42 episodios

Quem são as grandes personalidades negras da História? É para responder a esta pergunta que o escritor Alê Garcia criou este podcast.

Negro da Semana Half Deaf

    • Sociedad y cultura

Quem são as grandes personalidades negras da História? É para responder a esta pergunta que o escritor Alê Garcia criou este podcast.

    NEGRO DA SEMANA Especial - Celebrando Vozes Brasileiras

    NEGRO DA SEMANA Especial - Celebrando Vozes Brasileiras

    Em num país como o Brasil, e em uma realidade em que a arte se dá através de iniciativas muito particulares, em que os artistas são, cada vez mais, donos de suas próprias carreiras, é preciso reconhecê-los também enquanto empreendedores. E como eles se reconhecem como empreendedores?

    Foi esta investigação que o Bravoz: Encontro Bradesco de Vozes Brasileiras, fez durante entre 2019 e 2020.

    Mas como nasceu este projeto que deu ainda mais voz a personalidades como Fióti, Juh Almeida, Tuyo, Caroline LIma, Larissa Luz, Jean Lins, Margareth Menezes, Tainara Cerqueira, Edgar, Silvana Mendes, MC Rebecca, Rosa Luz, Jair Oliveira, Antonio Pitanga, Rincon Sapiência, Rosana Paulino, Karol Conká, Linn da Quebrada, BK, Criola, Sandra de Sá, Mulambo, Gilberto Gil e Dhu Moraes?

    Venha descobrir neste episódio!

    #UnidosPeloRespeito

    Negro da Semana é Half Deaf.⠀

    Curta. Siga. Compartilhe:⠀
    •⠀
    ►ME SEGUE: ✽ NEGRO DA SEMANA:⠀

    ▸Instagram: https://www.instagram.com/negrodasemana⠀

    ▸FanPage: https://www.facebook.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Twitter: https://twitter.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Podcast: https://smarturl.it/negrodasemana
    •⠀
    ▸Site: https://negrodasemana.com/⠀
    •⠀
    ✽ ALÊ GARCIA:
    •⠀
    ▸Instagram: https://www.instagram.com/alegarcia
    •⠀
    ▸Twitter: https://twitter.com/alegarcia ⠀
    •⠀
    ▸FanPage: https://www.facebook.com/alegarcia1707⠀
    •⠀
    ▸Site: https://alegarcia.cc

    ►APOIE:
    Se você puder, apoie este podcast para continuarmos a produzir o melhor conteúdo sobre cultura negra:

    APOIA-SE: https://apoia.se/negrodasemana
    PICPAY: https://picpay.me/oalegarcia
    PATREON: https://www.patreon.com/alegarcia

    • 23 min
    NEGRO DA SEMANA Especial - Mês da Consciência Negra

    NEGRO DA SEMANA Especial - Mês da Consciência Negra

    Chegamos em novembro, Mês da Consciência Negra. Mas por que existe este momento? Por que o dia 20 de novembro é dia da consciência negra no Brasil? Por que uma data atribuída à morte de Zumbi dos Palmares? Quem foi Zumbi dos Palmares? Estas e outras perguntas eu respondo neste episódio.
    •⠀
    FONTES:
    Entrevista Zezito Araújo: https://youtu.be/zHFfLuUD8Dw
    DAMASCENO, Felipe Aguiar. A ocupação das terras dos Palmares de Pernambuco (séculos XVII e XVIII). Tese (Doutorado em História Social). Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2015.
    TV Brasil: https://youtu.be/zHFfLuUD8Dw
    SINPRO: https://www.sinprodf.org.br/novembro-o-mes-da-consciencia-negra-no-brasil/

    Trilha incidental: Cee-Roo - "Feel The Sounds of Kenya"

    ►APOIE:
    Se você puder, apoie este podcast, a partir de R$5, para continuarmos a produzir o melhor conteúdo sobre cultura negra:

    APOIA-SE: https://apoia.se/negrodasemana
    PICPAY: https://picpay.me/oalegarcia
    PATREON: https://www.patreon.com/alegarcia

