth de Brasília, Bruno Soares, Cláudia Fenerich, Rodolfo Nogueira da Cunha, Luís Henrique do Amaral Vinha, Bruno Tavares, bem como a todos e todas que têm apoiado por meio do botãozinho do "Valeu Demais". 💛🧡💛🧡💛🧡



    Há quatro formas possíveis de apoio.



    1. Valeu Demais: Fazendo uma doação pelo botão botão do coraçãozinho ❤️ do "Valeu" no YouTube. Você determina o valor.

    2. Clube dos Canais: Tornando-se membro do canal 🥇no Clube dos Canais do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCbSOn9WtyJubqodDk_nL1aw/join

    3. Benfeitoria: Fazendo uma assinatura simbólica 🗞️ do #FPNS no Benfeitoria.com: https://benfeitoria.com/projeto/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao

    4. PIX: Por meio de PIX 💰. Chave PIX: ✉️ contato@foradapoliticanaohasalvacao.info



    #Polícia #ViolênciaPolicial #SegurançaPública #PolíticasPúblicas #ExtremaDireita

    #Política #AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #CiênciaPolítica


    ---

    Send in a voice message: https://podcasters.spotify.com/pod/show/fpns/message

    • 1 hr 14 min
    Política na Veia | 71 | Memória ignorada?

    Política na Veia | 71 | Memória ignorada?

    O SILÊNCIO SOBRE 64 E OS AVANÇOS NA INVESTIGAÇÃO DO GOLPISMO DE 2022 | Política na Veia

    Neste domingo 31, os ministros do governo Lula adotaram uma postura discreta nas redes sociais, ao comentar o aniversário de 60 anos do golpe militar de 1964: apenas sete dos 38 chefes da Esplanada publicaram mensagens alusivas ao golpe. A timidez explica-se pelo veto imposto pelo presidente Lula a eventos e manifestações institucionais sobre o episódio, em meio a um esforço para amenizar a relação com os militares. Em entrevista no fim de fevereiro, Lula disse que prefere não remoer o golpe de 64 porque, segundo ele, “faz parte do passado” e ele deseja “tocar o país para frente”. A recomendação, contudo, foi criticada por historiadores e entidades ligadas aos direitos humanos. Ao mesmo tempo, entretanto, avançam as investigações da Polícia Federal, com aval do Supremo, sobre a tentativa de Jair Bolsonaro e aliados promoverem um golpe de estado em 2022, após as eleições presidenciais.

    Esse é o tema do POLÍTICA NA VEIA desta terça-feira, que conta com a participação de Sergio Lirio, redator-chefe de CartaCapital; do jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN; e do cientista político Claudio Couto, do canal do YouTube e podcast Fora Da Política Não Há Salvação.


    O POLÍTICA NA VEIA vai ao ar todas as terças-feiras, às 11h e fica disponível depois no podcast do #ForadaPolíticaNãoháSalvação e nos canais do YouTube da Carta, do GGN e do #FPNS.


    Siga o Fora da Política Não Há Salvação
    - Facebook: https://www.facebook.com/foradapoliticanaohasalvacao
    - Instagram: https://instagram.com/fora_politica_nao_salvacao
    - Mastodon: https://mastodon.social/@claudio_couto
    - Threads: https://www.threads.net/@fora_politica_nao_salvacao


    Seja membro do Clube do Canal de CartaCapital e tenha acesso a benefícios exclusivos:
    https://bit.ly/ClubeDoCanal


    Inscreva-se em nossos canais!
    https://www.youtube.com/@ForadaPoliticaNaohaSalvacao
    https://www.youtube.com/cartacapital
    https://www.youtube.com/@TVGGN


    Siga CartaCapital nas redes sociais:
    - Facebook: http://www.facebook.com/CartaCapital
    - Twitter: http://www.twitter.com/cartacapital
    - Instagram: http://www.instagram.com/cartacapital


    Siga o GGN nas redes sociais
    -Twitter: https://twitter.com/JornalGGN
    -Twitter: https://twitter.com/LuisNassif
    -Facebook: https://facebook.com/JornalGGN
    -Instagram: https://instagram.com/JornalGGN


    Assine e apoie CartaCapital: https://bit.ly/CartaYoutube
    Apoie o #ForadaPolíticaNãoháSalvação: https://benfeitoria.com/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao
    Apoie a TV GGN Catarse: http://www.catarse.me/jornalggn


    #Bolsonarismo #ExtremaDireita #GolpedeEstado #Golpismo #ViolênciaPolítica #Golpede1964 #GolpeMilitar #DitaduraMilitar #RegimeMilitar
    #AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #Democracia


    ---

    Send in a voice message: https://podcasters.spotify.com/pod/show/fpns/message

    • 1 hr 4 min
    1964: 60 anos do golpe | com Marcos Napolitano | 220

    1964: 60 anos do golpe | com Marcos Napolitano | 220

    O golpe militar de 1964 completa 60 anos neste 31 de março. Ou será no 1º de abril?

