68 episódios

O podcast que leva o Cariri aos seus ouvidos.

Budejo Budejo

    • Sociedade e cultura
    • 5.0, 50 avaliações

O podcast que leva o Cariri aos seus ouvidos.

    #59. Movimento Exposed: combate ao assédio e demais violências contra a mulher

    #59. Movimento Exposed: combate ao assédio e demais violências contra a mulher

    No início do mês de junho de 2020 diversas meninas e mulheres expuseram no Twitter relações abusivas, assédios e até mesmo estupros sofridos por elas, o que obteve enorme repercussão no país inteiro. A hashtag #ExposedCariri foi um dos assuntos mais comentados naquele momento do Brasil, chegando a mais de 8 mil tweets. Infelizmente, o Cariri possui esse histórico vergonhoso e grave de altos índices de violências contra mulheres. Segundo dados do Mapa da Violência de 2016, o Ceará mantinha o 4º lugar no ranking de estados brasileiros com mais feminicídios (8,1% das mortes). Entre 2018 e 2019, num intervalo de apenas 9 meses, seis mulheres foram vítimas de feminicídio em nossa região. Além de uma estrutura machista em nossa sociedade, ainda temos que lidar com um governo fascista que condena o ensino do conceito de gênero nas escolas, reflexão esta, extremamente necessária para conscientizar milhares de alunos e alunas acerca das desigualdades de gênero e relações de poder. Todo esse infeliz quadro de violências, assédios e abusos nos faz refletir sobre a necessidade do feminismo em nossa sociedade, e do debate de questões de gênero nos diversos espaços de sociabilidade. Nesse episódio do Budejo conversamos com a psicóloga Leda Gimbo, a professora universitária Andrea Furtado e a delegada Camila Brito, da Delegacia da Mulher de Crato - CE. /// Participantes: Carol Aninha (https://www.instagram.com/caroll.aninha/); Leda Gimbo (https://twitter.com/ledaledaledinha); Andrea Furtado (https://www.instagram.com/alegria_vindo/) e Camila Brito /// Roteiro: Carol Aninha e Vamille Furtado (https://twitter.com/millevamille) /// Produção: Carol Aninha e Pedro Philippe (https://twitter.com/pedrophilippe_) /// Edição: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar) /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast ou https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira.

    • 1h 13 min
    #58. Humor sem estereótipos, com Ademara

    #58. Humor sem estereótipos, com Ademara

    Sucesso nas redes sociais, Ademara Barros, jornalista e atriz pernambucana que foi morar no Rio de Janeiro, viralizou com pequenos vídeos de humor falando das expressões e costumes típicos do seu estado. Mas seu conteúdo vai muito além de regionalismos e, num breve passeio pelos seus feeds você se pegará rindo de inúmeras situações que ela cria, que vão de relacionamentos a intercâmbio em Dublin.  No nosso Budejo com ela, falamos sobre os perrengues de ir morar no sudeste; de produzir conteúdo e “hitar” na internet e de como fugir dos estereótipos com nordestinos. Afinal, ainda existe uma visão no imaginário do resto do país acerca do Nordeste que não condiz com a realidade, e essa é uma preocupação na hora de Ademara produzir seus vídeos. /// Participantes: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar); Vamille Furtado (https://twitter.com/millevamille); Isaac Macedo (https://twitter.com/isaacmacedo) e Ademara Barros (https://twitter.com/ademaravilha) /// Produção e Edição: Luan Alencar /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast ou https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira. 

    • 1h 1m
    #57. Justiça por Mizael

    #57. Justiça por Mizael

    Na madrugada do dia 5 de julho, Mizael Fernandes dormia na casa da tia em Chorozinho, região metropolitana de Fortaleza, quando policiais invadiram a casa e o assassinaram - ali, na cama, enquanto dormia. Essa história nos abalou bastante e, por entendermos que é preciso que seja feita justiça pela morte de Mizael, decidimos dedicar um episódio a contar o que aconteceu naquela noite e debater sobre a ação da Polícia Militar no Ceará. Lucas Barbosa, repórter do jornal O Povo, nos conta os bastidores da matéria que escreveu; Ana Lins, cientista social e pesquisadora da Rede Observatórios da Segurança, nos ajuda a entender como é planejada a segurança pública no Ceará; e o deputado Renato Roseno conversa com a gente sobre o que esperar do Estado em situações como esta. /// Participantes: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar); Felipe Azevedo (https://twitter.com/felipecoazz); Lucas Barbosa (https://twitter.com/lucasbarbosa885); Ana Lins (https://twitter.com/linsanac)  /// Edição: Luan Alencar /// Produção: Felipe Azevedo e Pedro Philippe (https://twitter.com/pedrophilippe_)  /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast e https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira.

