81 episódios

Raciocínio diagnóstico, evidências científicas e clinicagens! Voltado para médicos, estudantes de medicina e outros profissionais de saúde, com o objetivo de discutir temas importantes da Clínica Médica.

Ta de Clinicage‪m‬ tadeclinicagem

    • Medicina
    • 5.0 • 1 classificação

Raciocínio diagnóstico, evidências científicas e clinicagens! Voltado para médicos, estudantes de medicina e outros profissionais de saúde, com o objetivo de discutir temas importantes da Clínica Médica.

    Episódio 77: Caso Clínico de Hipertensão Secundária

    Episódio 77: Caso Clínico de Hipertensão Secundária

    Voltando a nossa programação normal, dessa vez pra discutir um caso de Hipertensão Secundária trazido pela nova integrante do TdC Joanne Alves! Discutido por Pedro e Guilherme, aonde eles passam pelas principais causas de hipertensão secundária e quando pensar nelas! Comenta o que achou lá no nosso Instagram e Twitter @tadeclinicagem

    Minutagem: 

    (1:55) Início do caso clínico

    (2:26) Comentários iniciais

    (4:25) Outros achados na anamnese

    (5:23) Caracterização das HAS

    (8:00) Principais causas de HAS secundário

    (8:35) Sd. da hipopnéia obstrutiva do sono

    (12:10) Dç parenquimatosa renal

    (12:30) Estenose de art renais

    (14:56) Hiperaldo primário

    (17:05) Continuação do caso e exame físico

    (18:40) Mnemonico Has secundária

    (23:30) O que pedir de exames?

    (25:50) Resultado de exames e complemento da anamnese

    (29:00) Novos exames, resultados e finalização do caso

    (33:25) O que não pode sair sem saber do epsodio

    (34:20) Desafio da semana passada

    (35:33) Desafio da semana

    (36:00) Salves



    Referências

    CHARLES, Lesley; TRISCOTT, Jean; DOBBS, Bonnie. Secondary hypertension: discovering the underlying cause. American family physician, v. 96, n. 7, p. 453-461, 2017.

    ISSA, Aurora Felice Castro et al. Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial–2020.

    • 38 min
    EXTRA - Residência Médica e Direito!

    EXTRA - Residência Médica e Direito!

    Nesse feriado de carnaval que não é carnaval, não trouxemos um episódio novo. Mas pra não ficar sem lançar nada, pegamos um trecho da live realizada pelo Raphael Coelho junto com o Rafael Bizarria, advogado que atua em Direito Médico, para responder várias dúvidas sobre residência médica e direito! Assiste lá no nosso IgTV a live completa!

    • 9 min
    Episódio 76: Caso Clínico de Hipoxemia

    Episódio 76: Caso Clínico de Hipoxemia

    Caso clínico de uma síndrome comum! Qual a sua abordagem para um paciente com hipoxemia? Pedro apresenta esse caso para Iago e João que trazem uma abordagem prática! Dúvidas, críticas ou sugestões? Entra em contato pelo Instagram ou Twitter @tadeclinicagem 



    MINUTAGEM

    (2:30) Início do Caso
    (3:10) Abordagem inicial
    (5:28) Indicações de via aérea definitiva
    (7:53) Continuação do caso
    (11:35) Inicio do raciocínio
    (13:35) Parte do exame físico e seguimento do raciocínio
    (14:15) Abordagem prática da hipoxemia
    (32:50) Revisão dos passos
    (35:10) Exames solicitados
    (36:00) Final do caso
    (38:16) Resposta do desafio da semana anterior
    (38:55) Desafio da semana
    (39:15) Salves



    FÓRMULAS

    PAO2 = Pressão de oxigênio no álveolo
    PaO2 = Pressão de oxigênio na artéria
    FiO2 = Fração inspirada de oxigênio
    Patm = Pressão atmosférica
    PH2O = Pressão parcial de água
    PaCO2 = Pressão parcial de CO2
    R = quociente respiratório

    Cálculo da PAO2
    PAO2 = (FiO2 x [Patm - PH2O]) - (PaCO2 ÷ R)

    Gradiente Alvéolo-Arterial de Oxigênio
    PAO2 - PaO2

    Valor normal do Gradiente Alvéolo-Arterial de Oxigênio
    (Referência: New England Journal of Medicine)
    Menor ou igual à (Idade / 4) + 4

    Regra prática ao nível do mar para o cálculo do Gradiente
    150 - (PaCO2 x 1,25) - PaO2

    Regra prática ao nível de São Paulo (760m de altitude) para o cálculo do Gradiente
    130 - PaCO2 - PaO2



    Caso clínico retirado de: Marinacci, Lucas X., et al. "Case 38-2020: A 52-Year-Old Man with Cancer and Acute Hypoxemia." New England Journal of Medicine 383.24 (2020): 2372-2383.



