35 episódios

Amplitudes é um podcast produzido pelo Núcleo de Cultura Participação do Instituto Tomie Ohtake que discute temas relevantes da educação, da cultura e das artes nacionais, ampliando o alcance dos debates que acontecem dentro do nosso espaço. Toda a primeira segunda feira de cada mês, o educador Pedro Costa entrevista artistas, educadores e profissionais da cultura convidados a apresentar suas ideias, pesquisas e inquietações para o público.

Amplitudes Instituto Tomie Ohtake

    • Artes
    • 5,0 • 4 avaliações

Amplitudes é um podcast produzido pelo Núcleo de Cultura Participação do Instituto Tomie Ohtake que discute temas relevantes da educação, da cultura e das artes nacionais, ampliando o alcance dos debates que acontecem dentro do nosso espaço. Toda a primeira segunda feira de cada mês, o educador Pedro Costa entrevista artistas, educadores e profissionais da cultura convidados a apresentar suas ideias, pesquisas e inquietações para o público.

    O que é um espaço criativo? Com Rayssa Oliveira

    O que é um espaço criativo? Com Rayssa Oliveira

    Os espaços contribuem ou interferem no processo criativo? Quais ferramentas podem nos auxiliar na criação de ambientes estimulantes para crianças e jovens? Como sustentar um estado de atenção criativa em nosso cotidiano?

    Nesse episódio do podcast Amplitudes, Pedro Costa, Luara Carvalho e Kaya Fernanda Vallim, educadoras do Instituto Tomie Ohtake, conversam com Rayssa Oliveira, professora, arquiteta e atelierista. Rayssa tem uma ampla pesquisa sobre os efeitos dos espaços escolares e educativos no processo criativo das crianças, em que avalia como tais lugares podem ser modificados para criar ambientes mais provocativos e estimulantes à criatividade, além de mais receptivos aos desejos daqueles que os vivenciam cotidianamente.

    Para Rayssa, os espaços falam conosco cotidianamente; e interferir neles,  seja em casa, na sala de aula, na escola ou na cidade, é escolher como  desejamos ser influenciados por eles. Desse modo, a atenção aos ambientes e territórios se revela uma potente ferramenta de criação individual e  coletiva. Como estão os espaços que você habita? E como é possível transformá-los  para que nos estimulem a pensar de um modo criativo?

    • 1h 6 min
    Por quanto tempo acreditei ter sonhado que era livre? Com Tessa Moura Lacerda, Mirella Maria e Ana Paula Lopes

    Por quanto tempo acreditei ter sonhado que era livre? Com Tessa Moura Lacerda, Mirella Maria e Ana Paula Lopes

    No  mês de junho o Instituto Tomie Ohtake apresenta exposições  exclusivamente com artistas mulheres. Entre elas, Anna Maria Maiolino,  Rosana Paulino, Val Souza e Tomie Ohtake. O que nos levanta algumas  questões: Por que é importante ver, ler e ouvir autoras mulheres? O que a  diversidade de mulheres representa para a sociedade brasileira? E, como  a participação das mulheres nas artes contribuem para a criação de um  mundo menos patriarcal?

    Nesse mês o Podcast Amplitudes  se aprofunda no debate sobre o significado de ser mulher no Brasil de  hoje. Nesse episódio educador Pedro Costa conversa com a professora  Tessa Lacerda, a pesquisadora e artista visual Mirella Maria e a  curadora Ana Paula Lopes, sobre a identidade das mulheres brasileiras, a  representação dessas mulheres no campo artístico e a importância de  haver exposições como essas, que dêem espaço de visibilidade para as  produções femininas no mundo de hoje.

    • 1h 11 min
    Qual o poder do olhar e qual o poder da visibilidade? Com Val Souza

    Qual o poder do olhar e qual o poder da visibilidade? Com Val Souza

    Como é construída a ideia de beleza da mulher brasileira? Como as mulheres brasileiras agenciam suas imagens em face das violências fundadoras desse país? Essas são algumas das questões que perpassam o trabalho de Val Costa, artista multiplataforma, cuja pesquisa questiona as noções de beleza da sociedade brasileira, e o modo como essas noções recaem sobre os corpos das mulheres negras.