    É momento oportuno para se refletir sobre o regime castrense, após 4 anos de um novo governo militar, liderado pelo "mau militar", pela "anormalidade" Jair Bolsonaro – nas palavras do ex-presidente da ditadura, general Ernesto Geisel.

    Por vezes se denomina como "ditadura civil-militar" aquele período. Seria essa a forma mais adequada de denominar aquele regime autoritário?

    Também é comum se apontar como elemento central daquela era uma divisão dos fardados em dois grupos antagônicos. De lado estaria a "linha branda", ou moderada, os castelistas, a Sorbonne. Doutro lado perfilaria a "linha dura", os radicais, a turma do porão. Costuma-se vincular a este segundo grupo a responsabilidade pelas torturas e pelas mortes e desaparecimentos forçados de opositores. Adviria dela também o núcleo duro castrense do governo bolsonarista – com destaque para o general Augusto Heleno, ex-ajudante de ordens do sanguinário general Sílvio Frota.

    Mas essa divisão de fato se sustenta nos fatos históricos? Ou é preciso revisitar o período e aprimorar tal discussão?

    Outro ponto que permite uma comparação entre aquele longo governo militar e o mais recente é a existência ou não de um projeto político consistente.

    Se o governo Bolsonaro era uma balbúrdia destrutiva, as Forças Armadas de antanho claramente tinham um projeto, estruturado antes mesmo do golpe de 1964. Ele se consubstanciou não apenas na tomada e manutenção do poder durante duas décadas, mas em políticas públicas estruturantes e num modelo de Estado, dos quais temos sobrevivências ainda hoje, algumas positivas – como o Plano Nacional de Imunizações, a Embrapa e o sistema de pós-graduação –, outras claramente nefastas, como a violência das polícias militares, a ingerência fardada na politica civil e o atraso na educação fundamental.

    Para pesarmos esses e outros temas, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe o historiador Marcos Napolitano, professor de História do Brasil Contemporâneo na USP e autor de diversas obras sobre o período, como "1964: a história do regime militar brasileiro" e "Coração Civil. A vida cultural brasileira sob o regime militar: 1964 a 1985. Ensaio Histórico".



    As músicas deste episódio são "Khreshchatyk", de Dan Bodan, e "Tangled", de Emmit Fenn.



    Leia o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital.



    Apoie o e ajude o canal e o podcast a se manter e a melhorar!



    Apoiadores contarão com agradecimentos nos créditos dos episódios (claro, desde que desejem) e terão acesso a brindes relacionados ao tema do canal: a política.

    Agradecemos aos apoiadores do #ForadaPolíticaNãoháSalvação, Leandro Gonzaga, Emanuel Foglietto, Júlio Gonçalves Rocha, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erica Cunha, Fátima Soares Franklin, José M. V. Freitas, Chrystian Ferreira, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erika Cunha, Beth de Brasília, Bruno Soares, Cláudia Fenerich, Rodolfo Nogueira da Cunha, Luís Henrique do Amaral Vinha, Bruno Tavares, bem como a todos e todas que têm apoiado por meio do botãozinho do "Valeu Demais". 💛🧡💛🧡💛🧡



    Há quatro formas possíveis de apoio.



