55 episodes

Pod Notícias é a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

Um podcast produzido pela Rádiofobia Podcast e Multimídia e apresentado por Leo Lopes.

Pod Notícias Rádiofobia Podcast e Multimídia

    • News
    • 1.0 • 1 Rating

Pod Notícias é a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

Um podcast produzido pela Rádiofobia Podcast e Multimídia e apresentado por Leo Lopes.

    Pod Notícias 004 - Podcasts melhoram a sua saúde mental

    Pod Notícias 004 - Podcasts melhoram a sua saúde mental

    Olá, eu sou Leo Lopes e este é o POD NOTÍCIAS, a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

    Hoje é segunda-feira, dia 26 de fevereiro de 2024 e esta é a nossa quarta edição!

    1 - E a gente começa a edição de hoje com uma análise muito interessante: os podcasts podem melhorar a saúde mental dos ouvintes.

    Isso acontece principalmente por que muitas pessoas que enfrentam essas condições, se sentem isoladas ou incompreendidas, mas os podcasts criam um espaço onde os ouvintes podem se sentir validados e menos sozinhos nas suas experiências. Daí, o hábito de ouvir podcasts se tornou uma estratégia popular para aliviar a ansiedade e a depressão.

    A gente já falou sobre isso aqui no Pod Notícias antes; as comunidades criadas em torno do podcast são muito engajadas, o senso de pertencimento e de conexão com os apresentadores é muito grande.

    Além disso, muitos programas incorporam técnicas terapêuticas, como mindfulness e estratégias comportamentais, para ajudar o ouvintes a se desligar dos sintomas da ansiedade e viver o agora. Isso tudo sem contar a parte do entretenimento, que ocupa a mente do ouvinte e dá uma pausa forçada nos pensamentos e emoções negativas.

    Com isso, o consumo regular de podcasts contribui efetivamente para a redução da ansiedade e da depressão, oferecendo suporte, educação e estratégias práticas para o autocuidado e o enfrentamento. Se aliar o podcast à terapia e exercícios físicos, a qualidade de vida pode melhorar e muito.

    Essa notícia não é baseada em uma experiência científica, mas sim numa análise. Pra ler o artigo completo do colega podcaster egípcio Mohannad ElKhouly que eu traduzi, tem um link aqui no post pra nossa page do Pod Notícias no Linkedin.

    Link

    2 - E às vésperas do podcasting completar 21 anos, a gente tá acompanhando um fenômeno que, lá atrás, provavelmente ninguém imaginava que ia acontecer: o podcast se firmando como um pilar importante do combate à desinformação. No começo, o podcast era só "rádio sob demanda", uma nova competição no mercado de mídias, mas a democratização do conteúdo em áudio trouxe esse efeito colateral bom ao longo dos anos.

    No meio acadêmico, o podcast se destacou como um veículo de divulgação científica, especialmente durante a pandemia de COVID-19, quando a informação tinha que se espalhar mais rápido pelo bem da saúde pública. Também foi através do podcast que o jornalismo independente se tornou mais acessível, levando informações imparciais pra uma massa maior de pessoas.

    Aqui no Brasil, que é uma das potencias mundiais em criação de podcasts, a maior preocupação dos pesquisadores é que os algoritmos das plataformas de áudio possam limitar a visibilidade desses conteúdos. E isso, infelizmente, é uma coisa que a gente tá sujeito mesmo, até porque o "entretenimento barato" ainda tem uma força muito grande.

    Essa análise foi feita pelo professor e pesquisador Marcelo Kischinhevsky, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e se você quiser ler o artigo dele na íntegra, ele está disponível na página do LinkedIn do Pod Notícias também. Já aproveita pra seguir a página, e ficar por dentro das notícias mais importantes sobre o podcasting mundial todos os dias.

    Link

    3 - A empresa de pesquisa Veritonic lançou o seu relatório Audio Attention Report, em parceria com a RealEyes, com informações importantes pros anunciantes que querem criar publicidade em áudio. A Real tem uma tecnologia muito legal chamada PreView, que avalia as reações dos ouvintes de podcast aos anúncios e fornece dados sobre a atenção e a eficiência das propagandas em áudio.