    Neste episódio do Podcast Amplitudes, Pedro Costa e Kaya Fernanda, educadoras do Instituto Tomie Ohtake, entrevistam a artista Val Costa. Ela fez uma residência artística para a exposição Arte Atual "Por muito tempo pensei ter sonhado que era livre" que está em cartaz no Instituto Tomie Ohtake, e por alguns dias coabitou os ateliês do Instituto Tomie Ohtake com seus funcionários. Nessa conversa Val falou de sua pesquisa, suas obras e do modo que sua presença no mundo se relaciona com uma pesquisa mais profunda, que tem a ver com beleza, prazer e amor.

    • 1h 15 min
    Quem é Anna Maria Maiolino? Com a própria artista

    Quem é Anna Maria Maiolino? Com a própria artista

    A vida primeiro! Esse é um dos motes de Anna Maria Maiolino, uma das artistas mais relevantes do cenário atual com mais de sessenta anos de carreira. Ao longo de sua trajetória Maiolino produziu obras em múltiplas linguagens como gravura, argila, poesia, fotografia e performance que versam sobre o feminino, a política e o encontro entre materialidades diversas.

    Nesse episódio do Podcast Amplitudes o educador Pedro Costa conversou com a artista ítalo-brasileira sobre os principais temas que atravessam suas obras. Uma conversa informal em que Maiolino revela o modo de pensar sua produção artística, intrínseca à vida.

    • 43 min
    Como construir pontes entre as artes e as pessoas? Com Joelson Oliveira e Vitor Kawabata

    Como construir pontes entre as artes e as pessoas? Com Joelson Oliveira e Vitor Kawabata

    O que faz um(a) educador(a)? Qual o seu papel em uma exposição? Por que é necessário um(a) profissional dedicado(a) à mediação das obras de arte? E como funcionam as estratégias de mediação artística?

    A partir da exposição “Tunga: Conjunções Magnéticas” em cartaz no Instituto Tomie Ohtake e no Itaú Cultural, o educador Pedro Costa conversa com os educadores do Itaú Cultural, Joelson Oliveira e Vítor Kawabata sobre a importância dos setores educativos dentro dos museus e sobre as diferentes estratégias de mediação desenvolvidas para tornar as visitas às exposições de arte mais interessantes e acessíveis aos diversos públicos dos museus.

    • 1h 5 min
    Como contribuir para o futuro das jovens mulheres no Brasil? com Renata Araújo e Vera Santana

    Como contribuir para o futuro das jovens mulheres no Brasil? com Renata Araújo e Vera Santana

    As jovens mulheres periféricas são um dos grupos mais afetados pelos problemas sociais do país. Além das inúmeras dificuldades já enfrentadas pela marginalização e pela falta de políticas públicas específicas para elas, ainda sofrem com a discriminação racial e de gênero, questões que dificultam muito o acesso desse grupo à educação e ao trabalho.

    É com o objetivo de cooperar para que jovens mulheres brasileiras tenham um futuro melhor que o Instituto Tomie Ohtake desenvolveu o programa Somos Muitas!, que ofereceu uma formação abrangente em produção artística para 300 mulheres periféricas, e o programa Cósmicas, que desenvolveu uma ampla formação em liderança, para 1000 jovens mulheres de todo o país.

    Neste episódio o educador Pedro Costa conversa com a Renata Araújo, coordenadora do Somos Muitas! e com a Vera Santana, coordenadora do Cósmicas, para entender como esses projetos foram desenvolvidos, e quais foram os impactos na vida das mulheres que participaram dessas formações.

    • 1h 11 min

Opiniões de clientes

5,0 de 5
4 avaliações

4 avaliações

brnmx ,

Especial.

Conversas que me enriquecem na forma de pensar e ver o mundo! Sou muito grato por poder ouvir esse podcast e o recomendo à todos!

Top podcasts em Artes

Gustavo Carriconde
Folha de S.Paulo
Top Áudio Livros
Jogabilidade
Livraria Megafauna
Bonita de Pele

Você Também Pode Gostar de