    __⠀

    Negro da Semana é Half Deaf.⠀

    Curta. Siga. Compartilhe:⠀
    •⠀
    ►ME SEGUE: ✽ NEGRO DA SEMANA:⠀

    ▸Instagram: https://www.instagram.com/negrodasemana⠀

    ▸FanPage: https://www.facebook.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Twitter: https://twitter.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Podcast: https://smarturl.it/negrodasemana
    •⠀
    ▸Site: https://negrodasemana.com/⠀
    •⠀
    ✽ ALÊ GARCIA:
    •⠀
    ▸Instagram: https://www.instagram.com/alegarcia
    •⠀
    ▸Twitter: https://twitter.com/alegarcia ⠀
    •⠀
    ▸FanPage: https://www.facebook.com/alegarcia1707⠀
    •⠀
    ▸Site: https://alegarcia.cc

    • 11 min
    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #12 - Gilberto Gil e Dhu Moraes

    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #12 - Gilberto Gil e Dhu Moraes

    Transformar pessoas, crenças e a sociedade. O Bradesco, assim como eu, acredita que a arte é capaz de fazer isso. Ser agente de transformação é um dos motivos do Negro da Semana existir.⠀
    •⠀
    Por isso o Bradesco e o Negro da Semana estão juntos no BRAVOZ, uma celebração da música e da arte no Brasil. Com o Bravoz, o Bradesco quer ser o parceiro do artista. Quer ajudar a transformar a sua arte em negócio.⠀
    •⠀
    BRAVOZ é Encontro Bradesco de Vozes Brasileiras: um projeto multimídia que marca um encontro mensal, durante doze meses, entre dois artistas negros de diferentes segmentos.⠀
    •⠀
    O conteúdo é compartilhado sempre no dia 20 de cada mês no Youtube, Instagram e IGTV do Bradesco, além de poder ser ouvido aqui no Negro da Semana, é claro, no Spotify e em todas as plataformas de streaming de áudio.⠀
    •⠀
    Em cada encontro, uma conversa entre os artistas e eu. Um papo que pode, inclusive, trazer novas e exclusivas criações Vamos conversar, traçar um paralelo sobre o que suas vozes e expressões representam na coletividade e, individualmente, nas suas trajetórias.⠀
    •⠀
    Bem vindos ao Negro da Semana BRAVOZ. Aproveite este encontro e esta potência de criatividades! Criatividade tá de sobra aqui, porque neste episódio a gente tem as presenças de GILBERTO GIL e DHU MORAES.

    Gilberto Gil é simplesmente um dos artistas mais importantes do mundo. Um músico que transcende gêneros, que realça música e a cultura brasileiras misturando sons nordestinos com rock, reggae, samba, ritmos afros, entre tantas outras criações inclassificáveis.

    Suas canções apresentam desde o início uma preocupação social e política com traços definidos. Sua pluralidade, sua diversificação, sua receptividade ao novo, e a flexibilidade com que nos presenteia com grandes obras orientam a trajetória desse grandíssimo artista baiano, nordestino, brasileiro. Além de excepcional compositor, cantor, músico e poeta, ele deu vida ao Ministério da Cultura.

    O percurso artístico de Gilberto Gil é paralelo à história da Música Popular Brasileira. Da bossa nova à canção de protesto, dos sambas à contracultura até despontar no movimento tropicalista. Gilberto Gil modernizou a música brasileira. Uniu berimbau às guitarras elétricas. Regionalismo baiano ao experimentalismo. Foi um grande defensor do mundo digital quando tudo o que se tinha por esta novidade era temor.

    Engajado com a política, engajado com a negritude, artista que entende e debate cada um dos momentos do seu país, Gilberto Gil É a moderna música popular brasileira no que ela apresenta de melhor. Ele transcende a idade, porque ele é sempre atual e necessário.

    A Dhu Moraes é atriz e cantora que iniciou a carreira em 1970, como atriz, mas veio a se tornar conhecida em 1978 como integrante do grupo As Frenéticas, no qual permaneceu até 83.

    Foi na novela Irmãos Coragem que a carreira de Dhu Moraes como artista teve início. Nos anos seguintes desenvolveu uma carreira no teatro, passando por diversas peças, incluindo a montagem de Hair.

    Dhu Moraes se tornou conhecida também pelos papeis nos programas de Chico Anysio – como Escolinha do Professor Raimundo, Chico Total, Chico Anysio Show e O Belo e as Feras. De 2001 até 2006 fez a personagem Tia Anastácia no Sítio do Picapau Amarelo da Rede Globo.

    De lá pra cá, são diversos personagens em mais de 20 novelas, como Caras & Bocas, Cheias de Charme, Novo Mundo, entre diversas outras, além de papéis no cinema e no teatro.