    REFERÊNCIAS

    1. Theodore, Arthur. Measures of oxygenation and mechanisms of hypoxemia. Acesso em uptodate.com

    2. Mechem, Crawford. Pulse oximetry. Acesso em uptodate.com

    3. Prchal, Josef. Methemoglobinemia. Acesso em uptodate.com

    • 42 min
    Episódio 75: 4 Clinicagens sobre Herpes Zoster

    Episódio 75: 4 Clinicagens sobre Herpes Zoster

    Episódio de hoje sobre uma condição muito comum! Raphael, Kaue e Pedro falam sobre 4 clinicagens de Herpes Zoster. Quando internar? Qual a melhor opção para analgesia? Quais os desfechos são afetados pelo tratamento? E a vacina? Em caso de dúvidas, críticas ou sugestões, entra em contato com a gente no Twitter ou Instagram no @tadeclinicagem ou manda um e-mail para tadeclinicagem@gmail.com. MINUTAGEM. (3:02) Uso de antivirais e corticoide
    (8:09) Corticoide
    (8:56) Quando internar?
    (11:59) Complicações por H. Zoster
    (14:28) Manifestações atípicas
    (23:39) Tratamento intra-hospitalar
    (24:53) Cuidados na internação
    (25:30) Controle da dor aguda
    (27:16) Neuralgia pos herpética
    (31:55) Vacinação
    (35:48) Resposta do desafio da semana anterior
    (36:20) Desafio da semana
    (36:40) Salves

    REFERÊNCIAS
    1. Treatment of herpes zoster in the immunocompetent host. Uptodate Fev 2021. Mary A Albrecht
    2. BEUTNER, Karl R. et al. Valaciclovir compared with acyclovir for improved therapy for herpes zoster in immunocompetent adults. Antimicrobial Agents and Chemotherapy, v. 39, n. 7, p. 1546-1553, 1995.
    3. POLSO, A. K.; LASSITER, J. L.; NAGEL, J. L. Impact of hospital guideline for weight‐based antimicrobial dosing in morbidly obese adults and comprehensive literature review. Journal of clinical pharmacy and therapeutics, v. 39, n. 6, p. 584-608, 2014.
    4. Vaccination for the prevention of shingles. Mary A Albrecht, Myron J Levin. Uptodate 2021.
    5. LAL, Himal et al. Efficacy of an adjuvanted herpes zoster subunit vaccine in older adults. New England Journal of Medicine, v. 372, n. 22, p. 2087-2096, 2015.
    6. Schmader, K. Herpes Zoster. Annals of Internal Medicine, 169(3). 2018
    7. HAN, Ying et al. Corticosteroids for preventing postherpetic neuralgia. Cochrane Database of Systematic Reviews, n. 3, 2013. 8. Chen, N. et al. Antiviral treatment for preventing postherpetic neuralgia. Cochrane Database Syst. Rev. 2, CD006866 (2014).


    9. Mehta, S. K. et al. Rapid and sensitive detection of varicella zoster virus in saliva of patients with herpes zoster. J. Virol. Methods 193, 128–130 (2013).

    10. Solomon, C. G., Johnson, R. W. & Rice, A. S. C. Postherpetic neuralgia. N. Engl. J. Med. 371, 1526–1533 (2014).


    11. McNicol, E. D., Midbari, A. & Eisenberg, E. Opioids for neuropathic pain. Cochrane Database Syst. Rev. 8, CD006146 (2013).