    O estudo mostrou alguns dados curiosos. Os principais foram que, por exemplo, produtos e serviços anunciados com baixa energia tiveram a menor retenção de atenção, com 10% abaixo do competitivo do mercado. Outra coisa que diminui a atenção do ouvinte, são

    • 18 min
    Pod Notícias 003 – Uma análise sobre o podcast na América Latina

    Pod Notícias 003 – Uma análise sobre o podcast na América Latina

    Olá, eu sou Leo Lopes e este é o POD NOTÍCIAS, a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

    Hoje é segunda-feira, dia 19 de fevereiro de 2024 e esta é a nossa terceira edição!

    1 - Agora que o carnaval já passou e o "ano útil" do brasileiro finalmente começou de fato, a gente começa essa edição falando sobre uma análise minuciosa de como anda o podcasting na América Latina. No ano passado, o continente latino americano já somava 135,2 milhões de ouvintes de podcasts, com o Brasil sendo o país latino com a maior parcela deles, com 51,8 milhões de ouvintes.

    Algumas previsões baseadas em pesquisas da Insider Intelligence, Emarketer e Genuina Media, sugerem que até o ano que vem a América Latina vai ultrapassar a América do Norte em número de ouvintes, e que até 2027 vai ser a região que mais produz e consome podcasts no mundo.

    Segundo a análise, que foi feita pelo David Gonzalez da Genuina Media, as únicas amarras que estão impedindo o podcast de crescer ainda mais rápido, são a dificuldade de acesso à internet em algumas regiões e o aspecto financeiro da indústria, que ainda não é o ideal. Pra entender o que ele quis dizer com isso, é só comparar os números de investimento do ano passado: na América Latina, foram movimentados no total 62 milhões de dólares em podcasts, enquanto só nos Estados Unidos, no mesmo período, foram mais de dois bilhões de dólares.

    Em compensação, a América Latina tem uma coisa que falta nos países de primeiro mundo: um ecossistema cultural muito mais diverso e rico, cheio de vozes que querem falar, e ouvidos ávidos por ouvir.

    Então, nos próximos anos, os podcasts latinos tendem a ser uma potencia mundial. Eu tenho certeza disso.

    Fonte

    2 - E a plataforma Omny Studio lançou a terceira edição do seu relatório de benchmarking, ou "estudo de concorrência", pra saber se o seu podcast está (ou não) com um bom público.

    Segundo o estudo, o número de downloads necessários pra estar entre 1% dos programas mais consumidos, caiu no ano passado.

    Em 2022, você precisava de 50 mil downloads por episódio pra garantir que o seu podcast estava entre o 1% mais popular. Já em 2023, a quantidade necessária de downloads foi de pouco mais de 43 mil.

    A mudança levantou questionamentos de que isso poderia ser por dois motivos principais: as atualizações do iOS17 da Apple, que acabou com os downloads automáticos de podcast, e o aumento no número de podcasts ativos.

    Independente de qual tenha sido o caso, uma conclusão do relatório foi muito clara: se o seu podcast tem mais de 92 downloads por episódio, ele já está indo melhor do que a metade dos podcasts que tem por aí. É isso mesmo que você ouviu: com 92 downloads você já está entre os 50% mais ouvidos. Então nada de desanimar, achando que está tendo pouco público, viu?

    Fonte

    AINDA EM NOTÍCIAS DA SEMANA:

    3 - No último dia 12, semana passada, a gente comemorou o 20º aniversário do podcasting!

    Ou melhor, da palavra "podcasting", que foi usada pela primeira vez em fevereiro de 2004, pelo jornalista Ben Hammersley na sua matéria “Audible Revolution” no periódico britânico The Guardian.

    Até então, a gente não usava a palavra 'podcast' para definir os programas em áudio que hoje em dia a gente conhece tão bem.

    Antes de existir como produto, o podcast era só uma forma de distribuição dos arquivos em áudio – geralmente curtos e de baixa qualidade – que os blogueiros começaram a incorporar nos seus textos. Na época, isso era chamado de "audioblogging".

    Aí o Ben usou a palavra podcasting no seu texto, que depois foi usada em uma lista de e-mails de desenvolvedores do iPodder, aí o Adam Curry (o nosso podfather) também começou a usar, e o resto é história. Desde então, os podcasts se tornaram uma parte essencial da vida de muitas pessoas, incluindo nós do Pod Notícias e você, nosso ouvinte.