    1. Valeu Demais: Fazendo uma doação pelo botão botão do coraçãozinho ❤️ do "Valeu" no YouTube. Você determina o valor.

    2. Clube dos Canais: Tornando-se membro do canal 🥇no Clube dos Canais do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCbSOn9WtyJubqodDk_nL1aw/join

    3. Benfeitoria: Fazendo uma assinatura simbólica 🗞️ do #FPNS no Benfeitoria.com: https://benfeitoria.com/projeto/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao

    4. PIX: Por meio de PIX 💰. Chave PIX: ✉️ contato@foradapoliticanaohasalvacao.info



    #GolpeMilitar #DitaduraMilitar #GolpeDeEstado #Militarismo #Autoritarismo #Golpede1964 

    #Política #AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #Ciê

    • 1 hr 18 min
    Política na Veia | 70 | Bolsonaro na Embaixada, Brazões na Cadeia

    Política na Veia | 70 | Bolsonaro na Embaixada, Brazões na Cadeia

    BOLSONARO NA EMBAIXADA DA HUNGRIA E A PRISÃO DOS SUSPEITOS DO CASO MARIELLE | Política na Veia

    Na segunda-feira, 25 de março, o New York Times revelou que o ex-presidente Jair Bolsonaro passou duas noites na embaixada da Hungria em Brasília em fevereiro deste ano, quatro dias depois de uma operação da Polícia Federal apreender seu passaporte. O ex-capitão permaneceu no local até 14 de fevereiro, acompanhado de dois seguranças.

    Na embaixada, Bolsonaro não poderia, por exemplo, ser alvo de uma eventual ordem de prisão. A Hungria é governada por Viktor Orbán, primeiro-ministro de extrema-direita e aliado do ex-capitão.

    A estadia de Jair Bolsonaro na missão húngara pode ser interpretada como uma tentativa de fuga? O ex-presidente pode se tornar alvo de uma ordem de prisão preventiva?

    Esse é o tema do POLÍTICA NA VEIA desta terça-feira, que conta com a participação de Sergio Lirio, redator-chefe de CartaCapital; do jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN; e do cientista político Cláudio Couto, do canal do YouTube e podcast Fora Da Política Não Há Salvação.

    Veja também: a operação da Polícia Federal contra os supostos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco. Na manhã do domingo 24, a PF prendeu Domingos Brazão, ex-deputado e conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro; Chiquinho Brazão, deputado federal; e Rivaldo Barbosa, delegado da Polícia Civil que já atuou nas investigações.



    O POLÍTICA NA VEIA vai ao ar todas as terças-feiras, às 11h e fica disponível depois no podcast do #ForadaPolíticaNãoháSalvação e nos canais do YouTube da Carta, do GGN e do #FPNS.



    Siga o Fora da Política Não Há Salvação

    - Facebook: https://www.facebook.com/foradapoliticanaohasalvacao

    - Instagram: https://instagram.com/fora_politica_nao_salvacao

    - Mastodon: https://mastodon.social/@claudio_couto

    - Threads: https://www.threads.net/@fora_politica_nao_salvacao



    Seja membro do Clube do Canal de CartaCapital e tenha acesso a benefícios exclusivos:

    https://bit.ly/ClubeDoCanal



    Inscreva-se em nossos canais!

    https://www.youtube.com/@ForadaPoliticaNaohaSalvacao

    https://www.youtube.com/cartacapital

    https://www.youtube.com/@TVGGN



    Siga CartaCapital nas redes sociais:

    - Facebook: http://www.facebook.com/CartaCapital

    - Twitter: http://www.twitter.com/cartacapital

    - Instagram: http://www.instagram.com/cartacapital



    Siga o GGN nas redes sociais

    -Twitter: https://twitter.com/JornalGGN

    -Twitter: https://twitter.com/LuisNassif

    -Facebook: https://facebook.com/JornalGGN

    -Instagram: https://instagram.com/JornalGGN



    Assine e apoie CartaCapital: https://bit.ly/CartaYoutube

    Apoie o #ForadaPolíticaNãoháSalvação: https://benfeitoria.com/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao

    Apoie a TV GGN Catarse: http://www.catarse.me/jornalggn



    #Bolsonarismo #ExtremaDireita #GolpedeEstado #Golpismo #Marielle #PolíciaFederal #Crime #ViolênciaPolítica

    #AnálisePolítica #ConjunturaPolítica #Democracia


    ---

    Send in a voice message: https://podcasters.spotify.com/pod/show/fpns/message

    • 1 hr
    Governe-se com um Congresso desses | com Graziella Testa | 219

    Governe-se com um Congresso desses | com Graziella Testa | 219

    A relação do governo Lula 3 com o Congresso Nacional não tem sido fácil, contrastando com a experiência dos governos Lula 1 e 2. À época, o presidente não enfrentava um legislativo tão à direita, nem tão empoderado e com capacidade para controlar nacos cada vez maiores do orçamento público.