    Curta este episódio incrível.⠀
    •⠀
    #AliadosPeloRespeito #BraVoz⠀
    •⠀
    __⠀

    Negro da Semana é Half Deaf.⠀

    Curta. Siga. Compartilhe:⠀
    •⠀
    ►ME SEGUE: ✽ NEGRO DA SEMANA:⠀

    ▸Instagram: https://www.instagram.com/negrodasemana⠀

    ▸FanPage: a href="https://www.facebook.com/neg

    • 53 min
    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #11 - Sandra de Sá e Mulambö

    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #11 - Sandra de Sá e Mulambö

    Transformar pessoas, crenças e a sociedade. O Bradesco, assim como eu, acredita que a arte é capaz de fazer isso. Ser agente de transformação é um dos motivos do Negro da Semana existir.⠀
    •⠀
    Por isso o Bradesco e o Negro da Semana estão juntos no BRAVOZ, uma celebração da música e da arte no Brasil. Com o Bravoz, o Bradesco quer ser o parceiro do artista. Quer ajudar a transformar a sua arte em negócio.⠀
    •⠀
    BRAVOZ é Encontro Bradesco de Vozes Brasileiras: um projeto multimídia que marca um encontro mensal, durante doze meses, entre dois artistas negros de diferentes segmentos.⠀
    •⠀
    O conteúdo é compartilhado sempre no dia 20 de cada mês no Youtube, Instagram e IGTV do Bradesco, além de poder ser ouvido aqui no Negro da Semana, é claro, no Spotify e em todas as plataformas de streaming de áudio.⠀
    •⠀
    Em cada encontro, uma conversa entre os artistas e eu. Um papo que pode, inclusive, trazer novas e exclusivas criações Vamos conversar, traçar um paralelo sobre o que suas vozes e expressões representam na coletividade e, individualmente, nas suas trajetórias.⠀
    •⠀
    Bem vindos ao Negro da Semana BRAVOZ. Aproveite este encontro e esta potência de criatividades! Criatividade tá de sobra aqui, porque neste episódio a gente tem as presenças de SANDRA DE SÁ e MULAMBÖ.

    A Sandra de Sá é a rainha da soul music no Brasil. E aos 65 anos de vida, esta artista está festejando também 40 anos de carreira. Pra celebrar a data, no dia 27 de agosto, seu aniversário, foram disponibilizados por sua gravadora oito álbuns nas plataformas de streaming.

    Carioca, Sandra de Sá começou a carreira influenciada pelo pai, baterista, e e pelos bailes de soul music promovidos pelo Movimento Black Rio. Lançou seu primeiro álbum em 80, mas já em 83 contava com a participação do Tim Maia em novo álbum, que lhe ofereceu a música "Vale Tudo", que também deu título àquele disco.

    Soul, samba, baladas: tudo passa a fazer parte do caldeirão desta cantora e compositora que, nos anos 1990, cria a sigla MPB com outro significado: Música Preta Brasileira. O nome orienta seu trabalho durante toda a trajetória e batiza o disco de 2003, com clássicos de sua trajetória e da música black pop norte-americana em versões nacionais.⠀

    Muito suingue e vocal inconfundível: tudo isso faz parte da estética musical de Sandra de Sá, junto a um estilo que remete à cultura negra norte-americana e brasileira.

    Com um carreira riquíssima, repleta de sucessos e muitos prêmios, Sandra de Sá é um cantora única, sinônimo de Brasil e de negritude.

    O Mulambö é um artista que explora as mais diversas formas de expressão, com desenhos e pinturas feitos em diferentes suportes, como papel, papelão, prancha de surfe, bandeira, criação de bandeiras e objetos, entre outros.

    Nascido entre Saquarema e São Gonçalo, @mulambo.tu, que já expôs no Museu de Arte no Rio e no Centro de Arte Hélio Oiticica, tem um trabalho que busca restituir potências, buscando a valorização de símbolos do existir suburbano no Rio de Janeiro.

    Segundo Mulambö, seu trabalho “nasceu da necessidade de encontrar um lugar. Um lugar onde se anda descalço e uma arte com os pés no chão, porque não tem museu no mundo como a casa da nossa vó.”

    Curta este episódio incrível.⠀
    •⠀
    #AliadosPeloRespeito #BraVoz⠀
    •⠀
    __⠀

    Negro da Semana é Half Deaf.⠀

    Curta. Siga. Compartilhe:⠀
    •⠀
    ►ME SEGUE: ✽ NEGRO DA SEMANA:⠀

    ▸Instagram: https://www.instagram.com/negrodasemana⠀

    ▸FanPage: https://www.facebook.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Twitter: https://twitter.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Podcast: a...

