104 episódios

Quinzenalmente, Mariana Maia de Oliveira recebe um convidado para uma conversa sem guião. TEATRA é o novo verbo do D. Maria II que traz mais espaço para conversar e pensar sobre a cultura, o teatro e as pessoas que o fazem.

TEATRA Teatro Nacional D. Maria II

    • Arte
    • 4,8 • 19 classificações

Quinzenalmente, Mariana Maia de Oliveira recebe um convidado para uma conversa sem guião. TEATRA é o novo verbo do D. Maria II que traz mais espaço para conversar e pensar sobre a cultura, o teatro e as pessoas que o fazem.

    Patrícia Portela | #104

    Patrícia Portela | #104

    💭 “O lugar público é o lugar onde nós podemos aprender, sem ser com os nossos avós ou com os nossos professores.”

    🎙 A abrir o mês de maio, Mariana Maia Oliveira recebe no TEATRA a escritora, dramaturga e encenadora Patrícia Portela. Uma verdadeira filha da Revolução, nascida precisamente há 50 anos, Patrícia Portela é responsável pela ideia de revolução que se vai viver esta semana no Largo de São Domingos, em Lisboa, junto ao edifício do D. Maria II. Entre 9 e 12 de maio, o 'Mercado das Madrugadas' ocupará esta praça, para nos levar a pensar em conjunto sobre o que poderá ser o amanhã. Numa conversa que navega entre o teatro, a escrita e as várias vidas que cabem numa vida, Patrícia Portela fala-nos de democracia, de revoluções, de sedentarismo, do seu fascínio pela praça como lugar onde tudo é possível, da sua experiência como programadora artística ou do sonho concretizado de ser cronista no Jornal de Letras.

    Sugestões culturais:
    📚 'Uma Conspiração de Estúpidos', de John Kennedy Toole
    📚 'O Jogo do Mundo', de Julio Cortázar
    📚 A obra de Rui Caeiro

    • 56 min
    Cucha Carvalheiro | #103

    Cucha Carvalheiro | #103

    💭 “Rir é uma atividade muito complexa e muito profunda… é uma coisa muito séria.”

    🎙 Em mais um TEATRA de Abril, continuamos a ouvir quem atravessou o dia histórico: Cucha Carvalheiro é a mais recente convidada de Mariana Maia de Oliveira.

    Um dos nomes sonantes das artes performativas, Cucha Carvalheiro alia-se, uma vez mais, ao D. Maria II na promoção das novas gerações de artistas, enquanto jurada do Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II, que já amanhã distinguirá um/a jovem artista.

    Neste episódio, a atriz, encenadora, dramaturga e professora, relembra a infância entre Portugal e Angola; a vida antes do 25 de Abril e de como, com 8 anos, se apercebeu que havia fascismo quando a sua irmã lhe contou que iria ser presa por delito de opinião. Anos mais tarde, Cucha Carvalheiro viveria "o dia mais feliz da minha vida", no 1º de Maio de 1974. Numa conversa que viaja entre passado e presente, histórias familiares e profissionais, Cucha Carvalheiro fala ainda sobre o seu regresso ao Teatro da Trindade, com o espetáculo ‘A Senhora de Debuque’, um texto de Edward Albee e encenação de Álvaro Correia.

    Ouça todo o episódio na íntegra no Spotify, Soundcloud, Apple Podcasts e YouTube.

    Sugestão cultural:
    🎭 ‘Quis saber quem sou – um concerto teatral’, conceção, texto e encenação Pedro Penim, em cena no São Luiz Teatro Municipal até 28 de abril

    • 49 min
    Paulo de Carvalho | #102

    Paulo de Carvalho | #102

    💭 “No dia em que eu estiver a pensar muito bem o que é que eu vou fazer, as coisas não acontecem com tanta espontaneidade.”

    🎙 No primeiro TEATRA de abril, Mariana Maia de Oliveira esteve à conversa com alguém que está habituado a cantar Abril: o músico, compositor e cantor Paulo de Carvalho. Por um acaso da história, 'E Depois do Adeus', música interpretada por Paulo de Carvalho no Festival da Canção de 1974, tornou-se numa canção inevitavelmente ligada ao 25 de Abril. Neste mês em que se assinalam os 50 anos da Revolução, o músico fala-nos da canção que mais marcou o seu percurso profissional e das consequências que daí advieram, mas também do seu trabalho atual, da primeira banda que fundou, com apenas 15 anos, da importância da formação, da vontade de aprender com os músicos mais jovens e, até, de futebol. Um episódio para ouvir na íntegra no Spotify, Soundcloud, Apple Podcasts, Google Podcasts e Youtube.