    Ainda assim, o Poder Executivo obteve sucesso em suas empreitadas mais importantes do primeiro ano de mandato, com a aprovação da reforma tributária e do novo marco fiscal. Além disso, o número de projetos do Executivo aprovados foi bastante elevado. A questão é: o custo político para isso foi muito alto também.

    Vale chamar a atenção também para a vitória do governo na CPMI dos Atos Golpistas, que indiciou diversos bolsonaristas de alto coturno, e o fiasco da oposição na CPI do MST, que sequer conseguiu produzir um relatório final.

    O fato é que, ao menos desde 2015, o Congresso Nacional vem ganhando poder, reduzindo o espaço do Executivo na gestão orçamentária com as PECs que tornaram impositiva a execução de emendas parlamentares, primeiro, e com as emendas de relator (que deram origem ao orçamento secreto), depois.

    Outro aspecto importante são os efeitos da pandemia sobre o funcionamento da Câmara, a casa legislativa mais importante no processo decisório. O presidente Arthur Lira aproveitou as ferramentas de trabalho parlamentar remoto adotadas durante a crise da Covid-19 para tornar esses instrumentos práticas correntes mesmo após a volta à normalidade sanitária, conseguindo assim concentrar muito poder em suas mãos.

    Comissões permanentes da Câmara dos Deputados perderam espaço para grupos de trabalho, cuja composição fica à disposição da discricionariedade do presidente da Mesa Diretora.

    Enfim, são muitos os aspectos a serem abordados para se entender essa intricada e árdua relação Executivo-Legislativo no Brasil.

    Visando decifrar esse cipoal, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe a cientista política Graziella Testa, professora da Escola de Política Públicas e Governo da FGV em Brasília.

    Ela é uma das organizadoras do livro “Governabilidade: Instituições, atores e estratégias”, publicado em coedição pela Fundação Konrad-Adenauer e o Instituto Voto Consciente. Nessa obra, Testa é autora de um capítulo intitulado "Fortalecimento do Legislativo ou centralização do poder? Governabilidade e a formação de base no Congresso Nacional (2019-2023)".



    As músicas deste episódio são "Don't Fret" e "Woodshedder", ambas de Quincas Moreira.



    Leia o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital.



    Apoie o e ajude o canal e o podcast a se manter e a melhorar!



    Apoiadores contarão com agradecimentos nos créditos dos episódios (claro, desde que desejem) e terão acesso a brindes relacionados ao tema do canal: a política.

    Agradecemos aos apoiadores do #ForadaPolíticaNãoháSalvação, Leandro Gonzaga, Emanuel Foglietto, Júlio Gonçalves Rocha, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erica Cunha, Fátima Soares Franklin, José M. V. Freitas, Chrystian Ferreira, David Leandro Cavalcante, Micaela Ferraz, Erika Cunha, Beth de Brasília, Bruno Soares, Cláudia Fenerich, Rodolfo Nogueira da Cunha, Luís Henrique do Amaral Vinha, Bruno Tavares, bem como a todos e todas que têm apoiado por meio do botãozinho do "Valeu Demais". 💛🧡💛🧡💛🧡



    Há quatro formas possíveis de apoio.



    1. Valeu Demais: Fazendo uma doação pelo botão botão do coraçãozinho ❤️ do "Valeu" no YouTube. Você determina o valor.

    2. Clube dos Canais: Tornando-se membro do canal 🥇no Clube dos Canais do YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCbSOn9WtyJubqodDk_nL1aw/join

    3. Benfeitoria: Fazendo uma assinatura simbólica 🗞️ do #FPNS no Benfeitoria.com: https://benfeitoria.com/projeto/ApoioForadaPoliticaNaohaSalvacao

    4. PIX: Por meio de PIX 💰. Chave PIX: ✉️ contato@foradapoliticanaohasalvacao.info

    • 1 hr 11 min

Top Podcasts In News

Serial
Serial Productions & The New York Times
The Daily
The New York Times
Up First
NPR
The Tucker Carlson Podcast
Tucker Carlson Network
Pod Save America
Crooked Media
The Ben Shapiro Show
The Daily Wire

You Might Also Like

Foro de Teresina
piauí
Medo e Delírio em Brasília
Central 3 Podcasts
Ilustríssima Conversa
Folha de S.Paulo
O É da Coisa
BandNews FM
UOL Prime
UOL
Durma com essa
Nexo Jornal