9 episódios

O garimpo ilegal pode significar sorte e riqueza para alguns, mas para comunidades indígenas, trabalhadores explorados, rios e cidades do entorno, ele é sinônimo de contaminação e morte. Com apresentação de Priscila Tapajowara, direto de Santarém, oeste do Pará, na beira do Tapajós, contamos em oito episódios como essa realidade se construiu ao longo do tempo na Amazônia por meio de depoimentos de indígenas, procuradores, garimpeiros, ativistas e especialistas.

Acesse chagasdogarimpo.com.br e se torne um aliado para barrar o garimpo em terras indígenas! Uma iniciativa do WWF-Brasil.

Um rio que mudou de cor Chagas do Garimpo

    • Sociedade e cultura
    • 3,6 • 5 avaliações

O garimpo ilegal pode significar sorte e riqueza para alguns, mas para comunidades indígenas, trabalhadores explorados, rios e cidades do entorno, ele é sinônimo de contaminação e morte. Com apresentação de Priscila Tapajowara, direto de Santarém, oeste do Pará, na beira do Tapajós, contamos em oito episódios como essa realidade se construiu ao longo do tempo na Amazônia por meio de depoimentos de indígenas, procuradores, garimpeiros, ativistas e especialistas.

Acesse chagasdogarimpo.com.br e se torne um aliado para barrar o garimpo em terras indígenas! Uma iniciativa do WWF-Brasil.

    Uma Amazônia sem garimpo?

    Uma Amazônia sem garimpo?

    Já imaginou uma floresta amazônica sem garimpos destruindo territórios indígenas e contaminando populações? No oitavo e último episódio desta série, indígenas, garimpeiros e pesquisadores refletem sobre as possibilidades de superar o atual modelo de exploração de minério  e que tem gerado tanta destruição na região. Uma outra forma de produzir ouro, sem destruir a Amazônia, é possível.

    • 20 min
    7. O massacre

    7. O massacre

    No dia 29 de dezembro de 1987, a violência contra os garimpeiros de Serra Pelada ficou ainda mais concreta. Nesse dia, aconteceu o Massacre da Ponte de Marabá: repressão policial contra trabalhadores que se manifestavam por melhores condições de vida. Trata-se de um episódio brutal e pouco conhecido, mas que é revelador de uma dura realidade que, mais de 30 anos depois, permanece atual.

    • 18 min
    6. Conexão Brasília

    6. Conexão Brasília

    A busca pelo ouro nos campos de garimpo acontece na Amazônia, no meio da floresta, claro. Mas acontece também, em parte, em Brasília, na articulação política para defender esse tipo de atividade – com forte pressão pela legalização, por exemplo, do garimpo em território indígena. No sexto episódio deste série, entenda como funciona a atuação de grupos de interesses que conectam as pequenas cidades no Oeste do Pará e o centro do poder da República.

    • 20 min
    5. É a lama

    5. É a lama

    Dona Teca tem uma visão privilegiada do rio Tapajós. Entre um café e outro, observa o vaivém da maré e as balsas de garimpo. E já faz um tempo que notou: o rio mudou de cor. Entenda neste episódio como a mineração ilegal está matando o Tapajós e as pessoas que vivem junto a ele.

    • 15 min
    4. Um rastro de doenças

    4. Um rastro de doenças

    Desmatar centenas de quilômetros de floresta. Remexer toneladas e toneladas de terra. Cavar infinitos buracos e soltar mercúrio nos rios. Tudo isso tem um altíssimo custo humano. O preço do ouro no mercado internacional não leva em consideração quem fica doente, comendo peixes contaminados por metal pesado ou sofrendo com a malária que se dissemina pelos campos de garimpo.

    • 19 min
    3. A cadeia do ouro

    3. A cadeia do ouro

    Como é que o ouro que sai de um garimpo ilegal no rio Tapajós pode ir parar nas reservas de um banco central? Ou na sua aliança de casamento? Entenda os caminhos de um dos metais cobiçados do mundo, desde a floresta até o mercado. 

    • 21 min

Opiniões de clientes

3,6 de 5
5 avaliações

5 avaliações

Top podcasts em Sociedade e cultura