    12. Gershon, A., Breuer, J., Cohen, J. et al. Varicella zoster virus infection. Nat Rev Dis Primers 1, 15016 (2015). 

    • 39 min
    Episódio 74: Caso Clínico de Neutropenia Febril

    Episódio 74: Caso Clínico de Neutropenia Febril

    Mais um caso clínico! Dessa vez Iago e Vinicius falando dessa emergência oncológica importantíssima: Neutropenia Febril. Ouviu o caso? Faltou falar alguma coisa? Compartilha com a gente no @tadeclinicagem no instagram e no twitter! Minutagem
    (0:25) apresentação do convidado Dr. Vinicius
    (1:47) Início do caso
    (2:39) Exame físico
    (3:30) Resumo e primeiros comentários
    (8:40) Relevância do exame físico completo
    (10:12) Quanto a HPP
    (10:50) Seguimento do caso
    (11:55) O que pesquisar na anamnese
    (13:53) Quais exames solicitar
    (15:35) Atenção a sepse
    (17:10) Resultado dos exames
    (18:55) Neutropenia febril - conceitos
    (20:39) Voltando para história - outras hipóteses
    (22:20) Resumo do caso
    (23:10) Cuidados com o paciente com neutropenia febril
    (23:53) Score MASCC
    (28:12) Score CISNE
    (31:40) Fluxograma de internação
    (33:10) Outros critérios de alto risco
    (34:30) Aplicando os scores no caso clínico
    (37:06) Tratamento
    (38:50) Quando cobrir gram positivos resistentes
    (43:40) Continuação do caso
    (43:04) Comentários e condutas
    (51:13) Encerramento do caso
    (53:37) Resposta ao desafio anterior
    (54:26) Desafio da semana
    (55:00) Salves. REFERÊNCIAS. Taplitz, Randy A., et al. "Outpatient management of fever and neutropenia in adults treated for malignancy: American Society of Clinical Oncology and Infectious Diseases Society of America clinical practice guideline update." J Clin Oncol 36.14 (2018): 1443-1453.

    Coyne, Christopher J., et al. "Application of the MASCC and CISNE risk-stratification scores to identify low-risk febrile neutropenic patients in the emergency department." Annals of emergency medicine 69.6 (2017): 755-764.

    Aapro, M. S., et al. "2010 update of EORTC guidelines for the use of granulocyte-colony stimulating factor to reduce the incidence of chemotherapy-induced febrile neutropenia in adult patients with lymphoproliferative disorders and solid tumours." European journal of cancer 47.1 (2011): 8-32.

    Rosa, Regis G., and Luciano Z. Goldani. "Cohort study of the impact of time to antibiotic administration on mortality in patients with febrile neutropenia." Antimicrobial agents and chemotherapy 58.7 (2014): 3799-3803.

    Braga, Catherine C., Randy A. Taplitz, and Christopher R. Flowers. "Clinical implications of febrile neutropenia guidelines in the Cancer patient population." Journal of oncology practice 15.1 (2019): 25.

    Klastersky, Jean, et al. "Management of febrile neutropaenia: ESMO clinical practice guidelines." Annals of Oncology 27 (2016): v111-v118.

    Zimmer, Andrea J., and Alison G. Freifeld. "Optimal management of neutropenic fever in patients with cancer." Journal of oncology practice 15.1 (2019): 19-24

    Pereira, André Domingues, et al. "Low Rates of Vancomycin Use in Febrile Neutropenia: A Multicenter Study." (2019): 4755-4755. Peled, Jonathan U., et al. "Microbiota as predictor of mortality in allogeneic hematopoietic-cell transplantation." New England Journal of Medicine 382.9 (2020): 822-834.

    • 57 min
    Episódio 73: Clinicagens sobre H. pylori

    Episódio 73: Clinicagens sobre H. pylori

    Voltamos com Gastroenterologia dessa vez pra fala de uma das bactérias mais faladas da medicina! Falamos de 3 Clinicagens: 1) Quando pesquisar H pylori? 2) Como pesquisar? 3) Como tratar H pylori!

    Compartilha com a gente o que achou do episódio! Instagram e Twitter @tadeclinicagem

    Minutagem

    (1:08) O que é o H. Pylori

    (5:15) Quando pedir um teste H. Pylori

    (8:00) Relação entre H pylori e dispepsia

    (9:45) Endoscopia nos pacientes com dispepsia

    (10:30) outras recomendações de rastreamento

    (13:12) H pylori e DRGE

    (14:15) Testes diagnósticos

    (15:38) Disponibilidade dos testes

    (17:20) Testes pra quem não fará endoscopia

    (17:46) Pacientes em quem fará endoscopia

    (18:20) paciente que fará endoscopia e apresenta sangramento intestinal

    (19:05) Como funciona teste de ureia marcada

    (19:45) Cuidados antes de realizar os testes

    (20:20) Tratamento H pylori

    (22:15) Teste após tratamento

    (23:27) Falha terapêutica

    (24:20) Desafio da semana anterior

    (25:15) Desafio da semana

    (25:28) Salves

    • 27 min

Críticas de clientes

5.0 de 5
1 classificação

1 classificação

Top de podcasts em Medicina

Outros ouvintes também assinaram