    Sugestão cultural:
    🎭 ‘ACORDAI’, direção artística Maria Costa, em cena no Chapitô até 14 de abril

    • 52 min
    Bárbara Branco | #101

    Bárbara Branco | #101

    💭 “Apercebermo-nos dos padrões e tentarmos quebrá-los, sejam eles quais forem. Porque esses padrões são prisões também.”

    🎙 Estreou-se profissionalmente em teatro com 13 anos, pela mão de Cecília Henriques e de Raimundo Cosme, num espetáculo da Plataforma285. Na Escola Profissional de Teatro de Cascais, cruzou-se com Carlos Avilez, com quem viria a trabalhar por diversas vezes no Teatro Experimental de Cascais. Hoje, com 24 anos, já a vimos em muitas peças de teatro, a trabalhar com diferentes criadores, em televisão e também no cinema, a dar vida a uma das Doce no filme Bem Bom. No mais recente episódio do TEATRA, Mariana Maia de Oliveira conversa com a atriz Bárbara Branco, uma das vozes e corpos que dão vida ao coro de Quis saber quem sou – Um concerto teatral, espetáculo de Pedro Penim com estreia agendada para abril, em Lisboa, e que seguirá depois em digressão pelo país.

    Sugestões culturais:
    📖 Cartas de Etty Hillesum
    🎥 Anatomia de uma queda, filme de Justine Triet
    🎥 Pobres Criaturas, filme de Yorgos Lanthimos
    🎥 Canino, filme de Yorgos Lanthimos

    • 54 min
    TEATRA ao vivo | #100

    TEATRA ao vivo | #100

    🎙 Para celebrar 100 episódios do TEATRA, o D. Maria II preparou um episódio especial ao vivo, a partir da Escola Superior de Teatro e Cinema, e que contou também com transmissão em direto nas redes sociais do Teatro.

    Uma conversa conduzida por Mariana Maia de Oliveira, que contou com convidadas/os de três gerações do teatro português: Eduardo Molina, Joana Brito Silva, João Lagarto, Jorge Andrade, Maria João Vicente e São José Lapa.

    • 1h 8 min
    André Amálio | #99

    André Amálio | #99

    💭 “Como é que o teatro pode ser também um agente político, pode ser um agente de mudança, um agente de pensamento, de discussão, de abertura?”

    🎙 No episódio 99 do TEATRA, Mariana Oliveira recebe André Amálio, ator, encenador e um dos fundadores da companhia Hotel Europa, que nos próximos tempos estará a trabalhar sobre os grupos armados que atuaram no pré e pós 25 de Abril, em Luta Armada, espetáculo com estreia marcada para 4 de abril, no âmbito do ciclo Abril Abriu, do D. Maria II. Uma conversa onde se fala de teatro documental, da importância dos processos de investigação, de colonialismo, da ditadura e do 25 de Abril, mas também de como uma ida para Londres fez André Amálio deparar-se com a história do seu país e questioná-la, transformando o seu trabalho em teatro até hoje. Um ator com alma de ativista, que se atrai muito mais pela realidade do que pela ficção.

    • 51 min

Críticas de clientes

4,8 de 5
19 classificações

19 classificações

Top de podcasts em Arte

Vale a pena com Mariana Alvim
Mariana Alvim
Antes de fazermos 50
José Luís Peixoto e Fernando Ribeiro
Traidor de Classe
Diogo Faro
Traidor de Classe
Diogo Faro
Livrólicos Anónimos
Livrólicos Anónimos
Os Cinéfilos Que Ninguém Pediu
Antena3 - RTP

Talvez também goste

A Beleza das Pequenas Coisas
Expresso
FALA COM ELA
INÊS MENESES
Rádio Comercial - Debaixo da Língua
Rui Maria Pêgo
Perguntar Não Ofende
Daniel Oliveira
Vale a pena com Mariana Alvim
Mariana Alvim
Geração 70
Bernardo Ferrão