    • 1h 8 min
    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #10 - BK e Criola

    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #10 - BK e Criola

    Transformar pessoas, crenças e a sociedade. O Bradesco, assim como eu, acredita que a arte é capaz de fazer isso. Ser agente de transformação é um dos motivos do Negro da Semana existir.⠀
    •⠀
    Por isso o Bradesco e o Negro da Semana estão juntos no BRAVOZ, uma celebração da música e da arte no Brasil. Com o Bravoz, o Bradesco quer ser o parceiro do artista. Quer ajudar a transformar a sua arte em negócio.⠀
    •⠀
    BRAVOZ é Encontro Bradesco de Vozes Brasileiras: um projeto multimídia que marca um encontro mensal, durante doze meses, entre dois artistas negros de diferentes segmentos.⠀
    •⠀
    O conteúdo é compartilhado sempre no dia 20 de cada mês no Youtube, Instagram e IGTV do Bradesco, além de poder ser ouvido aqui no Negro da Semana, é claro, no Spotify e em todas as plataformas de streaming de áudio.⠀
    •⠀
    Em cada encontro, uma conversa entre os artistas e eu. Um papo que pode, inclusive, trazer novas e exclusivas criações Vamos conversar, traçar um paralelo sobre o que suas vozes e expressões representam na coletividade e, individualmente, nas suas trajetórias.⠀
    •⠀
    Bem vindos ao Negro da Semana BRAVOZ. Aproveite este encontro e esta potência de criatividades! Criatividade tá de sobra aqui, porque neste episódio a gente tem as presenças de BK e CRIOLA.

    BK é Abebe Bikila, rapper, escritor e compositor brasileiro, considerado um dos nomes mais influentes e talentosos do atual cenário do rap brasileiro. Artista natural do Rio de Janeiro, o BK estreou no Rap com o lançamento do álbum Castelos & Ruínas em parceira com o coletivo Pirâmide Perdida Records.

    Lançado em 2016, o seu primeiro álbum solo, foi eleito como melhor disco do ano na música nacional, pela Red Bull Music.

    Em 2018, lançou seu segundo álbum, Gigantes!, com a participação de grandes nomes, como Marcelo D2, Baco Exu do Blues, KL Jay e Drik Barbosa.

    Em 2019, BK foi uma das atrações do palco principal do Lollapalooza Brasil. Depois de passar pelo festival João Rock, em junho do ano passado, em setembro BK estreou como headliner do Espaço Favela do Rock in Rio.

    2019 ainda contou com o lançamento do single O show nunca acaba, que já ultrapassa 1 milhão, 250 e plays no Spotify, e entrou para a playlist "As 100 melhores músicas de 2019", da Apple Music.

    A Criola é uma jovem artista nascida e criada na periferia de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Hoje, ela é simplesmente uma das graffiteiras mais proeminentes da arte urbana brasileira, com uma obra sempre mergulhada em pautas sociais e políticas.

    A Criola tem um trabalho de destaque com pinturas e murais de grande formato que tocam na ancestralidade e questionam os valores da sociedade contemporânea. Através da sua arte, Criola tem feito da arte urbana a sua luta política para fortalecer as mulheres negras.

    E tem feito isto desde 2012, ano em que começou a grafitar sua arte em Belo Horizonte, expressando a história e os gritos de resistência da ancestralidade afro-brasileira.

    Os mais recentes trabalhos e pesquisas da Criola têm abordado a espiritualidade e um universo híbrido futurista, sem distinção entre seres humanos e natureza.

    Para que esse futuro exista, Criola acredita que devemos voltar às nossas raízes e honrar os povos ancestrais, pois eles são os detentores da sabedoria que nos reconectará com a nossa verdadeira essência.

    Curta este episódio incrível.⠀
    •⠀
    #AliadosPeloRespeito #BraVoz⠀
    •⠀
    __⠀

    Negro da Semana é Half Deaf.⠀

    Curta. Siga. Compartilhe:⠀
    •⠀
    ►ME SEGUE: ✽ NEGRO DA SEMANA:⠀

    ▸Instagram: https://www.instagram.com/negrodasemana⠀

    ▸FanPage: https://www.facebook.com/negrodasemana ⠀
    •⠀
    ▸Twitter: a...