    • 44 min
    [PANDEMIA: OUTROS OLHARES] #10. O tempo entre parênteses na quarentena

    [PANDEMIA: OUTROS OLHARES] #10. O tempo entre parênteses na quarentena

    Sem tantas distrações da nossa vida de antes (as correrias na cidade, as burocracias, os afazeres fora de casa, as festas, as paqueras, os passeios no fim de semana), os momentos de tédio têm sido mais frequentes. Os dias são os mesmos, a sensação é de um tempo repetitivo, sem nada de novo – o que leva a um encontro forçado com nossa interioridade. Agora parece que tem muita coisa acontecendo, ao mesmo tempo em que nada acontece. É um tempo acelerado e, ao mesmo tempo, contraído. Quando temos um tempinho livre, não há nada para fazer e o sentimento é de monotonia - e há necessidade de matar o tempo com coisas vazias. Para discutir se isso que a gente está vivendo é vida mesmo ou é um tempo entre parênteses, chamamos nossa psicóloga de plantão, Leda – e, pela primeira vez, seu marido, o filósofo Fernando /// Participantes: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar); Pedro Philippe (https://twitter.com/pedrophilippe_); Carol Aninha (https://www.instagram.com/caroll.aninha); Leda Gimbo (https://twitter.com/ledaledaledinha) e Fernando Gimbo. /// Edição: Luan Alencar /// Produção: Pedro Philippe /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast e https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira.

    • 1h
    #56. Quais as suas referências negras?

    #56. Quais as suas referências negras?

    Há pessoas negras entre as pessoas que te inspiram? Este episódio é sobre ouvir, ler, acompanhar e admirar pessoas negras. O episódio é comandado por Pedro Philippe e nele nós entrevistamos o deputado David Miranda e os atores Joana Castro e Dan Ferreira, para perguntar a eles quem são as referências negras em suas vidas. /// Participantes: Pedro Philippe (https://twitter.com/pedrophilippe_); David Miranda (https://twitter.com/davidmirandario); Joana Castro (https://www.instagram.com/jolicas/) e Dan Ferreira (https://www.instagram.com/odanferreira/) /// Edição: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar) /// Produção: Pedro Philippe /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast e https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira.

    • 55 min
    #55. O São João que a quarentena não estragou

    #55. O São João que a quarentena não estragou

    A essa hora a fogueira estaria queimando em homenagem a São João. Em Campina Grande, na Paraíba, a população que reivindica o título de “maior São João do mundo” estaria no Parque do Povo dançando ao som de Elba Ramalho. O que nos restou agora durante o isolamento foi apenas falar sobre o que estaríamos fazendo se pudéssemos e, claro, comer – porque ainda não tá proibido se acabar em um prato de munguzá ou um bolo de milho. Para nos levar ao clima da cidade de Campina Grande, falamos com Rhian e Dandara, cidadãos e nossos ouvintes-correspondentes na capital do forró. Depois, falamos sobre culinária junina com Luiza Lima, emendando em um papo sobre nossas melhores lembranças dessa época. /// Participantes: Luan Alencar (https://twitter.com/luan_alencar); Pedro Philippe (https://twitter.com/pedrophilippe_); Carol Aninha (https://www.instagram.com/caroll.aninha) e Luiza Lima (https://twitter.com/luizalima)/// Edição: Luan Alencar /// Produção: Pedro Philippe /// Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/budejopodcast e no Instagram: https://www.instagram.com/budejopodcast/ /// Torne-se um Apoiador: https://apoia.se/budejopodcast e https://picpay.me/budejopodcast /// Siga-nos em seu tocador de podcast porque temos episódios novos toda quinta-feira.

    • 1h 12 min

Opiniões de clientes

5.0 de 5
50 avaliações

50 avaliações

Léo Barboza ,

Um dos melhores do Brasil.

Conheci a pouco tempo e fiquei muito feliz com a qualidade do podcast. Vida longa e parabéns!!!!!

letils16 ,

Melhor que um caminhão carregado de rapadura.

Um podcast pra desopilar, mas sem ser alheio ao mundo.

Top podcasts em Sociedade e cultura

Ouvintes também assinaram