40 episódios

Podcast em português da Tax Justice Network sobre justiça fiscal, corrupção e globalização financeira.

É da sua conta Tax Justice Network

    • Notícias
    • 5,0 • 3 avaliações

Podcast em português da Tax Justice Network sobre justiça fiscal, corrupção e globalização financeira.

    CARF permite abusos fiscais bilionários no Brasil

    CARF permite abusos fiscais bilionários no Brasil

    Cerca de 1 trilhão de reais (USD 192 bi)  está para ser julgado no CARF, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais. Mas o que é CARF? O que está sendo julgado? De quem é esse dinheiro? E se grandes corporações e super ricos não pagam impostos, de onde vem o dinheiro para políticas públicas? Tem solução? Essas e outras questões estão respondidas do episódio #40 do É da Sua Conta.
    Você ouve no É da sua conta #40:
    CARF é órgão público a serviço de grandes corporações e super ricos: metade dos conselheiros é indicada por confederações de empresas. Herança patrimonialista: não há nada como o CARF no resto do mundo. CARF favorece desigualdades: se os que mais têm não pagam seus impostos devidos, sobra para quem menos tem pagar mais tributos. Exemplos são o aumento de impostos sobre bens e serviços e a não correção da tabela do imposto de renda, fazendo com que mais assalariados de menor renda tenham que pagá-lo. Exemplos positivos: saiba como se recorre a uma decisão tributária nos países nórdicos. Há saída: Instituto de Justiça Fiscal propõe alterações no CARF que favorecem toda população. A descrição completa do episódio está no site do É da Sua Conta.

    • 33 min
    Regras de tributação global devem ser decididas na ONU

    Regras de tributação global devem ser decididas na ONU

    Todas as negociações globais por direitos que ocorrem na ONU esbarram no mesmo problema: quem vai pagar por isso? O movimento por justiça fiscal já encontrou o dinheiro – escondido em paraísos fiscais. Agora falta tributar e dividir. E a maneira mais justa para que isso ocorra é que as regras de tributação internacional sejam decididas por todos os países. No episódio #39 do É da Sua Conta você ouve os motivos que tornam uma Convenção Tributária nas Nações Unidas o lugar mais democrático e transparente para que essas negociações ocorram.

    • 26 min
    Registro global de ativos pode acabar com sigilo financeiro #38

    Registro global de ativos pode acabar com sigilo financeiro #38

    De um lado 33 milhões de brasileiros passando fome. Do outro, pelo menos 558 bilhões de dólares de brasileiros no exterior. De um lado, a população de rua aumenta. Do outro, super ricos com medo da violência. Mas “a violência só existe porque o sigilo financeiro existe antes”, afirma Márcio Calvet Neves, do Instituto de Justiça Fiscal no episódio #38 do É da Sua Conta, que traz a possibilidade de solução para estes problemas: o registro global de ativos.