    Então hoje a gent

    • 16 min
    Pod Notícias 002 - Podcasts e confiança na decisão de compra dos consumidores

    Pod Notícias 002 - Podcasts e confiança na decisão de compra dos consumidores

    Olá, eu sou Leo Lopes e este é o POD NOTÍCIAS, a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

    Hoje é segunda-feira de carnaval, dia 12 de fevereiro de 2024 e esta é a nossa segunda edição!

    1 - E em primeira mão, um estudo recente da Acast revelou que os profissionais de marketing para marcas Diretas Ao Consumidor, as DTCs, consideram os podcasts um canal extremamente confiável pra publicidade.

    98% dos entrevistados afirmaram que os podcasts são eficazes pra atingir o seu público-alvo, sendo que nos Estados Unidos e no Reino Unido, onde podcasts são canais de mídia já bem consolidados, 90% dos compradores disseram estar satisfeitos com os produtos e serviços que adquiriram depois de ouvir a recomendação em um podcast.

    Outros dados do estudo mostram que a conexão gerada pelos hosts com o seu público é um fator crucial pro sucesso da publicidade. Isso acontece porque a recomendação de uma pessoa real, em quem o ouvinte confia, tem o mesmo efeito da recomendação boca a boca, que historicamente é o método mais eficaz pra um consumidor ser convencido a comprar alguma coisa.

    E quando 50% dos ouvintes de podcasts dizem que não compram nenhum produto novo sem buscar uma recomendação confiável, o boca a boca não pode ser subestimado.

    Além disso, no geral, os ouvintes de podcasts são 7% mais propensos do que a média dos compradores a adquirir um novo produto, se ele tiver sido anunciado em um podcast.

    Aqui vale lembrar que a publicidade em podcasts é mais relevante do que a no rádio ou streamings de música, segundo mais de 40% dos entrevistados. Deve ser porque o anúncio falado em um podcast não quebra a imersão do ouvinte, diferente daquelas propagandas chatas que passam entre as músicas.

    Mas e você? Já comprou algum produto que foi anunciado em um podcast? Comenta nas nossas redes sociais e no nosso grupo do Telegram, que a gente quer saber.

    Fonte

    2 - Segundo um novo relatório do Pew Research Center, os apresentadores dos podcasts de notícias mais populares do mundo quase nunca trabalham sozinhos - eles geralmente contam com co-hosts ou convidados.

    Apenas 15% dos podcasts mais bem classificados – que o Pew definiu como aqueles que aparecem entre os 200 primeiros nas plataformas de streaming – focam em notícias. Mas, desses podcasts focados em notícias, a maioria esmagadora de 89% apresenta convidados.

    Aproximadamente um terço dos podcasts de notícias mais populares tem convidados em mais da metade dos episódios. O único gênero com mais probabilidade de ter convidados em todos os episódios, foi o de podcasts sobre política.

    Os podcasts de true crime, seguindo na linha contrária, são os menos propensos a trazer convidados externos. O que faz sentido, já que são temas sensíveis que envolvem pessoas reais. Dá pra entender por quê os apresentadores não recebem delegados, médicos da perícia ou, sei lá, criminosos reais pra conversar.

    Fonte

    AINDA EM NOTÍCIAS DA SEMANA:

    3 - Em 2023, a equipe editorial do Spotify fez um levantamento sobre as 5 principais tendências para podcasts no Brasil, e elas eram:

    1. Videocasts, é claro;

    2. Abordagem intimista, ou seja, a conexão entre o locutor e o ouvinte;

    3. Interatividade, com o uso de “caixa de perguntas”, “enquetes” e outras ferramentas de engajamento com o público;

    4. Áudios documentais, como os A Mulher Da Casa Abandonada, o Projeto Humanos, entre outros;

    5. e Histórias autênticas - aquelas vividas por pessoas reais.

    No final de 2023 eles reavaliaram as tendências que vão vir com tudo em 2024, e pra surpresa de alguns, elas continuaram as mesmas.

    Porém, esse ano a lista tem mais um item: maior uso de inteligências artificiais na produção dos programas.

    Quem é que poderia imaginar, né?

    Fonte

    4 - E por falar em Spotify, a gente não podia deixar de comentar aqui sobre a renovação do contrato da plataforma com Joe Rogan, avaliado em 250 milh

    • 18 min
    Pod Notícias 001 - Cenário do podcast no Brasil em 2024

    Pod Notícias 001 - Cenário do podcast no Brasil em 2024

    Olá, eu sou Leo Lopes e este é o POD NOTÍCIAS, a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo!