    • 1h
    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #09 - Karol Conká e Linn da Quebrada

    NEGRO DA SEMANA - Bradesco BRAVOZ #09 - Karol Conká e Linn da Quebrada

    Transformar pessoas, crenças e a sociedade. O Bradesco, assim como eu, acredita que a arte é capaz de fazer isso. Ser agente de transformação é um dos motivos do Negro da Semana existir.⠀
    •⠀
    Por isso o Bradesco e o Negro da Semana estão juntos no BRAVOZ, uma celebração da música e da arte no Brasil. Com o Bravoz, o Bradesco quer ser o parceiro do artista. Quer ajudar a transformar a sua arte em negócio.⠀
    •⠀
    BRAVOZ é Encontro Bradesco de Vozes Brasileiras: um projeto multimídia que marca um encontro mensal, durante doze meses, entre dois artistas negros de diferentes segmentos.⠀
    •⠀
    O conteúdo é compartilhado sempre no dia 20 de cada mês no Youtube, Instagram e IGTV do Bradesco, além de poder ser ouvido aqui no Negro da Semana, é claro, no Spotify e em todas as plataformas de streaming de áudio.⠀
    •⠀
    Em cada encontro, uma conversa entre os artistas e eu. Um papo que pode, inclusive, trazer novas e exclusivas criações Vamos conversar, traçar um paralelo sobre o que suas vozes e expressões representam na coletividade e, individualmente, nas suas trajetórias.⠀
    •⠀
    Bem vindos ao Negro da Semana BRAVOZ. Aproveite este encontro e esta potência de criatividades! Criatividade tá de sobra aqui, porque neste episódio a gente tem as presenças de Karol Conká e Linn da Quebrada.

    A Karol Conká é curitibana, está desde os 17 anos na música, e já em 2013, ano de lançamento de seu primeiro álbum, Batuque Freak, recebeu sua primeira estatueta na categoria Artista Revelação, no Prêmio Multishow de Música Brasileira.

    E a Karol hoje é símbolo do empoderamento feminino no Brasil. Dona de dois álbuns de estúdio e 11 singles, ela já foi indicada a 9 prêmios, vencendo 3 deles. Já teve o hit "Boa noite" na trilha sonora do jogo Fifa 14, além de ser a primeira artista a cantar em português na Rádio Britânica BBC1.

    Karol já foi também apresentadora do Superbonita, do GNT, por três temporadas. Atuou no filme "Jonas", ao lado de rappers como Criolo e Rincon Sapiência, e, em 2019, foi escolhida para comandar o Tapete Vermelho no WME Awards, maior premiação exclusivamente feminina do Brasil. Karol já passou por países como Japão, Alemanha, Suécia, Suiça, França…, além de ter performado em eventos como o Tomorrowland Brasil, Lollapalooza e na abertura dos Jogos Olímpicos de 2016.

    Suas letras, suas declarações: tudo é motivo para ser a inspiração para seus milhares de fãs, idenficados com seus posicionamentos importantes sobre racismo e as liberdades individuais.

    E junto conosco está também a Linn da Quebrada.

    A Linn é cantora, atriz, roteirista e apresentadora, e tem se destacado na cena brasileira de música eletrônica e experimental a partir de uma mistura musical instigante. Ela é feita de pop, funk, global gueto e muito mais. É é o que tem alavancado a presença da Linn em outros países como México, França, Inglaterra, Alemanha, Noruega, entre outros.

    O primeiro álbum da artista, Pajubá, lançado em 2017, foi produzido a partir de uma campanha de financiamento coletivo, e tem participações especiais de artistas como Gloria Groove, Mulher Pepita e Liniker.

    E 2017 também é o ano em que Linn da Quebrada estreou no longa-metragem Corpo Elétrico, além de integrar a série de entrevistadas do documenntário Meu Corpo é Político. Nos anos seguintes, atuou no longa Sequestro Relâmpago, de Tata Amaral, protagonizou e foi uma das roteiristas de Bixa Travesty, premiado no Festival de Berlim de 2018 e exibido em diversos países.

    Em 2019, Linn, estreou como apresentadora do talk-show TransMissão, do Canal Brasil. Ela também atuou na série da Globo Segunda Chamada, e, neste ano, enquanto prepara o lançamento de seu segundo álbum, Trava Línguas, lançou Pajubá Remix, disco de remixes das faixas de seu pri

    • 1h 11 min

Top podcasts en Sociedad y cultura

Otros usuarios también se han suscrito a

Más de Half Deaf