    • 34 min
    EUA: maiores facilitadores de corrupção global #37

    EUA: maiores facilitadores de corrupção global #37

    Os  Estados Unidos estão no topo do Índice de Sigilo Financeiro 2022 da Tax Justice Network. Isso significa que além de favorecer a corrupção, os EUA têm grande responsabilidade no saque das riquezas dos países, na redução da capacidade de arrecadar impostos e na desestabilização de mercados no mundo todo.
    De acordo com este ranking, há o dobro de riqueza escondida em paraísos fiscais do que dinheiro circulando nas economias, entre pessoas e empresas. Mas, ha nouma boa notícia  Índice: apesar das sabotagens de cinco dos países que compõem o G7, as reformas nas regras da transparência adotadas em mais de 100 países estão reduzindo o mercado para aqueles que buscam esconder suas fortunas. Os achados do Índice de Sigilo Financeiro 2022 e soluções apontadas por esse relatório da Tax Justice Network estão na edição #37 do É da Sua Conta.
    Você ouve no É da sua conta #37:
    Top 10 dos países que mais fornecem sigilo financeiro no mundo. O que levou os EUA à essa vergonhosa liderança e o que precisa ser feito para o país diminuir a oferta de esconderijo para indivíduos ricos, de acordo co organizações  que atuam por justiça fiscal. EUA, Reino Unido, Alemanha, Itália e Japão: o mau exemplo das grandes economias como facilitadoras de sigilo financeiro. A razão da melhora da posição das Ilhas Cayman, ainda que continue entre os 20 que mais oferecem serviços secretos. Emirados Árabes Unidos, Singapura e Hong Kong: a tendência de indivíduos ricos em buscar autocracias para esconder suas fortunas. Angola e Brasil: como estão no ranking e o que precisa ser feito para reduzirem a oferta de sigilo. Call to action: registro global público dos proprietários “de carne e osso” e de bens e ativos e transferência das decisões sobre tributação  internacional para a ONU. “Os EUA são a única grande economia que ainda não adotou os padrões internacionais de transparência de informações.” (Florencia Lorenzo, Tax Justice Network)
    “A indústria de investimento privado dos EUA está perto dos USD 11 trilhões, o que ultrapassa qualquer mercado semelhante no mundo. É por isso que as reformas que os EUA precisam fazer para a transparência desse mercado são tão vitais.” (Ryan Gurule, FACT Coalition)
    “ Mesmo nos países ricos dos paraísos fiscais, a maioria das pessoas são também vítimas das suas próprias elites corruptas. Portanto, é melhor ver este equilíbrio de forças como sendo entre uma pequena elite transnacional corrupta, por um lado, e os 99% de pessoas comuns em todos os países, ricas ou pobres, por outro lado.” (Nick Shaxson, Tax Justice Network)
    “Vemos os serviços de sigilo irem cada vez mais para esse tipo de jurisdição (autocrática), o que é um sinal positivo na medida em que reflete uma espécie de marginalização dos fluxos financeiros ilícitos. Já não é algo que se possa fazer através de Londres ou Delaware.” (Alex Cobham, Tax Justice Network)
    “(Levar a discussão para a ONU) permitiria a todos os países participar de forma igualitária, o que atualmente não é uma realidade com as regras tributárias globais sendo feitas na OCDE sem a participação de mais de um terço dos países do mundo.” (Lays Ushirobira, Global Alliance for Tax Justice) 
     
    Participam desse episódio
    Alex Cobham – diretor executivo da Tax Justice Network
    Florencia Lorenzo – pesquisadora da Tax Justice Network
    Lays Ushirobira, coordenadora de comunicação da Global Alliance for Tax Justice
    Nick Shaxson – jornalista da Tax Justice Network
    Ryan Gurule – diretor político da FACT Coalition 
    Saiba mais:
    Índice de Sigilo Financeiro 2022 da Tax Justice Network
    Índice de Sigilo Financeiro 2020 - Episódio #10 do É da Sua Conta
    Nosso site: https://www.thetaxcast.com/?lang=pt-br 

    • 32 min
    Como se livrar da maldição do petróleo?

    Como se livrar da maldição do petróleo?

    Sobe o preço do barril de petróleo, sobem os custos de produção e os preços de quase tudo para os consumidores finais, trabalhadores e trabalhadoras. O É da sua conta #36 é sobre essa maldição e como se livrar dela. Cloviomar Cararine e Juliane Furno explicam como acontece a formação do preço do petróleo e de seus derivados no Brasil e no mundo, o peso da pandemia de covid-19 e da guerra na Ucrânia nessa dinâmica, como as empresas petroleiras se beneficiam desse cenário e os impactos sobre a inflação.  Suzana Ruiz e Juliane apontam também as medidas de justiça fiscal que podem ser tomadas para minimizar esse problema global. Mais informações: www.edasuaconta.com 

    • 27 min
    Sanções a oligarcas exigem fim de sigilo fiscal

    Sanções a oligarcas exigem fim de sigilo fiscal

    Tão logo a guerra na Ucrânia começou, os governos dos Estados Unidos e da União Europeia se mobilizaram e lançaram sanções econômicas e financeiras contra a Rússia, inclusive mirando oligarcas e super-ricos do país. Foram decisões-relâmpago diante de uma situação excepcional de guerra. Mas enquanto o sigilo financeiro existir, será muito difícil rastrear bens e ativos dos super-ricos russos ou de qualquer outra parte do mundo.
    O É da sua conta #35 mostra  como é possível pôr um fim no sigilo financeiro e, com isso, combater a corrupção global, abuso fiscal e fluxos financeiros ilícitos. Esses crimes  causam enormes danos para populações no mundo inteiro há muito tempo, e não são cometidos apenas por oligarcas russos.

    • 25 min

Opiniões de clientes

5,0 de 5
3 avaliações

3 avaliações

Top podcasts em Notícias

UOL
G1
Petit Journal
Central 3 Podcasts
revista piauí
O Globo

Você Também Pode Gostar de

Carlos Alberto Jr.
Nexo Jornal
O Globo
Cláudio Couto
Nexo Jornal
Petit Journal