    Hoje é segunda-feira, 05 de fevereiro de 2024 e esta é a nossa primeira edição!

    1 - A gente abre esta primeira edição do Pod Notícias falando sobre um estudo que colheu vários dados interessantes sobre o cenário do podcast no Brasil.

    O estudo foi realizado pelo portal Exploding Topics e trouxe informações sobre a podosfera mundial desde 2019 até agora no começo de 2024. Um dos fatos abordados foi que, em 2020, cerca de 40% da população brasileira já era consumidora de podcasts, e esse número saltou pra 43% em 2023. Isso faz do Brasil um dos únicos 3 países do mundo onde mais de 40% da população consome podcast; os outros dois são a Suécia e a Irlanda.

    A pesquisa também ressaltou a diversidade dos ouvintes do Brasil em termos de faixa etária, interesses e origens socioeconômicas, o que gera boas oportunidades de espaço para criadores de conteúdo e também anunciantes.

    Além disso, o estudo apontou um aumento notável nos investimentos em produção e distribuição de podcasts no país, com empresas de mídia, influenciadores digitais e até pessoas físicas contribuindo pro crescimento do mercado. A última estimativa do IBOPE Inteligência apontou que cerca de 50 milhões de brasileiros são ouvintes de podcasts, então a tendência é que a podosfera brasileira continue a se expandir em 2024, que, mais uma vez, promete ser o ano do podcast.

    Fonte

    2 - Ainda falando sobre relatórios, o Podcast Download Fall 2023 da Cumulus Media revelou que existe uma desconexão entre a preferência que os ouvintes têm por anúncios em podcasts, com o tipo de anúncio que eles recebem.

    Segundo a pesquisa, os ouvintes preferem anúncios em áudio que os façam rir, ou que proporcionem algum tipo de entretenimento. Um spot engraçadinho, uma campanha de marketing que coloca os próprios hosts dos podcasts pra fazer a propaganda - spot testemunhal - esse é o tipo de conteúdo que o povo quer ouvir.

    Só que, em contrapartida, esse tipo de anúncio é minoria. De acordo com os entrevistados, 78% dos anúncios em podcasts são mais sérios e tradicionais, voltados à serviços ou produtos. Mais de 61% desses anúncios, inclusive, são spots preenchidos com propaganda pré-gravada, ou seja, aquelas que o próprio anunciante produz e paga pra ser inserido em várias mídias diferentes como o rádio, por exemplo.

    Essa lacuna entre expectativa e realidade cria uma oportunidade pros anunciantes serem mais criativos nas suas estratégias de marketing pra se alinhar melhor com as preferências do público. Além disso, o estudo ressaltou que os ouvintes de podcasts são mais propensos a lembrar e interagir com conteúdos menos engessados e mais personalizados.

    Aqui no Brasil o mercado da publicidade em áudio parece que ainda está molhando os pés, testando os limites, então é legal ter esse tipo de material pra garantir que campanhas criativas são super bem-vindas, e que o público de podcast tá literalmente esperando por isso com a mente aberta.

    Fonte

    3 - A plataforma de marketing em áudio Linkfire compartilhou na semana passada uma nova métrica para os criadores de conteúdo: a dos "ouvintes engajados".

    Segundo a empresa, os ouvintes engajados são uma categoria que vai além dos dados tradicionais, como números de downloads e interações nas redes sociais. Essa métrica indica quando alguém ouviu pelo menos 20 minutos ou 40% de um episódio, dependendo da duração do programa.

    A nova categoria foi criada pra gerar uma compreensão mais profunda sobre como os ouvintes se envolvem com seus podcasts preferidos. De acordo com Linkfire, os dados permitem medir o tamanho do público e avaliar automaticamente a qualidade do seu envolvimento.

    Se a métrica for aprovada pelos usuários, é capaz de nos próximos meses a gente ver outras plataformas adicionando a próp

    • 19 min
    CASTNEWS #050 - Um ano, 50 episódios e um novo podcast

    CASTNEWS #050 - Um ano, 50 episódios e um novo podcast

    ABERTURA

    SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JANEIRO DE 2024. EU SOU LEO LOPES  E ESTÁ NO AR A EDIÇÃO NÚMERO 50 DO CASTNEWS COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE O MERCADO DE PODCASTS NO BRASIL E NO MUNDO.


    NOTÍCIAS

    1 – Essa edição do Castnews, a edição de número 50, marca 1 ano da criação deste podcast. Foi há 1 ano que a Rádiofobia Podcast e Multimídia se juntou ao Bicho de Goiaba Podcasts pra fazer o podcast do Castnews. Neste momento, a gente está passando por uma mudança e, a partir de agora, o podcast do castnews termina. Sim, esta é a última edição deste podcast como “Castnews”.

    À partir da segunda-feira que vem, dia 5 de fevereiro de 2024, neste mesmo feed, você vai encontrar o primeiro episódio do POD NOTÍCIAS – a sua dose semanal de informação sobre o mercado de podcasts no Brasil e no mundo, com produção da Rádiofobia Podcast e Multimídia.

    A partir de agora, o Bicho de Goiaba do Renato Bontempo serve com o portal do Castnews, e nós da Rádiofobia seguimos com o podcast, com um novo nome, uma nova marca, mas com o mesmo padrão de qualidade e profissionalismo que é a marca da Rádiofobia Podcast e Multimídia.

    Então, em nome de toda a equipe, eu quero agradecer a você que ouviu e que prestigiou esse podcast do Castnews durante um ano e espero poder continuar contando com o seu download e com a sua audiência no nosso novo projeto.


    AGORA NAS NOTÍCIAS DESTA ÚLTIMA EDIÇÃO DO CASTNEWS:

    2 – O Centro Cultural Marieta, em São Paulo, abriu novas vagas para grupos de desenvolvimento de podcasts.

    As turmas vão se encontrar online de março a junho de 2024, e vão ser orientadas pelo coordenador Márcio Andrade em dois horários diferentes: terças das 10 da manhã até meio-dia e meia, e quintas das sete e meia da noite às dez da noite.

    Após a inscrição, o Marieta vai fazer a seleção desses podcasters e dar um retorno até dia 19 de fevereiro. As matrículas deverão ser feitas na sequência, e as orientações vão ser enviadas aos participantes até o dia 8 de março.

    O grupo de desenvolvimento não tem nenhuma limitação quanto à formatos de podcast, então os participantes podem chegar com a ideia pra um programa de mesa-redonda, storytelling, entrevista, enfim; qualquer formato é bem-vindo, e os assuntos dos projetos também.

    Os interessados devem se inscrever online no site do Marieta, enviando informações sobre o projeto, sua trajetória pessoal, experiência em produção de podcasts e os motivos para querer participar do grupo.

    Além disso, os participantes selecionados também têm que se comprometer com o Termo de Adesão e Confidencialidade do projeto. Para mais detalhes, os termos estão disponíveis pra consulta no site da instituição. Lembrando que as inscrições para o grupo de desenvolvimento estão abertas até o dia 4 de fevereiro.


    3 – E na última semana, o André Palme, escreveu sua coluna no Castnews sobre quais são as expectativas dele pro mercado em 2024.

    Como sempre, os insights do Palme são cheios de referências ao momento em que a gente está, então eu mesmo acredito que as expectativas dele sobre as principais tendências desse ano são muito assertivas.

    A primeira, é algo que a gente até já mencionou aqui no programa: as inteligências artificiais vieram pra ficar. Mas não só isso: elas estão desempenhando (e vão desempenhar) cada vez mais funções dentro e fora da produção de podcasts. 

    As ferramentas de destaque são o ChatGPT, Nuanxed e Shimmr, que mostram a capacidade das IAs de agilizar áreas presentes no podcasting, e isso sem contar as ferramentas robotizadas que cada vez mais plataformas têm usado.

    Outra tendência que o Palme comentou foi a personalização do conteúdo.

    Nos últimos anos, as comunidades ganharam força na internet. Algoritmos como o do Spotify, YouTube e outras redes, foram a chave pra isso, já que eles personalizam a experiência do usuário de acordo com os gostos que ele apres

    • 15 min
    CASTNEWS #049 - Quase metade dos brasileiros com smartphone assinam apps de áudio

    CASTNEWS #049 - Quase metade dos brasileiros com smartphone assinam apps de áudio

    ABERTURA

    SEGUNDA-FEIRA, 22 DE JANEIRO DE 2024. EU SOU LEO LOPES  E ESTÁ NO AR A EDIÇÃO NÚMERO 49 DO CASTNEWS COM AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE O MERCADO DE PODCASTS NO BRASIL E NO MUNDO.


    NOTÍCIAS

    1 – E hoje a gente começa falando dos resultados da última pesquisa Uso de Apps no Brasil, realizada em novembro e dezembro de 2023 pela Panorama.

    A Panorama é uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e a empresa de pesquisas on-line Opinion Box, que é 100% focada em pesquisas sobre o comportamento do consumidor brasileiro.

    De acordo com o relatório, 66% dos brasileiros com smartphones assinam algum serviço de streaming de áudio ou vídeo. Esse número teve um grande boom de crescimento de 2019 pra cá, principalmente considerando que antes da pandemia da Covid-19, eram só 45%.

    Os serviços de música passaram de 26% em 2019 para 43% em 2023, com o Spotify liderando, sendo utilizado por 62% dos assinantes.

    Além disso, 44% dos escutados pela pesquisa ouvem podcasts nos seus smartphones, sendo que 36% deles faz isso através do Spotify.

    Outros dados revelados pelo estudo, foram sobre as preferências dos usuários em aplicativos. 98% dos brasileiros com smartphones já instalaram algum aplicativo, sendo que 78% deles nunca pagou pelo download de nada.

    O modelo preferido pela maioria dos usuários é o “freemium”: aquele com download gratuito, sem publicidade, mas com recursos premium pagos.

    Agora, se o olhar for especificamente pras classes D e E, o modelo preferido é o gratuito com publicidade.

    Em qualquer um dos casos, o público não demonstrou um grande incômodo com a publicidade em áudio.


    2 – Na segunda-feira passada, a Central 3 e a plataforma APOIA.se anunciaram o projeto Mais Vozes.

    A campanha é uma ação afirmativa, ou seja, que busca reparar as desigualdades sociais que existem dentro da podosfera.

    Existem outras campanhas que promovem a diversidade de vozes aqui no Brasil, como por exemplo a hashtag #OPodcastÉDelas, o AMPLIFIKADOS, enfim, mas é sempre bom que essas portas sejam abertas pra mais pessoas interessadas em compartilhar as suas visões.

    O Mais Vozes vai premiar pelo menos 2 projetos de pessoas que já tenham uma ideia para produzir um podcast, ou que já tenham um programa. A busca é por podcasters, jornalistas e produtores independentes que precisam de uma forcinha pra começar ou então pra evoluir o seu podcast.

    Entre os prêmios para os projetos selecionados estão: recurso financeiro de R$2 mil, equipamentos de gravação, vinhetas originais, entre outros.

    A iniciativa é voltada para mulheres cis, pessoas trans, não-brancas, PCD’s ou que façam parte de uma minoria ou maioria marginalizada. Além disso, apesar do programa focar nas regiões Norte e Nordeste, criadores de conteúdo de outros locais também podem se inscrever.

    Mais informações, você encontra lá no portal do Castnews em castnews.com.br .


    AINDA EM NOTÍCIAS DA SEMANA:

    3 – O Spotify retomou o Radar Podcasters Brasil, o programa que destaca vozes promissoras na podosfera brasileira.

    O destaque desse mês, é o podcast “fiz o que pude”, da influenciadora Ellora Haonne, que vai ficar por 30 dias na capa da playlist. No programa, a Ellora compartilha desabafos sobre os desafios da vida adulta, promovendo a responsabilidade sem que a gente seja autocrítico em excesso.

    No Radar Podcasters, ao longo de 2024, um total de 12 produtores vão ser destacados.

    Além do ‘fiz o que pude’, outros quatro episódios também já foram apresentados na playlist:


    Sou um fracasso, do podcast Um Porcento Mais da Gi Baldino;
    Viciada em reclamar, do podcast Gostosas também choram, da lela brandão;
    Ana Luiza McLaren, do Steal The Look;

    e


    Retrospectiva Animada 2023, do Canal Nostalgia do Castanhari.

    O objetivo do programa é reconhecer talentos, inspirar os ouvintes a descobrirem novas vozes e construir novos públicos para os criadores de conteúdo.

    Se a playlist ajudar alg

    • 16 min

Customer Reviews

1.0 out of 5
1 Rating

1 Rating

Top Podcasts In News

The New York Times
NPR
Crooked Media
The Daily Wire
SiriusXM
Cumulus Podcast Network | Dan Bongino

You Might Also Like

Rádiofobia Podcast Network
Rádiofobia Podcast Network
Príncipe Vidane
Parasol Storytelling
Braian Rizzo
Equipe Pod Next